Quais são os principais festivais do Canadá

Posted in Entretenimento, Eta Canada Blog

O Canadá é uma nação surpreendente, conseguindo ser um polo turístico em todas as estações do ano. Seus incríveis parques e jardins são disputados por turistas e moradores durante a primavera e o outono. Já as praias fazem a festa dos visitantes no verão. E, como não poderia deixar de ser, os famosos festivais canadenses, que inundam o país durante todo ano, são algumas das melhores opções de lazer e diversão na terra das imponentes Montanhas Rochosas.

Obviamente, não é possível esquecer o inverno canadense e os seus incríveis eventos. Com apresentações para os mais variados gostos e estilos, são um show de cores e de sons, como o Snow Days, o Ice On Whyte, o Igloofest, entre várias outras, que invadem o país durante essa estação.

O mês de agosto, por exemplo, é considerado o “paraíso” dos festivais no Canadá. Festas como o Celebration of Light (em Vancouver), o Halifax Busker Festival (em Halifax) e o Canadian National Exhibition (em Toronto) são considerados eventos de primeira grandeza num país que preza pela cultura e educação, como sua própria razão de ser.

Separamos a seguir uma lista com os 10 principais festivais canadenses que acontecem por lá durante o ano todo.

Quais são os principais festivais do Canadá

1. Thanksgiving

O Thanksgiving Day, ou simplesmente “Dia de Ação de Graças”, também é celebrado no Canadá todo dia 14 de outubro, com vários eventos, shows e festas de rua. É um momento de juntar família e amigos em torno de uma bela mesa para perpetuar a velha tradição (iniciada nos idos do século XVII nos Estados Unidos) de agradecer por uma boa colheita.

Essa é também uma oportunidade de realizar uma imersão na cultura canadense, principalmente por meio de sua culinária e dos rituais que fazem parte desse dia.

O Dia de Ação de Graças é uma oportunidade de renovar a tradição de agradecer por uma boa colheita.

2. Quebec Winter Carnival

Québec, com seus mais de 500 mil habitantes, e a pouco mais de 178 km de Montreal, na província de mesmo nome, também possui um dos mais importantes festivais do Canadá: o Quebec Winter Carnival ou “Carnaval de Québec”. A festa atrai milhares de turistas anualmente, que buscam alegria, diversão e originalidade, suas principais características.

A cidade mais antiga do Canadá, e Patrimônio Mundial da Unesco, realiza o seu famoso carnaval (um dos principais festivais de inverno do planeta) sempre entre o final de janeiro e os primeiros dias de fevereiro. Espalham-se por locais predeterminados da cidade vários espetáculos, desfiles, shows pirotécnicos, feiras gastronômicas, jogos, concursos, entre outros.

São 17 dias de efervescência (ao estilo canadense, é claro!), quando centenas de eventos imperam absolutos na capital da província. As famílias se deleitam, trazendo os filhos para admirar as esculturas no gelo feitas por artistas de várias partes do mundo, além das diversas atividades na neve, como a patinação no gelo.

O Carnaval de Québec é um dos principais festivais de inverno do planeta.

3. Canada Day

O “Dia do Canadá” é um festival ou comemoração que celebra uma espécie de “fundação” do país. Nessa data, comemora-se a publicação do Ato Constitucional de 1867 (à época o “Ato da América do Norte Britânica”), que tornava as colônias de Nova Escócia, Nova Brunswick, o Baixo Canadá e o Alto Canadá uma só possessão do Império Britânico: a “Província do Canadá”.

A comemoração já foi chamada de Dia do Domínio. Porém, em 1982 o parlamento sancionou a “Lei do Canadá” (que deu o atual nome à festa) e praticamente abriu caminho para uma verdadeira explosão de shows, desfiles, festas, apresentações e concursos. As comemorações também se espalham por todas as províncias, além de outros países que possuam uma comunidade canadense.

Para quem vem de fora, essa é uma excelente oportunidade de conhecer um pouco mais das tradições e da cultura do país.

O Canadá Day comemora o início da existência do Canadá como país.

