Lagos do Canadá: conheça os 6 mais lindos

Posted in Eta Canada Blog, Fauna e Flora

O Canadá é reconhecido mundialmente pela sua geografia, considerada uma das mais belas do planeta. As cadeias de montanhas dos Apalaches, Torngats, as Montanhas Rochosas, a Cadeia Costeira, os montes Pelly e Elias, os seus extensos prados e planícies centrais, além dos famosos lagos canadenses (que abrangem cerca de 7,4% do território do país) estão entre os pontos turísticos mais visitados do mundo.

Não é difícil entender por que um dos principais atrativos do Canadá – e sem dúvida, dos mais marcantes -são as suas paisagens, resultado de uma curiosa variedade geográfica, que chama a atenção pelas férteis e exuberantes planícies, pelas majestosas montanhas nevadas, as misteriosas e inexpugnáveis florestas de tundra e boreal.

Além, é claro, dos rios, vales, fauna e flora incomparáveis, que fazem do país um dos mais visitados por turistas dos quatro cantos do planeta.

Especificamente com relação aos seus inúmeros lagos, o país gaba-se de possuir alguns dos mais belos exemplares já produzidos pela natureza, com suas águas que, ora apresentam-se de um verde-esmeralda belíssimo, ora extasiam os visitantes com os seus originais tons azul-turquesa, formando paisagens que, de tão belas, mais se assemelham a obras de arte.

Os mais extensos fazem parte dos chamados “Grandes Lagos”, que se localizam entre os Estados Unidos e o Canadá.

Entre os principais, estão o Grande Lago do Urso, o Superior, o Grande Lago dos Escravos, o Lago Ontário, o Erie, Huron, entre outros que, apesar da sua importância, se mantêm congelados durante boa parte do ano, e por isso possuem uma importância mais histórica do que turística.

Na verdade, a opinião da maioria das pessoas que já visitaram o país é a de que deslizar sobre as águas tranquilas dos lagos canadenses, a bordo de um caiaque ou de uma canoa, é um roteiro obrigatório durante uma visita ao país. Uma experiência que geralmente deixa marcas indeléveis na alma de quem tiver a oportunidade de conhecer essa nação símbolo de civilidade, prosperidade e belezas naturais.

Abaixo, segue uma lista com os mais belos lagos canadenses, segundo a opinião dos turistas e habitantes do país.

Os 8 lagos mais lindos do Canadá

1. Lake Louise

O Lake Louise ou Lago Louise é considerado uma das mais belas obras de arte da natureza. De tão belo, consegue rivalizar com o próprio Parque Banff (onde está localizado) —  um colosso com mais de 5 mil km² de extensão, incrustado em meio às Montanhas Rochosas Canadenses.

O lago, além das suas próprias belezas naturais, ainda oferece um entorno dos mais sublimes, cercado pelas exuberantes montanhas nevadas, por uma vegetação rica e exótica, além de uma fauna característica da região.

É, sem dúvida, o lago mais famoso do Canadá, muito por conta da sua beleza, mas também da sua localização.

O lago também é famoso pelas inúmeras atividades que os seus quase 2,5 km de extensão e 90 m de profundidade proporcionam aos visitantes. São os disputados passeios de canoa ou caiaque no verão, a patinação sobre o lago congelado durante o inverno, locais reservados para pesca, ciclismo, trilhas, esqui, entre outras inúmeras atividades ao ar livre.

Se não bastassem as suas belezas naturais, o Lago Louise ainda exibe um entorno dos mais ricos do Canadá.

Reza a lenda que a famosa empresa fotográfica Kodak precisou testar a qualidade de um tipo de filme que ela recentemente havia produzido, e a paisagem escolhida foi a visão esplendorosa do Lake Louise.

Para realizar a missão, a empresa selecionou alguns dos seus melhores profissionais para que tirassem diversas fotos do lago, a fim de testar a capacidade que teria o filme de valorizar as cores da paisagem fotografada.

O resultado foi tão surpreendente – e as cores tão intensas -, que os técnicos, ao receberem as fotos, acharam que o filme apresentava problemas de saturação de cores. Foi preciso muita insistência dos fotógrafos para que os técnicos aceitassem o fato de que aquela era a verdadeira imagem do lago.

2. Moraine Lake

O Moraine Lake está localizado na província de Alberta, em pleno Parque Nacional Banff, a cerca de 13 km do Lake Louise. É um lago glacial, incrustado no Vale dos Dez Picos, a 1883 m de altura.

