inverno canada

Inverno no Canadá: para onde ir?

Posted in Cidades, Clima

O inverno no Canadá é rigoroso e a incidência de neve em muitas regiões é alta. Enquanto para os canadenses isso pode ser um incômodo durante essa época do ano, para os turistas é um motivo a mais para visitar o país.

As cidades estão preparadas para as baixas temperaturas. Os ambientes fechados são aquecidos, o que inclui o transporte público e comércio. As casas e quartos de hotéis também possuem sistema de aquecimento elétrico.

Mas se o assunto é passear, qual seriam as melhores opções de viagem no inverno do Canadá? Sendo assim, vamos conhecer as localidades mais indicadas para o turismo e as atrações que devem ser visitadas nesse belo canto da América do Norte.

Inverno no Canadá: Toronto

A temporada de neve em Toronto, capital da província de Ontário, normalmente começa em novembro, apesar de não ser comum ocorrer grandes nevascas no município. A temperatura pode variar entre 2°C e -6°C entre janeiro e fevereiro. Contudo, a sensação térmica pode chegar aos -15°C ou até menos.

Uma de suas atrações mais visitadas é a CN Tower, moderna torre de comunicações de 553 metros de altura que é o cartão-postal local. De cima, a vista de 360° em dias nevados é incrível.

Mas é na famosa praça Nathan Phillips Square onde está a atração mais divertida da estação. Trata-se de uma pista de patinação no gelo com entrada gratuita, que pode ser acessada pelos turistas após efetuar o aluguel dos patins. Nas cercanias da praça há restaurantes, bares e cafeterias.

Os mais ávidos por esse esporte encontrará outras pistas espalhadas por Toronto, como a Harbourfront Centre, na 235 Queen’s Quay West, na orla do lago Ontário. No geral, a cidade possui cerca de 40 pistas fechadas e 52 abertas.

Toronto tem uma particularidade curiosa: ela possui uma cidade subterrânea. A construção, nomeada PATH, tem quase 30 km de extensão, com quatro pisos subsolos e mais de mil estabelecimentos.

Entre eles estão lojas, restaurantes, cinemas, supermercados, hotéis e até shopping centers. Cinco estações de metrô interligam o local, que é perfeito para ser visitado nos dias com muita neve.

Já o centro de Toronto recebe um festival no inverno chamado Icefest, onde os visitantes podem apreciar esculturas feitas de gelo. Outro festival concorrido é o Beerfest, com aproximadamente 300 marcas de cervejas de todo o mundo. Já o Winterlicious envolve mais de 200 restaurantes que servem suas refeições a preços mais baixos.

Estações de esqui do Canadá

O Canadá é conhecido por possuir uma das melhores estruturas do mundo para esquiar ou praticar snowboard. São inúmeras estações de esqui espalhadas pelo seu vasto território. Não há como citar todas, mas separamos aqui algumas das melhores opções para sua viagem.

A primeira delas fica nas imediações de Toronto. A apenas 80 km está a Hockey Valley, cujas pistas atendem todos os níveis de esquiadores. A 155 km fica a estação Mount St. Louis Moonstone, com 36 pistas. Já a Blue Mountain, com 42 pistas, fica a 155 km de de distância.

A cidade de Whistler, a 120 km de Vancouver, na província de British Columbia, conta com uma das maiores estações de esqui da América do Norte: a Whistler Blackcomb. São 200 circuitos demarcados com cerca de 3.300 hectares disponíveis para a prática dos esportes de neve.

Vancouver abriga a pequena Grouse Mountain, com 33 pistas de esqui e snowboard, 15 pistas noturnas e 9 km de trilhas para caminhadas com raquetes de neve. A estação recebe cerca de 1,3 milhão de visitantes por ano.

Mais de 100 pistas, além de outras atividades para toda a família, fazem parte da Sunshine Village. A localidade fica a cerca de 15 minutos de Banff e a 90 minutos de Calgary, na província de Alberta.

Outro destino concorrido no inverno do Canadá é a cidade de Mont-Tremblant, na província de Quebec. A estação de esqui homônima fica distante apenas 139 km de Montreal e cerca de uma hora de voo de Toronto. Ela possui 96 pistas em um total de quatro montanhas.

Outras atrações disponíveis na Mont-Tremblant são: passeios de trenó puxados por cachorros, patinação no gelo, tubing e a existência de 30 restaurantes e um casino. Estima-se que mais de 2 milhões de turistas passem por lá anualmente.

Outros locais para ir no inverno do Canadá

Winnipeg, capital da província de Manitoba, possui a maior pista de patinação no gelo do mundo. A Red River Mutual Trail tem quase 10 km extensão sobre o Red River. É comum que lagos e rios canadenses congelem no inverno e virem pistas públicas de patinação. Em Winnipeg, a sensação térmica no inverno chega tranquilamente aos -35°C.

O Canal Rideau, que liga as cidades de Kingston e a capital Ottawa, tem uma pista que chega a ter 8 km de extensão. É também usada para praticar hóquei no gelo, esporte muito tradicional no país. Aliás, você pode também encontrar rinks de hóquei espalhados pelas cidades como se fossem quadras de futebol no Brasil.

Na província de Alberta encontra-se um Patrimônio Mundial da UNESCO que merece ser visitado em qualquer época do ano. Contudo, é no inverno que a localidade ganha ainda mais notoriedade. Trata-se do Parque Nacional de Banff, que fica na cidade de Banff.

De acordo com a National Geographic Adventure, essa é uma das melhores áreas de esqui do mundo. Se esquiar definitivamente não é seu forte, aproveite então de dirigir pelo parque e contemplar as estonteantes paisagens nevadas das Rocky Mountains.

A região abriga ainda geleiras, campos de gelo, florestas de coníferas, paisagens alpinas e animais silvestres.

E o que dizer da Cataratas do Niágara, em Ontário? Durante o inverno no Canadá, as quedas d’água congelam parcialmente. A vegetação que circunda as cataratas fica toda branca. Um espetáculo!

Chegar lá é fácil, pois a atração está a apenas 128 km de Toronto. A temperatura nas Cataratas do Niágara chega a alcançar -30°C.

Montreal é mais um destino imperdível durante o inverno canadense. O maior município da província de Quebec também possui uma cidade subterrânea, assim como Toronto.

É nomeada de RÉSO e conta com 30 km de túneis e corredores com mais de 1.500 lojas, 200 restaurantes. Também fazem parte do espaço museus, cinemas e shopping centers. Tudo interligado por 14 estações de metrô.

Para finalizar, que tal ver a Aurora Boreal? Ir ao Canadá na estação mais fria do ano e perder essa chance é algo imperdovável. O já citado Parque Nacional Banff é um lugar que possibilita avistar o fenômeno.

Em Edmonton, província de Alberta, as chamadas Northern Lights (Aurora Polar) podem ser vistas em noites claras sem precisar se deslocar para espaços abertos. O mesmo vale para Cold Lake, situada no nordeste da província, onde os felizardos nem precisam sair da cidade para ver as luzes.

Enquanto isso, Churchill, em Manitoba, é um dos três principais lugares do mundo para ver as Northern Lights entre janeiro e março. Bem como o Parque Nacional Waskesiu-Prince Albert, que fica na cidade de Prince Albert, província de Saskatchewan.

Agora que você já sabe quais os melhores lugares para ir no inverno do Canadá, aproveite e deixe aqui sues comentários. Caso já tenha visitado algum desses locais, ou deseja conhecê-los, compartilhe com a gente. E continue a acompanhar nossos artigos sobre o país.

Topo