federal skiled worker

Tudo sobre o Express Entry

Posted in Educação, Emprego

O Express Entry é um sistema de pontuação criado pelo governo do Canadá com o intuito de organizar e processar solicitações de candidatos estrangeiros que desejam imigrar para o país. E, por consequência, adquirir sua residência permanente.

Esses cidadãos estrangeiros devem preencher os requisitos solicitados no programa. O principal deles é oferecer uma mão-de-obra qualificada e que consiga preencher as lacunas existentes nas empresas canadenses.  

É justamente através desse sistema, lançado no primeiro dia do ano de 2015, que o governo consegue ter o controle dos pedidos de residência permanente no Canadá. Ou seja, quem quiser conquistar esse sonho deverá se candidatar via Express Entry.

O sistema gerencia aplicações para três grandes programas de imigração econômica canadenses. As categorias são: Federal Skilled Worker (FSW), Federal Skilled Trades (FST) e Canadian Experience Class (CEC). Por outro lado, há a opção de se candidatar por província, o chamado Provincial Nominee Program.

Express Entry é um sistema criado pelo governo do Canadá que visa a imigração de candidatos qualificados. Foto: Aysa Immigration

Como funciona o Express Entry?

Antes de mais nada, a pessoa interessada em imigrar para o Canadá deverá entender se ela é elegível para se candidatar ao programa. Depois, verificar se é elegível em qualquer uma das categorias citadas anteriormente.

Em caso afirmativo, basta enviar uma Expression of Interest (EOI), uma espécie de perfil preenchido para que o sistema analise a pontuação através do Comprehensive Ranking System (CRS).

Em outras palavras, o candidato deve preencher as exigências solicitadas pelo governo do Canadá para receber uma pontuação. São esses pontos que o colocará em uma certa posição no ranking. A pontuação máxima alcança os 1200 pontos.

Já os critérios analisados são baseados em idade, proficiência de idioma (Inglês e/ou francês), nível de escolaridade, experiência profissional, entre outros quesitos. O mesmo se aplica ao cônjuge no caso do postulante principal ser casado, o que faz crescer a pontuação.

Quanto mais preparado e qualificado for o candidato, melhor ranqueado ele ficará em meio a tantos outros candidatos de todo o mundo. Ao atingir uma pontuação acima da nota de corte, ele terá uma grande chance de receber a Invitation to Apply (ITA).

A cada duas semanas aproximadamente, o governo canadense realiza um sorteio no qual são emitidos convites para solicitar a ITA para residência permanente aos perfis de mais alto nível no grupo de candidatos no Express Entry.

Ao receber uma ITA, o candidato poderá enviar uma inscrição completa para residência permanente no Canadá, que será processada dentro de quatro a seis meses.

No entanto, ele deverá também comprovar através de documentos oficiais a veracidade das informações no sistema em um período de até 90 dias. A aprovação para a residência permanente depende da análise desses documentos.

Categorias do Express Entry

O Federal Skilled Worker é o principal caminho de imigração econômica do Canadá. O programa oferece a trabalhadores qualificados e seus cônjuges e filhos a oportunidade de se tornarem residentes permanentes no país.

Com base nas informações fornecidas em seu perfil, os postulantes ao FSW obtêm uma pontuação no Comprehensive Ranking System (CRS) do Express Entry, que determina sua classificação no pool de candidatos elegíveis.

Para se qualificar ao programa Federal Skilled Worker, o candidato em potencial deve atender aos requisitos mínimos de trabalho, habilidades no idioma, educação e obter pelo menos 67 pontos na grade de 100 pontos da categoria.

Desde o lançamento do sistema Express Entry, o candidato FSW com a classificação mais baixa a receber um ITA possuía uma pontuação de 413 pontos no geral. Portanto, alguém com uma pontuação abaixo desse valor deve buscar opções para melhorar o resultado.