Ele compõe, junto com as Montanhas Rochosas e o Lake Louise, um dos mais belos cenários da América do Norte, e uma das mais belas paisagens produzidas pela natureza.

Mesmo não chegando a 1 km² de extensão, o Moraine é considerado um dos principais lagos canadenses. E para conhecer os seus arredores, também se recomenda o aluguel de veículos, pois só assim é possível ter acesso às belezas do seu entorno, com um sem número de atrações que ajudaram a espalhar a fama do local.

O acesso ao lago fica disponível entre junho e setembro – já que em boa parte do inverno as estradas que dão acesso a ele são interditadas.

Para muitos, não é exagero considerá-lo o mais belo lago canadense. Na verdade, essa é uma opinião bastante comum entre os visitantes do local, que não se cansam de elogiar a beleza estonteante das suas águas azul-turquesa e da sua paisagem, onde chama a atenção, logo de cara, o Deltaform Mountain, uma maravilha da natureza, com mais de 3.400 m de altura.

É do centro do Lago Moraine que se pode ter uma ideia da sua exuberância.

Mas os seus atrativos não param por aí. O cenário é verdadeiramente impressionante! A visão que se tem das montanhas nevadas, ao fundo; os mistérios e segredos de uma densa floresta alpina; as não menos curiosas árvores de coníferas, entre outras belezas naturais, formam, juntamente com o azul-turquesa das suas águas, um ambiente considerado mágico, bem no centro da província de Alberta.

Aliás, não é de hoje que a cor das suas águas são famosas. Ela é o resultado de um fenômeno natural. Com o derretimento das geleiras no seu entorno, o rio acaba recebendo, além de água, pequenas partículas conhecidas como: rock flour ou farinha de rocha. São partículas  de rochas que, acumuladas em grandes quantidades no fundo do lago, produzem a sua cor característica.

3. Esmerald Lake

Esse é outro exuberante lago canadense, localizado na província de British Columbia, dentro do Parque Nacional Yoho. É um lago também formado por águas glaciais originárias das Rochosas Canadenses, e foi descoberto no final do século XIX, por exploradores ingleses, admirados com a riqueza da sua geografia.

No entanto, o lago também revela uma outra faceta da sua “personalidade”. E essa faceta pode ser percebida por uma apurada observação do seu relevo, que o torna um atrativo para as atividades mais radicais da atualidade, como o esqui cross country, as escaladas, longas trilhas de aventura, entre várias outras atividades que podem ser praticadas no local.

O Lago Esmeralda é muito procurado pelo seu clima tranquilo, bucólico e repleto dos mais belos exemplares da flora e fauna canadense.

O ponto alto para uma visita ao Lago Esmeralda é o verão (especialmente entre junho e agosto), pois é o período em que o lago descongela, e toda a beleza das suas águas verde-esmeralda pode ser apreciada, e ainda servir de palco para passeios descompromissados em seu entorno, ou então para a exploração de toda a sua extensão em canoas ou caiaques disponibilizados no local.

Dez entre dez visitantes consideram uma verdadeira experiência visitá-lo. A exuberância da sua vegetação, o espetáculo de um pôr do sol inconfundível, a imponência das Montanhas Rochosas ao fundo, entre outros espetáculos da natureza, são considerados eventos inesquecíveis durante o passeio.

Aqui também vale a dica dos mais experientes para que os visitantes optem pelo aluguel de canoas. Dessa forma é possível dirigir-se até o centro do lago, pois é somente dessa perspectiva que se pode entender melhor o que verdadeiramente significa essa paisagem.

4. Abraham Lake

O Abraham Lake é um lago artificial localizado na região oeste da província de Alberta, em pleno rio North Saskatchewan. Além da sua beleza em si, chama a atenção também por uma curiosidade: do seu interior podem ser avistados alguns reflexos esbranquiçados, que na verdade são formados pelo gás metano, presente em grande quantidade nas suas profundezas.

O lago tem uma extensão aproximada de 55 km, bem na base das Montanhas Rochosas, e é alvo de muita curiosidade, principalmente por essa sua característica, digamos, “explosiva”.

Entre a primavera e o início do verão o lago vai descongelando aos poucos, e o metano sobe até a sua superfície. Nesse momento, caso algum curioso decida romper algumas camadas de gelo ainda existente pela extensão do lago, poderá notar como o gás escapa visivelmente pela fenda aberta. Isso permite constatar a presença do gás e, até mesmo, produzir fogo, que se alastra vigorosamente por vários metros acima.

