Roteiro de 7 dias: planeje uma viagem incrível saindo de Toronto

O Canadá é um país que ocupa grande parte da América do Norte, sendo o segundo maior do mundo em área total. Sabendo disso, imagina-se quantos lugares lindos o país tem para visitar! E, por isso, você terá a oportunidade de conhecer um roteiro de 7 dias pelo Canadá, saindo de Toronto e passando por Ottawa, Montreal e Quebec City.

É importante ressaltar que o roteiro a seguir é baseado em experiências feitas de carro. As distâncias entre os lugares são grandes, sendo aconselhável buscar uma empresa de aluguel de carros ou vans, para dar tempo de fazer todo o roteiro planejado.

Roteiro

1ª Parada – Ottawa:

A primeira parada será na capital canadense, uma cidade limpa e organizada, que é conhecida por ser uma cidade universitária e o maior centro de tecnologia do país. A sua população é mais jovem, mas, apesar de não ser uma cidade tão badalada quanto Montreal e Toronto, tem ótimas atrações culturais e atividades em qualquer época do ano.

Ottawa está a 451km de distância de Toronto, ou seja, 4h30 de viagem de carro. Saindo cedo de Toronto, é possível aproveitar o dia para conhecer o centro da cidade a pé.

Ottawa, capital do Canadá.
Northern Lights, festival noturno, em Ottawa.

O que fazer?

Existem atrações turísticas na cidade que são rápidas e boas de aproveitar durante o roteiro de 7 dias pelo Canadá:

– Parlamento: é constituído de três edifícios, formando um “U” ao redor da praça central. As visitas guiadas acontecem durante todo o ano, são gratuitas e os horários variam. Não há estacionamento público dentro do prédio do parlamento, mas é possível encontrar diversos ao redor.

– ByWard Market: localizado bem próximo da região central, costuma ser bastante movimentado, e reúne lojas, mercados, restaurantes, cafés, artesanatos, entre outras várias opções de lazer e entretenimento. No distrito estão localizadas atrações como a Catedral de Notre-Dame, o Major’s Hill Parker e a Galeria Nacional do Canadá.

– Canal Rideau: uma das mais bonitas vias navegáveis da América do Norte e um dos principais pontos turísticos de Ottawa. Em suas margens, encontram-se trilhas, calçadões, bancos e parques, sendo um passeio com uma vista bem bonita.

Os passeios podem acontecer em qualquer estação do ano, pois, em temporada quente (de maio a setembro), é possível aproveitar o pôr do sol, além do passeio pelo canal. Em épocas frias (de dezembro a março), o canal congela e vira uma grande pista de patinação.

– Museu da Civilização: o museu oferece uma exibição permanente de réplicas de utensílios, armas e roupas usadas por diferentes civilizações. A principal atração é o cinema IMAX, com tela gigante, que exibe documentário e produções cinematográficas.

– Northern Lights: é um impressionante festival noturno em que é retratada a história do Canadá, com show de luzes e duração de 30 minutos.

Onde se hospedar?

Existem hotéis econômicos para se hospedar, com boa localização (próximos ao centro da cidade) e com opções de café da manhã e wi-fi, dentre outros serviços como academia, bar/louge, banheira de hidromassagem etc, caso seja de sua preferência. Veja abaixo algumas dicas:

– Best Western Plus Victoria Park

Days Inn Ottawa West

Best Western Plus Ottawa Downtown Suites

Rideau Heights Inn

2ª Parada – Quebec City:

Partindo de Ottawa, Quebec City fica a 441km da cidade, ou seja, 4h30 de viagem de carro.

É impossível deixar Quebec fora desse roteiro de 7 dias pelo Canadá! Quebec é a cidade mais antiga do país e, embora a sua população tenha o francês como língua materna, é super tranquilo se comunicar em inglês nos lugares.

A cidade tem um ar europeu, com casas antigas, capelas históricas, castelos, pontes de pedras. Dois dias são o suficiente para aproveitar ao máximo as atrações do local com calma e se deliciar com a culinária local.

