Neve: comer ou não comer, eis a questão

Posted in Entretenimento, Eta Canada Blog

Por que não devo comer neve?

A formação do floco de neve se dá a partir de uma pequena partícula de poeira, de sal, de esporos fúngicos ou mesmo de poluição. Tudo isso ocorrendo em temperatura e humidades adequadas.

Essas pequenas partículas vão se unir à água quando ocorre um processo conhecido como sublimação, em que todo o vapor de água existente no ar condensa (solidificando) e a partícula vai crescendo. Ou seja, neve nada mais é do que água e sujeira.

Alguns especialistas afirmam que essas partículas são as mesmas que entram em seu organismo pela respiração e que a neve é formada, principalmente, por água limpa, podendo, portanto, ser ingerida em pequenas quantidades quando estiver branquinha e fresca.

Veja nesse artigo os principais motivos para não comer neve, por mais atraente que a ideia possa ser.

Uma boa forma de entender essa questão é comparar a neve com a água da chuva, que também contém muitos poluentes e partículas diversas presentes no ar. Não é recomendado ingerir essa água sem antes fervê-la ou filtrá-la, certo? Então, por que seria diferente com a neve?

Mas, se mesmo sabendo disso você ainda quiser experimentar essa iguaria, é melhor tomar cuidado, uma vez que outras substâncias e organismos podem estar presente na neve. E se você não quiser correr o risco de ter algum imprevisto durante a sua viagem, o melhor a fazer é não comer neve.

Veja a seguir quais são esses organismos e substâncias que podem ser prejudiciais à sua saúde.

Presença de poluição

As partículas de poeira, e consequentemente de poluição, são quase que a base para a formação da neve. Pensando nisso, é possível afirmar que próximo a centros urbanos, principalmente daqueles com grande concentração de veículos e indústrias, a quantidade de poluentes será maior no ar e na neve formada.

Alguns desses poluentes podem ser muito prejudiciais ao organismo, mesmo se ingeridos em pequenas quantidades.

Há relatos de cidades que ficaram cobertas por neve de coloração esverdeada devido a grande quantidade de produtos químicos e tóxicos presente no ar na região.

A neve pode conter insetos

Outro motivo para não comer neve é que ela pode conter insetos. Pode parecer mentira, mas não é. Há diversos insetos que são especializados e podem suportar as baixas temperaturas da neve, são as chamadas pulgas de neve.

Esses insetos podem ser muito pequenos e pouco visíveis a olho nu. Mas eles provavelmente estarão lá.

Portanto, a menos que você queira uma dose extra de aventura na sua viagem, é melhor não comer neve.

Algas podem provocar a mudança de cor da neve

As algas também podem estar presentes nos flocos de neve, e as vezes a quantidade é tão grande, que é suficiente para mudar a cor de branco para rosa.

Nesses casos, o melhor a fazer é não comer neve.

Neve amarelada pode ser um sinal de bactérias

Se por um lado algumas pessoas dizerem que neve fresca pode ser considerada um “bom lanchinho”. Por outro, após alguns dias em contato com o solo e com o ar, não apenas as partículas de poeira vão se acumulando, mas também as bactérias.

É preciso lembrar que a neve estará em contato com o solo, com excrementos de animais, e essa pode ser a combinação perfeita para muitas bactérias proliferarem ali. Ou seja, após uma semana esse “lanchinho” não é mais tão saudável assim.

Um sinal claro de que há contaminação por bactérias na neve é quando ela fica com uma coloração amarelada. Mas quando se tratarem de pequenas manchas amareladas, há grande chance de ser apenas de urina. De uma forma ou de outra, é melhor não comer a neve.

Cuidados

Comer neve para evitar a desidratação é um mito de sobrevivência que não pode ser levado a sério, e que pode inclusive provocar a morte.

Algumas fontes afirmam que comer a neve ajuda a saciar a fome, mas na verdade ela pode baixar a sua temperatura corporal. Podendo até mesmo levar a hipotermia. E se você estiver perdido em uma floresta durante o inverno vai querer manter a sua temperatura o máximo possível.

Entenda os cuidados necessários para comer neve, caso seja extremamente necessário.

Além disso, quando a neve fica chão por um longo período, provavelmente ela estará repleta de bactérias e outros organismos que poderão te deixar doente.

Outro ponto importante é que a ingestão de neve pode provocar queimaduras na boca e comprometer a ingestão de líquidos e alimentos.

Se for realmente necessário se hidratar e a neve for a única opção, então a recomendação é derreter um pouco da neve e beber apenas o líquido, de preferência quando não estiver mais tão gelado.

Apesar desta ser a principal recomendação, quando a neve derrete ela libera as diversas substâncias que estavam misturadas à água congelada. E muitas dessas substâncias podem ser bastante prejudiciais à saúde.

Para isso, utilize um recipiente e derreta uma pequena quantidade de neve, e somente depois que ela estiver derretida é que vai acrescentando mais neve. Se encher o recipiente de neve, conforme ela vai derretendo forma um oco no meio e não vai derreter.

Entendeu porque não se deve comer neve? Se ainda estiver com alguma dúvida, escreva nos comentários abaixo. Compartilhe nas suas redes sociais e marque os seus amigos que acreditam que comer neve é uma boa ideia.

Topo