Quais os tipos de visto para o Canadá?

Antes de começar a planejar uma viagem ao Canadá, é importante saber que existem diferentes tipos de visto canadense. Não importa qual seja o propósito do passeio, escolher o tipo certo de visto é o primeiro passo para quem deseja conhecer o país.

Desde fevereiro de 2014, todos os vistos emitidos pelo governo canadense permitem múltiplas entradas, tendo sido extinguido o que possibilitava apenas um ingresso no país. Então, um viajante pode ir ao Canadá quantas vezes quiser até a data de vencimento de seu visto.

Outra mudança significativa em relação aos vistos é que um grupo específico de brasileiros não precisará mais solicitá-lo para visitar o país a partir de 1º de maio de 2017. Tratam-se de pessoas que já tenham tido um visto canadense de residente temporário ou que possuam visto válido de não-imigrante dos Estados Unidos, necessitando apenas de um eTA (eletronic Travel Authorization).

Tipos de visto canadense:

É importante saber que a validade de todos os tipos de visto canadense nunca ultrapassará a do passaporte do viajante. Sendo assim, se o documento for vencer em dois anos, este será o prazo máximo que o consulado concederá ao visto.

Isso não quer dizer que será conferido um visto de dez anos caso essa seja a validade do passaporte apresentado. Cada caso é avaliado separadamente e o consulado dá o parecer final.

Conhecer os tipos de visto canadense é essencial para entrar no país.

Visto de turismo (V-1)

Este é um dos tipos de visto canadense mais procurados por brasileiros. Ele é requerido por quem vai apenas conhecer o Canadá sem pretensão de ficar por muito tempo.

Ele também pode ser solicitado por pessoas que farão cursos não acadêmicos de até 24 semanas no país, que participarão de reuniões com empresas ou congressos e outros eventos até que o visto vença.

Visto de estudante com duração de até 24 semanas (SX-1)

Quem pretende realizar cursos acadêmicos no Canadá com duração de até 24 semanas, como um de idiomas, deverá solicitar este visto.

Além da documentação exigida para um visto de turismo, o consulado também solicita uma carta de aceitação escolar, que precisar ser anexada junto aos outros documentos.

Qualquer pessoa que possui um visto de residência temporária, incluindo este e o de turismo, não pode trabalhar no país. Isso só é permitido em casos de cursos de graduação e pós-graduação.

Se um aluno de idiomas quiser continuar no Canadá por conta de um curso superior, faz-se necessário solicitar uma permissão de estudos.

Entretanto, isso não é recomendado tendo em vista o grande número de recusas. Então, qualquer solicitação desse gênero deverá ser feita fora do território canadense.

Visto de negócios (B-1)

Este é o visto que deve ser solicitado quando um viajante objetiva visitar empresas, participar de eventos ou conferências, atuar como representante de vendas com data específica para voltar ao seu país de origem.

O solicitante do visto de negócios precisa apresentar um comprovante em nome de alguma empresa que tenha negócios no país ou que contrate produtos ou serviços de empresas canadenses. Isso é necessário para atestar que a intenção não é a de procurar um emprego no Canadá.

Após estar com o visto em mãos, o requerente poderá entrar e sair do país quantas vezes quiser até que o visto vença.

Visto de Trânsito (VH-1)

Se um viajante comprar uma passagem aérea que tenha uma conexão ou escala no Canadá, será necessário solicitar um visto de trânsito.

Ele permite que o viajante permaneça no Canadá por até 48 horas. Quem possuir esse tipo de visto canadense poderá transitar pelo país durante esse período de tempo sem problemas.

Como o objetivo deste visto é possibilitar a conexão de algum voo, é imprescindível a apresentação de informações detalhadas do itinerário de toda a viagem.

Em relação a cruzeiros que passam pelo Canadá, o visto a ser solicitado é o de turismo.

Permissões Canadenses

Além dos vistos supracitados, existem alguns que são chamados de “permissão” pelo governo do Canadá. Eles são conhecidos como Visto Parent and Grand Parent (Super Visa), Permissão de Estudos (Study Permit) e Permissão de Trabalho (Work Permit).

A permissão de trabalho canadense é necessária para quem pretende trabalhar no país.

Permissão de Estudos (StudyPermit)

Quando uma pessoa vai estudar por mais de 24 semanas no Canadá, ela precisa solicitar este visto, independentemente de querer estudar idiomas, participar de programas que incluem estudo e trabalho ou ingressar em uma escola ou universidade.

Apenas quem possui visto para fazer uma graduação ou pós-graduação poderá trabalhar por até 20 horas por semana no país sem precisar solicitar um visto de trabalho.

Quem vai apenas estudar no país deverá requerer o visto S-1. No caso de estudo e trabalho, o código é SW-1.

Visto Parentand Grand Parent (Super Visa)

O Super Visa pode ser solicitado por pais e avós de moradores canadenses que tenham cidadania ou residência permanente no país.

A diferença entre o visto de turismo e o PG-1 é que este dá o direito de permanência ininterrupta em solo canadense por até dois anos, sem que o solicitante tenha que renovar a documentação de permanência no país. Porém, o visto também tem a validade do passaporte.

Para solicitar este visto, é necessário que o viajante apresente uma carta de seu filho ou neto que garanta que eles têm condições mínimas de manter seus pais ou avós. Além de ter um convênio médico canadense e realizar os exames médicos que são exigidos pela imigração.

Permissão de Trabalho (WorkPermit)

Quando um visto de trabalho para o Canadá é solicitado, ele fica na dependência de vários fatores que precisam ser levados em conta no momento de sua requisição.

A pessoa que possuir uma oferta de trabalho em uma empresa canadense, uma bolsa remunerada de algum curso de graduação ou pós-graduação ou matrícula em cursos onde a grade curricular exige um estágio ou trainee, deverá solicitar esse tipo de visto canadense.

No caso de um convite de trabalho, é necessário que o solicitante apresente uma carta institucional com todas as informações sobre a vaga.

Você já conhece o eTA visto para o Canadá? Agora ficou fácil viajar para o país. É rápido e, o melhor, tudo online! Entre em contato para mais informações.

Após saber informações sobre os tipos de visto canadense, basta juntar a documentação necessária e solicitar o visto pretendido. Comente abaixo sobre sua viagem e continue seguindo nossas publicações para saber mais sobre o Canadá!

Topo