Quebec City, segunda parada do roteiro de 7 dias pelo Canadá.

Cachoeira de Montmorency, situada dentro do parque de Montmorency.

O que fazer?

Dividindo as atrações, museus e restaurantes em dois dias, você consegue passear com tranquilidade pela cidade.

– Quartier Petit Champlain: aberto diariamente, é um bairro comercial e o mais antigo da América do Norte. As suas ruas são estreitas e acomodam lojas de decoração para casa, souvenires, roupas e acessórios, galeria de arte e restaurantes. É ótimo para um passeio pela manhã e achar lembrancinhas!

– Château Frontenac: cartão-postal mais conhecido da cidade de Québec, o hotel fornece uma visita guiada por pessoas vestidas como personagens de época. Localizada no topo da colina da Cidade Alta de Quebec, é um ponto turístico fantástico, uma vez que você pode conhecer de perto a atração do cartão-postal.

– Rue Saint Louis: rua com diversos cafés e restaurantes.

– Fortificações de Quebec: possuem 4,6 km de extensão e estão localizadas na parte alta da Cidade Velha. A muralha ao redor da cidade foi construída com grandes blocos de pedra e é profunda, grossa, por isso você pode dar uma volta completa caminhando por cima dela – esse é um programa turístico clássico e gratuito!

– Parque Plaines d’Abraham: é o parque central da cidade, repletos de árvores, monumentos, fontes, trilha de esqui e vistas incríveis.

– Parlamento de Quebec: a grande estrutura abriga a Assembleia Nacional e a legislatura provincial, e se situa em meio a uma atraente área de jardins, monumentos e calçadas. Não há estacionamento dentro dos prédios, mas é possível encontrar diversos ao redor.

– Rue Saint-Jean: é uma das principais vias de comércio da cidade da Quebec. A rua tem diversos restaurantes, bares, sorveterias e muitas lojinhas de roupas, calçados, decoração, farmácia, livraria etc. Por ser um ponto turístico da cidade, muitas vezes a rua fica fechada, podendo passar apenas pedestres.

– Igreja Notre-Dame du Quebec: é uma das igrejas mais antigas da América do Norte e um lugar tranquilo de reflexão na cidade. Seu interior é lindo e transmite muita tranquilidade, paz e calmaria. Em seu segundo andar, há um museu com um acervo de obras.

– Cachoeira de Montmorency: situada dentro do parque de Montmorency, a estrada é bem localizada para chegar até lá. A queda da água atinge uma altura de 83 metros, ou seja, 30 metros mais alta do que as Cataratas do Niágara. A visita é gratuita e, além de ver a linda cachoeira, você poderá passar o dia pelo parque que tem mesa de piquenique e muita área verde.

– Île d’Orléans: verdadeira ilha da gastronomia, é um ótimo passeio para se deliciar com queijos, pães, frutas, tomar cerveja feita a partir da árvore de abeto. Na ilha, há ao menos três “cabanes à sucre” (casas do açúcar), que explicam a fabricação do “maple syrup” e vendem sorvetes e pirulitos (feitos na hora, jogando o líquido denso sobre a neve).

Onde se hospedar?

Abaixo, dicas de hóteis ótimos para hospedagem de poucos dias, e em uma boa localização!

– Fairmont Le Château Frontenac

– L’Hôtel du Vieux-Quebec

– Auberge Saint-Antoine

3ª Parada – Montreal:

A próxima parada fica a 260km de Quebec City, ou seja, 2h30 de viagem de carro.

Montreal é a maior cidade da província de Quebec e tem tudo que uma grande cidade tem, só que com uma pitada de boemia. A cidade é recheada de pontos turísticos, desde o agito até o contato com a natureza.

Montreal, província de Quebec.
Jardim Botânico de Montreal, uma ótima atração para ser incluída no roteiro de 7 dias pelo Canadá!

O que fazer?