4. Victoria Day

Já o Victoria Day transformou-se numa espécie de festival canadense (hoje um feriado) em homenagem ao aniversário da Rainha Vitória (1819-1901).

A “Queen Victoria”, como é conhecida em terras inglesas, subiu ao trono britânico quando tinha apenas 18 anos (em 1837), sob o lema “Paz e Abundância”, tornando-se, por isso, um símbolo de mudança no país ao longo dos seus 63 anos de reinado.

Um reinado que, de tão longo, ficou conhecido como a “Era Vitoriana”, repleta de casos, lendas e histórias contadas em diversas obras literárias.

Hoje, inúmeros eventos, desfiles, paradas, shows, concursos, queima de fogos e demais atividades, fazem a alegria de nativos e turistas que, sempre na última segunda-feira antes do dia 24 de maio (dia do seu nascimento), invadem o país para fazer do Victoria Day uma das festas mais importantes e tradicionais da América do Norte.

Um dos mais importantes festivais do Canadá, o Victoria Day comemora o aniversário da Rainha Vitória.

5. Festival Internacional de Jazz de Montreal

Se o Canadá figura em quase todas as listas dos 10 países mais felizes do mundo, Montreal, sem dúvida, está entre as 10 + do Canadá.

Esta é a cidade onde os habitantes são mais dispostos a sair e “curtir a vida” – e não por acaso é lá onde se realiza todos os anos um dos maiores festivais do Canadá e do Mundo: o Festival Internacional de Jazz de Montreal.

O evento é muito mais que um show de jazz, é um verdadeiro desafio de resistência musical. Possui cerca de 500 apresentações (sempre entre os dias 28 de junho e 8 de julho) dos mais variados estilos (pagos e gratuitos), dentre eles o blues, rock, reggae, música eletrônica e, obviamente, as maiores estrelas do jazz mundial.

Desde o final dos anos 70, o festival é referência do estilo no mundo, e só em 2016 atraiu 2 milhões de pessoas –apenas para confirmar o título de maior evento de jazz do planeta, segundo o Guinness Book.

O evento é o maior festival de jazz do mundo, segundo o Guinness Book.

6. Edmonton International Fringe Theatre Festival

O Fringe Theatre Festival é o maior festival canadense dedicado ao teatro, e o pioneiro na América do Norte. São cerca de 200 peças em vários espaços da cidade de Edmonton (província de Alberta), sempre entre os dias 11 e 21 de agosto. O destaque vai para as incríveis apresentações do “Old Strathcona” – uma famosa localidade histórica da cidade.

Desde o início dos anos 80, o evento é sinônimo do verão canadense, com inúmeras apresentações. As pessoas podem deleitar-se com os principais clássicos mundiais do gênero, além de musicais, shows de ilusionismo, stand up comedy, entre outros.

Os interessados podem apreciá-las nos teatros (com ingressos a US$ 14 dólares) ou aproveitar as inúmeras apresentações gratuitas ao ar livre, que acontecem em praças e parques, repletos de uma vegetação exuberante, além de limpos, seguros e, obviamente, com o charme característico dos parques canadenses.

O Fringe Theatre Festival é sinônimo do verão em Edmonton.

7. Toronto International Film Festival (Tiff)

O Toronto International Film Festival é o maior festival de cinema do Canadá e um dos maiores eventos desse gênero no mundo. É uma espécie de “preaquecimento” para o Oscar (sempre no início de setembro), onde desfilam as principais estrelas de Hollywood— muitas delas candidatas ao prêmio.

Para se ter uma ideia da importância do evento, inúmeros filmes lançados acabam ganhando a estatueta, como: Carruagens de Fogo (1981), Beleza Americana (1999), Ray (2004), entre vários outros.

E, como se não bastasse, os visitantes ainda podem apreciar os vários eventos paralelos ao festival (todos ligados ao cinema), como: bate-papos, apresentação de documentários, seminários, palestras, discussões, além da oportunidade de interagir com artistas e diretores após a exibição de determinados filmes.

