O que fazer para ter uma grana extra – Confira nossas 7 dicas

Posted in Emprego, Eta Canada Blog

Como ter renda extra no Canadá? Seja onde for e independentemente da maneira pela qual isso seja feito, esse assunto é muito intrigante. Afinal, é um desejo que os imigrantes costumam ter.

Viver em outro país, por si só, é desafiador e nem sempre é possível receber dinheiro da família no Brasil, principalmente por falta de condições financeiras.

A boa notícia é que é possível conquistar essa verba, mesmo em outro país. Essa quantia pode ser usada para incrementar um valor já planejado antes da viagem ou para cobrir despesas básicas e pagar as contas.

As opções de trabalho no Canadá são muitas e variadas. Foto: Fran 1

Ainda é possível fazer os chamados “bicos” enquanto o emprego definitivo não vem.

A seguir, você saberá como ter renda extra no Canadá e se tranquilizar em relação ao próprio sustento durante sua estadia no país.

7 dicas para ganhar dinheiro no Canadá

Algumas das possibilidades podem ser pesquisadas e encaminhadas antes da viagem ao país, ainda no Brasil. O mais interessante é a variedade de serviços exigidos por pessoas físicas e jurídicas.

Você também pode trabalhar de forma remota, a partir de casa. Essa pode ser uma alternativa interessante, mesmo com a facilidade de locomoção que a maior parte das cidades canadenses oferece.

Acompanhe a partir de agora 7 oportunidades e escolha a que mais está de acordo com o seu perfil e suas aptidões.

1 – Au Pair

Essa é uma opção perfeita para quem deseja estudar em outro país, aprimorar o idioma local e ainda por cima receber pelo seu trabalho. Geralmente, o perfil procurado para esse tipo de serviço é de pessoas jovens, que gostem de crianças.

O programa de au pair, popular em muitos países, permite que o estudante permaneça em uma casa de família, normalmente por um ano, e cuide das crianças. A convivência possibilita uma verdadeira imersão no inglês ou francês (considerando que ambas as línguas são oficiais no Canadá), o que é ótimo para complementar um curso feito no país e/ou até um conhecimento prévio.

Algumas famílias podem pedir para que sejam feitos alguns trabalhos domésticos, principalmente os mais leves, pois as crianças sempre são prioridades. Isso pode ser formalizado no contrato de au pair, firmado entre ambas as partes antes da estadia.

Embora não haja uma regra que determine a jornada de trabalho de uma pessoa nessa função, o mais comum é que sejam dedicadas de 25 a 30 horas semanais. Pode haver um bônus de 3 noites nesse período, caso os pais precisem sair sozinhos.

No Canadá, a remuneração é aproximadamente de 25% do salário mínimo praticado na província onde a família vive. Como os ordenados são pagos por hora, quanto mais tempo dedicado aos serviços, maior é o salário.

Vale lembrar que é direito ter um dia de folga por semana, que pode variar, mas uma vez por mês deve ser o domingo. As férias são de duas semanas para cada seis meses trabalhados.

O au pair deve ficar em um quarto individual da casa onde vive. É preciso que ele esteja fazendo um curso de idiomas simultaneamente ao trabalho e os empregadores devem disponibilizar tempo para tal. Tanto os custos com o curso quanto outras despesas ficam geralmente por conta do interessado.

2 – Worldpackers

Essa é mais uma boa opção, mas não necessariamente para ter uma renda extra no Canadá. Nesse caso, você trabalha, mas não exclusivamente para receber dinheiro, e sim para poder se hospedar em diversas cidades.

Dessa forma, é possível conhecer todo o Canadá e ainda observar as particularidades de cada cidade.

Através do site da empresa, os interessados podem se cadastrar, tanto como turista quanto como anfitrião. Os locais de trabalho são muitos e variados: ONGs, projetos sociais, albergues, pousadas e pequenos empreendimentos de todos os tipos.

Apesar de ser uma excelente oportunidade de conhecer o Canadá, é preciso ter um cuidado especial com pessoas que exploram a mão de obra alheia ao desrespeitar acordos. Um sonho nunca pode se tornar um pesadelo.

A plataforma Worldpackers cobra uma taxa que oscila entre US$ 10 e US$ 50 a cada viagem. Isso funciona como uma forma de reduzir o número de pessoas que firmam compromisso com uma empresa e não aparecem para trabalhar.

3 – Workaway

Essa também é uma maneira de conseguir uma ocupação no Canadá e ter uma hospedagem e suporte para conhecer muitos lugares. Praticamente tudo é oferecido: funções relacionadas à agricultura, cuidar de crianças, cozinhar ou programar e administrar sites na internet.

É importante lembrar que esta é uma troca: o viajante trabalha e recebe em hospedagem, e não em dinheiro, como por exemplo, o au pair. No entanto, o Workaway conta com uma vantagem interessante: não há limite máximo de idade, ao passo que, para cuidar de crianças, geralmente é preciso ter até 25 anos.

A jornada de trabalho é de 4 a 5 dias por semana, com o mesmo tempo de horas diárias. Algumas vagas são temporárias e podem ser de 15 dias, um mês ou um tempo menor ou maior. Tudo é estabelecido de acordo com o empregador.