O incrível fenômeno das “bolhas de metano” ajuda a fazer do Abrahan Lake um dos mais originais lagos do Canadá.

De acordo com cientistas, o que ocorre é que em seu interior existe uma vegetação capaz de liberar o gás de acordo com determinadas condições. Ao atingir regiões próximas à superfície do lago, o metano congela, produzindo as famosas “bolhas de gás”, que podem ser vistas facilmente na superfície das águas, especialmente no inverno, quando é possível caminhar sobre o lago.

Porém os motivos que o fazem ser considerado um dos mais belos lagos canadenses não se resumem apenas aos seus efeitos “químicos”. O seu entorno também é considerado um dos mais belos da Columbia Britânica. Ele é cercado por uma flora e fauna bastante exótica, como é típico dessas regiões que tem nas Rochosas Canadenses o seu pano de fundo.

5. Kinney Lakes

Esse também está entre os mais belos lagos do Canadá. Localizado no Parque e Área Protegida Provincial Mount Robson, na província de British Columbia, o lago é uma espécie de extensão do Rio Robson, um braço do Rio Fraser, o mais extenso rio da província, com quase 1.380 km de extensão.

O seu nome é uma homenagem do cientista e pesquisador canadense Artur Coleman ao também explorador canadense George Kinney. Foi ele que, em uma das suas várias expedições para o desbravamento do trecho entre as Montanhas Rochosas e o Oceano Pacífico, deparou-se com o esplendor desse lago, hoje considerado a principal referência do Parque Mount Robson.

O Lago Kinney é tido como uma das preciosidades escondidas em meio à exuberância das montanhas nevadas – que ajudam a compor boa parte do cenário entre as Montanhas Rochosas -, graças ao seu percurso de quase 1h40min em uma aventura por uma extensa trilha que ladeia toda a extensão do rio.

Entre os principais lagos canadenses, o Kinney Lake desponta como um dos que oferecem as melhores opções de aventura. Entre os principais lagos canadenses, o Kinney Lake desponta como um dos que oferecem as melhores opções de aventura.

Saindo da cidade de Jasper, na província de Alberta, fronteira com a British Columbia, é possível alcançar o Parque Robson em menos tempo (mais ou menos 50 min). No caminho, avistam-se inúmeras espécies de esquilos, marmotas, renas, veados, alces, entre outros animais da fauna canadense, até se deparar com o Mount Robson, uma majestosa montanha com quase 4.000 m de altura, que hoje é uma reserva protegida pelo governo do país.

6. Joffre Lakes

Na província de British Columbia, no Parque Provincial Joffre Lakes, a quase 190 km da cidade de Vancouver, na cidadezinha de Pemberton, está mais uma das maravilhas da natureza, segundo a opinião unânime dos visitantes do Canadá.

É um paraíso para os praticantes de trilhas, escaladas e demais aventuras radicais, praticadas nas montanhas que cercam o Joffre Lakes e mais outros três lagos que o compõem: o Middle Lake, o Lower Lake e o Upper Lake.

O Middle Lake pode ser alcançado após caminhar cerca de 3,4 km por uma trilha íngreme, a partir do parque. Ao final, o lago surge, magnífico, em meio a uma vegetação alpina, que esconde um espetáculo verde-esmeralda impossível de descrever.

A visita segue em direção ao Lower Lake, outra preciosidade que ajuda a compor o estonteante cenário do Lago Joffre. Por estar bem mais próximo do Parque Provincial, geralmente é o preferido pela maioria dos turistas, pois o seu trajeto a partir do parque é curto, e por isso mesmo é ideal para quem não tem muito tempo ou disposição para longas caminhadas pelas trilhas do local.

Por ser formado pela união de três lagos diferentes, o Joffre Lake é procurado, tanto por aventureiros como por quem apenas quer aproveitar uma paisagem bucólica.

E, finalmente, como não poderia deixar de ser, os visitantes são convidados a conhecer também o Upper Lake, a cerca de 1,7 km do Middle Lake.

Além da sua beleza avassaladora, o lago é o preferido pelos mais aventureiros, devido às dificuldades de chegar ao local. É o mais deserto de todos, e, por consequência disso, o mais tranquilo, selvagem e preservado.

O Canadá é famoso pela sua geografia, considerada única em todo o planeta. E os seus lagos são alguns dos principais representantes dessa tradição. De todos os que tratamos aqui, qual o seu preferido? Deixe seu comentário e continue acompanhando as publicações do blog.

Topo