Visitar o Canadá durante o outono e não conhecer o evento é considerado uma verdadeira heresia, independentemente da sua afinidade com o cinema, pois trata-se de um grande acontecimento de Toronto, e que, sem dúvida, também ajuda a mostrar um pouco da cultura e dos costumes do povo canadense.

Dada sua importância, o Tiff é considerado uma espécie de “preaquecimento” para o Oscar.

8. Natal

Montagem da árvore, iluminação especial por toda a cidade, comidas típicas canadenses, roupas de natal, são várias as particularidades que diferenciam essa festa das demais que acontecem mundo afora. A comemoração em si é realizada apenas em 25 de dezembro, já que o dia 24 é considerado praticamente uma data qualquer.

É, sem dúvida, a época mais especial no Canadá. O mês de dezembro é simplesmente uma maratona de festas, apresentações de corais, festivais de inverno, shows de luzes em praticamente todas as cidades, entre inúmeros outros eventos que fazem do fim de ano no país um dos mais especiais e comoventes do mundo.

A iluminação é o grande diferencial do natal canadense, sendo uma das tradições mais caras do país, seguida à risca em todas as suas províncias e regiões, como a Nathan Phillips Square, a Yorkville, a Hudson’s Bay, a Yonge Street, entre outras localidades tradicionais.

Toronto, por exemplo, é a “cidade das luzes”, com seus prédios, árvores, monumentos, entre outros símbolos que, enfeitados com uma iluminação especial, transformam-se em eventos à parte durante as celebrações natalinas.

Luzes, muitas luzes! Essa é a grande marca do natal canadense.

9. Edmonton Folk Music Festival

Um dos maiores festivais do Canadá e um dos mais importantes eventos sobre folclore do planeta, é realizado durante 4 dias (sempre no segundo fim de semana de agosto) na cidade de Edmonton, Província de Alberta.

Um acontecimento que move toda a cidade desde o início dos anos 80, quando 2 diretores artísticos, Don Whalen e Mitch Podolak, decidiram transformar completamente a cena artística local.

Hoje, a “Festival City” (como Edmonton também é conhecida) reúne todos os anos artistas de vários gêneros além do folk, como o blues, gospel, música celta, bluegrass, entre outros, que embalam os milhares de turistas e moradores.

O festival possui espaços reservados (e pagos) para concertos, área para bandas alternativas, além de barracas de artesanato, uma disputada cervejaria, tendas de alimentos, entre outros.

O curioso é que todo o festival é realizado com a participação de mais de 2000 voluntários, que se encarregam de dar orientações, manter a limpeza, participar da produção, segurança, entre outros detalhes que, de outra forma, tornariam o evento bem mais dispendioso e, obviamente, menos acessível.

O Edmonton Folk Music Festival é considerado como um resgate das tradições musicais da América do Norte.

10. Hot Docs

Por fim, este que é considerado o maior e mais importante festival de documentários, não só do Canadá, mas de toda a América do Norte.

São mais de 200 produções de artistas de todas as partes do planeta à disposição dos mais de 150 mil visitantes, que acompanham esse evento realizado todos os anos na cidade de Toronto.

É, na verdade, uma mistura de feira e festival, onde também podem ser realizados negócios na área do entretenimento cinematográfico por meio de conferências em áreas específicas, como o “Hot Docs Fórum” e a “Doc Shop” — criados especialmente para profissionais interessados em exibir os seus trabalhos e fechar contratos.

O Festival geralmente ocorre entre o final de abril e o início de maio, com diversas mostras locais e estrangeiras (com direito a premiações), além de outras apenas para exibições nos diversos espaços disponibilizados na cidade.

Um dos grandes méritos do evento é também ser uma referência para o Oscar, já que os vencedores nas categorias documentário e “curtas” recebem uma espécie de qualificação, que lhes permite constar numa pré-lista de indicados à estatueta.

Quem participa do “Hot Docs” é um sério candidato à constar na pré-lista do Oscar.

Essa foi a nossa lista com os principais festivais do Canadá. Mas, e a sua? Deixe sua opinião e comentários logo abaixo. E não deixe de acompanhar as nossas publicações!

Topo