Quanto ao Federal Skilled Trades (FST), o indivíduo com uma oferta de emprego válida ou um certificado de qualificação está apto a obter residência permanente em qualquer província ou território canadense, com exceção de Quebec.

Quem desejar viver somente na província de Quebec deverá participar do programa Quebec Skilled Workers. Nesse caso, os candidatos qualificados que pretendem residir em Montreal ou em outra cidade da província são avaliados sob um sistema diferente em relação àqueles que desejam se estabelecer em outro lugar no Canadá.

Os trabalhadores estrangeiros qualificados ou graduados em Quebec podem solicitar a imigração de acordo com o que o governo local chama de Regular Skilled Worker Program, também conhecido como Quebec Skilled Worker Program (QSWP).

Para os interessados no Canadian Experience Class (CEC), é importante estar ciente que os trabalhadores estrangeiros temporários que já atuam no país são os candidatos ideais à imigração. O governo entende que, além da experiência profissional canadense, esses indivíduos já se estabeleceram na sociedade local e movimentam redes importantes em suas comunidades e carreiras.

Já em relação ao Provincial Nominee Program, saiba que cada província e território canadense (exceto Nunavut e Quebec) tem seu próprio programa provincial de candidatos. Cada um desses programas possui pelo menos um fluxo de imigração alinhado ao Express Entry.

O Federal Skilled Worker é o principal programa de imigração econômica para o Canadá.

O que é solicitado no Express Entry?

Como se trata de um programa de extrema seriedade, já que envolve solicitações de imigração por meio de mão-de-obra estrangeira, as exigências são rigorosas.

Portanto, confira abaixo o que o governo pede para que um candidato tenha elegibilidade ao Express Entry, independente da categoria a ser aplicada:

  • Experiência comprovada e qualificada em uma das profissões em demanda no país, oferecido pelo governo através de uma lista e atualizado de acordo com a necessidade;

  • Proficiência em inglês ou francês comprovadas por meio de certificados. Para o inglês, o IELTS (International English Language Testing System) ou o Celpip (Canadian English Language Proficiency Index Program). Para o francês, o TEF (Test d’Évaluation de Français). Caso haja como comprovar a proficiência em ambos, maior será a pontuação nesse quesito;

  • Formação acadêmica, em que a pontuação aumenta gradativamente de acordo com os certificados conquistados. Ou seja, aquele que possuir doutorado pontua mais do que aquele que possuir mestrado. E assim por diante.

  • Provar capacidade financeira para manter a si mesmo e a família, se for o caso.

Com relação aos documentos pessoais, existe uma variação do que é pedido de acordo com o programa pelo qual uma pessoa se candidata. Os solicitantes devem estar preparados ainda para fornecer documentos de viagem válidos, de preferência um passaporte.

Como aplicar para o Express Entry?

Para aplicar para o Express Entry, o candidato deve criar seu perfil no site oficial do governo e preencher um teste de elegibilidade. Ao ser aprovado, o passo seguinte é preencher os formulários disponíveis. Nesse momento, o requerente já deverá portar seu teste de proficiência de idioma e diploma reconhecido por uma instituição canadense certificada.

O postulante deverá contar com apenas um perfil. Isso está estabelecido na lei de imigração do Canadá. Criar mais de um perfil não oferece uma chance melhor de ser convidado, muito menos permitirá um convite em um programa diferente. Esse perfil pode continuar aberto mesmo que a pontuação não tenha sido suficiente em uma primeira tentativa.

Não há custo para aplicar para o Express Entry. Contudo, o candidato deverá arcar com muitos gastos para cumprir as exigências do programa, caso seja necessário. Esses gastos estão relacionados aos testes de proficiência no idioma, credenciais educacionais, relatórios policiais, exames médicos, traduções certificadas, entre outros.

E você, já aplicou para o Express Entry? Pensa em imigrar através desse sistema? Aproveite e compartilhe com a gente suas experiências e dúvidas sobre o assunto. E continue a acompanhar nossos artigos sobre o Canadá.

Topo