Existem muitas atrações e pontos turísticos em Montreal. Para se organizar e aproveitar o seu dia sem desperdiçar tempo, é importante escolher um local para se hospedar que seja mais central e de fácil acesso aos lugares. Seja objetivo nos seus passeios, mas tire fotos, aproveite o lugar e pare para comer da deliciosa culinária canadense.

– Basílica Notre-Dame: Notre-Dame é uma basílica católica romana situada no bairro histórico do Velho Montreal. É uma das mais destacadas edificações religiosas da cidade.

– Museu Banque de Montreal: museu localizado dentro do Banco de Montreal, que aborda a evolução financeira do banco em Montreal.

– Marché Bonsecours: mercado público, com várias boutiques de artigos luxuosos confeccionados pelos próprios artesãos de Quebec. Você encontrará belos souvenires e presentes, como utensílio de cozinha, roupas e joias típicos da província.

– Porto de Montreal: os eventos culturais e esportivos estão garantidos no cais do porto. O lugar recebe shows, teatros e passeios de barco.

Estádio Olímpico de Montreal: tem uma capacidade para 56 mil pessoas e é o único anfiteatro coberto do estado de Quebec. Milhares de pessoas o visitam todos os anos, em especial para ter uma vista do observatório da Torre de Montreal.

– Biodôme: faz parte do Espace pour la vie de Montreal, que reproduz cinco ecossistemas diferentes e que permite aos visitantes ter a sensação real de estar em cada um desses lugares.

– Planetário: O museu faz parte do Espace pour la vie de Montreal, que traz atrações relacionadas à natureza e seu desenvolvimento.

– Jardim Botânico: Assim como o planetário e o biodôme, o jardim botânico faz parte do Espace pour la vie de Montreal, é conhecido como o segundo maior do mundo e é engajado em diversas causas ambientais. Ótimo para aproveitar o clima de natureza, conhecer diversas espécies de planta, jardins temáticos e exposições. Os preços de entrada variam de acordo com a idade e residência do visitante, e não abre às segundas-feiras.

Onde se hospedar?

Para se hospedar em Montreal, a melhor ideia é escolher uma acomodação centralizada, para facilitar o seu deslocamento pela cidade, já que existem muitas coisas para fazer e lugares para visitar. Abaixo, algumas opções:

– Le Square Phillips

Embassy Suites by Hilton

– Vieux-Montréal

Montreal Marriott Château Champlain

A viagem, então, tem como destino final Montreal. Fica opcional quantos dias ficar em Toronto e em Montreal, mas é recomendável dividir o tempo em cada uma das cidades, uma vez que existem várias atrações para preencher os seus dias na viagem (e talvez até falte tempo!!).

Mas não se preocupe em conhecer muitas cidades ou lugares de uma só vez. Aproveite seu tempo com tranquilidade e não tenha medo de deixar alguma coisa para conhecer em outra viagem.

O mais importante: lembre-se de planejar o seu roteiro com calma, antecedência e buscar sempre as melhores opções. É essencial que você reserve as hospedagens antecipadamente, para não ter nenhuma surpresa quando chegar ao destino.

Pensar na época do ano também é um fator a ser considerado. Ir a parques, rios e portos no inverno não é um problema, mas você pode perder muitas paisagens que ficariam lindas se visitasse o mesmo local na primavera, por exemplo.

Montar o seu roteiro de viagem é apenas um dos passos para fazer um bom passeio. Mesmo com um ótimo planejamento, ninguém está imune aos contratempos. Então, se organize, mas esteja sempre com o passaporte e todos os seus documentos em mãos, em caso de precisar deles.

Se você tiver alguma dica de lugar para visitar que se encaixe no roteiro de 7 dias pelo Canadá, deixe nos comentários a sua sugestão. Caso já tenha ido para alguma das cidades acima, comente a sua experiência com o destino.

No site, você também encontra mais textos relacionados a esse assunto e dicas de documentação necessária para viagens pelo Canadá!

Topo