Serviços que exigem uma formação específica também podem estar à disposição. Através deste link, você pode ter mais informações a respeito (em inglês).

4 – Ask for task

Essa é uma plataforma exclusiva para quem deseja encontrar uma ocupação em território canadense. Através dela, é possível encontrar funções sempre úteis para trabalhar, como limpeza de casas e estabelecimentos, manutenção de grama, pintura de casas e montagem de móveis.

Além disso, são requeridos encanadores, pedreiros e todos os profissionais relacionados a serviços de ajuda geral.

A plataforma permite que sejam disponibilizados serviços gerais, como os de jardinagem.

A plataforma está disponível tanto para pessoas que buscam uma ocupação, quanto para quem precisa de alguém para ajudar nas ocupações mencionadas.

Além de aproximar quem precisa dos serviços e está disposto a fazê-los, é possível ainda estimar o valor a ser cobrado e, para quem procura um profissional, encontrar o mais capacitado e próximo geograficamente.

O mecanismo é bem similar ao de alguns aplicativos usados com propósitos totalmente diferentes. Profissional e solicitante são encontrados através de um ‘match’. A quantia é paga apenas após o fim do serviço, mas, para quem deseja ter uma renda extra no Canadá, é uma excelente ferramenta.

5 – Freelancer

Essa é uma das maneiras mais conhecidas e viáveis para contar com um dinheiro extra no Canadá. Muitos serviços são feitos de forma remota, logo, é possível trabalhar em casa ou em qualquer outro local que ofereça as condições necessárias (em boa parte das vezes, uma conexão com a internet).

Ser freelancer é ótimo para quem deseja ter uma renda extra no Canadá, mas é preciso ter cuidados se o empregador for local.

Outra vantagem dessa forma de trabalho é a chance de fazer a própria agenda, pois as tarefas podem ser realizadas a qualquer momento.

Entretanto, estrangeiros devem prestar bastante atenção a um aspecto: a quantidade de horas dedicadas aos projetos. Estando no Canadá e prestando serviços para um empregador do país, a carga horária estabelecida no visto deve ser respeitada.

Alguns sites oferecem essas oportunidades e aproximam profissionais e empregadores.

Existem duas alternativas para quem solicita o visto de trabalho no país: trabalhar part-time (20 horas semanais) ou integralmente (o dobro de tempo). Assim, se o imigrante já tiver uma ocupação de meio período em uma empresa, não pode prestar serviços como freelancer, pois essa atividade ultrapassa o limite previamente definido.

Isso pode causar atritos e problemas, principalmente para quem pretende permanecer por muito tempo no Canadá.

Contudo, a situação muda caso a empresa para o qual os serviços são prestados seja brasileira. Mesmo se um indivíduo estiver em um emprego durante 20 horas semanais, pode conciliar com os projetos como freelancer. Nem mesmo é necessário um visto específico.

6 – Call Center em casa

Essa forma de ter renda extra no Canadá é nova e está em franco crescimento. Trata-se de uma solução que as empresas encontraram para ter seus colaboradores sempre motivados e manter o alto nível de seus atendimentos.

Assim como a atividade de freelancer, o horário é flexível. Porém, os empregadores adotam uma metodologia de trabalho que deve ser seguida à risca pelos funcionários. Desta maneira, é necessário passar por um treinamento, para que tudo seja devidamente alinhado.

Quem trabalha com call center em casa deve passar por um treinamento e ter bastante disciplina. Foto: Gerd Altmann

Os dados dos clientes podem ser armazenados na nuvem, a fim de que os operadores remotos tenham acesso a todas as informações necessárias para desempenhar o seu trabalho. Ferramentas que permitem um pré-atendimento por robôs ou uma variedade de canais para realizar e receber chamadas também podem ser utilizados.

Geralmente, o contato inicial se dá diretamente com a empresa contratante.

7 – Investimentos

Assim como no Brasil ou em qualquer lugar do mundo, é possível ter uma renda extra no Canadá apenas investindo. As opções são muitas e podem ser feitas através de bancos ou corretoras.

Escolher uma ou mais cidades e acompanhar a Bolsa de Valores pode ser uma boa saída. Em algumas delas, você pode investir ainda no Brasil, à distância – nesse caso, é necessária a intervenção de um intermediário junto à corretora.

Não precisa ter uma grande verba para começar a investir. Aproximadamente 100 dólares canadenses são suficientes. O melhor é que especialista pode ser consultado sem custo algum.

Dentre as opções disponíveis, se destacam:

  • Tax Free Saving Accounts (TFSA/CELI) – É um investimento de curto prazo e não há cobrança de impostos, desde que seja obedecido o limite previsto.
  • Registered Retirement Savings Plan (RRSP/REER) – Programa de aposentadoria local. Tem um limite de contribuição de 18% da renda bruta e, se não ultrapassar o teto, a contribuição pode ser deduzida no imposto de renda.

Você acabou de conferir 7 formas diferentes de como ter uma renda extra no Canadá. Para ter mais informações sobre o país e como trabalhar, estudar e viver nele, acompanhe os artigos já publicados e também os novos, que trazem sempre um conteúdo exclusivo.

Topo