Inverno canadense – 4 dicas para te ajudar a cuidar de seu pet

Posted in Eta Canada Blog, Lazer
Eles adoram neve, mas existem alguns cuidados com os pets no inverno canadense que você não pode deixar passar.

É muito importante manter alguns cuidados com os pets no inverno canadense, já que muitos podem até morrer com temperaturas muito baixas. Mas se os tutores seguirem as orientações para manter os seus bichinhos de estimação aquecidos, tudo ocorrerá bem durante a estação gelada.

Como muitos já sabem, o inverno no Canadá é muito rigoroso, com nevascas e temperaturas que chegam até -40 graus. Para os humanos, é difícil suportar o clima nesse país, imagina, então, para os animais que não conseguem se proteger sozinhos.

O inverno tem início em 21 de dezembro e termina em 20 de março do ano seguinte. Os turistas e moradores locais aproveitam a estação para esquiar, praticar snowboard e patinação no gelo. Para isso, usam roupas específicas para suportar as baixas temperaturas. Outros já preferem um ambiente para fugir do gelo, como cafeterias, restaurantes e bares com aquecedores.

Mas e quanto aos animais, como eles ficam nessa estação? Bom, alguns já nasceram para sobreviver no gelo, tais como ursos polares e pinguins. Mas a maioria dos pets sofrem durante o inverno, alguns podem até morrer se não forem bem aquecidos.

Vale lembrar que é muito prazeroso ter um cachorro, gato, ave ou qualquer outro animal passível de domesticação. Faz a gente se sentir mais próximos da natureza e resgatar a pureza da alma humana. Eles nos fazem companhia em todos os momentos e não pedem nada em troca.

Então, o mínimo que podemos fazer para retribuir tanto amor é cuidar dessas fofuras da melhor forma que pudermos. Seja cuidados com higiene, roupas para aquecimento, passeios diários, alimentação adequada e cuidados veterinários fundamentais para a saúde do animal.

Diante disso, preparamos algumas dicas para ajudar você nos cuidados diários de seu animalzinho.

4 dicas de cuidados para os pets no inverno canadense

Os animais, assim como os humanos, não estão preparados para suportar temperaturas muito baixas ou altas demais. Por isso é importante ter certos cuidados em relação aos pets para que eles possam manter boa qualidade de vida, em qualquer estação do ano.

Neste post, daremos foco ao inverno canadense, devido a muitos brasileiros estarem migrando para esse país em busca de novos sonhos. Muitas pessoas levam também seus animais para acompanhá-las no novo lar. Logo, sentem uma mudança brusca de temperatura, visto que estão acostumados com um clima tropical e de repente se mudam para um país onde a neve reina.

Mas não se preocupem, se for seguido todos os cuidados necessários, seu animalzinho passará tranquilamente a estação de inverno. Veja abaixo as 4 dicas que preparamos para vocês.

Passeios

Durante os dias muito frios, é bom evitar passeios longos, fique na rua somente o tempo necessário para o cão gastar um pouco de energia e fazer as necessidades. Você poderá também ter em casa um tapete de grama sintética para os dias de chuva ou muita neve.

É importante ressaltar que durante o passeio pelo gelo, é bom ficar de olho no animal para identificar sinais de desconforto como, por exemplo, se ele levantar as patinhas com frequência, pode indicar que elas estão congelando.

Logo, você deverá pegar ele no colo e providenciar o socorro imediatamente. Fique de olho em qualquer comportamento estranho que possa levar à hipotermia e congelamento de membros.

O congelamento geralmente é caracterizado por manchas ou cristais de gelo nas extremidades tais como, orelhas, cauda e patas. As manchas indicam queimaduras de gelo e causam má circulação sanguínea. Caso isso ocorra, mergulhe o membro afetado em água morna imediatamente e procure assistência veterinária.

Já a hipotermia é um estado clínico mais crítico, por isso é bom evitar passeios longos. Nela, o animal apresenta tremores, depressão, letargia, fraqueza e diminuição dos batimentos cardíacos e da frequência respiratória. Se ocorrer alguns desses sintomas, enrole o animal em um cobertor e vá imediatamente para um hospital veterinário.

O ideal é esperar o cão pedir para passear, já que, quando ele fica inquieto para sair, ele fará as necessidades mais rápido e, consequentemente, o passeio será bem curto.

Roupas


Você encontra roupinhas muito fofas específicas para passear na neve.

Vestir o animal adequadamente para o inverno, além de deixá-los fofinhos, é importante para mantê-los quentinhos, ainda que eles sejam mais peludo. Mesmo com roupas e sapatinhos, o animal pode se molhar na neve, então é sempre bom secá-los com uma toalha ou secador, assim que voltarem para casa.

A maioria dos pets não gosta de usar sapatos, eles ficam incomodados e não andam direito. Mas não desista, vá tentando vários modelos até achar um que ele irá se adaptar. Um dos mais indicados é o de borracha mole, parece um balão. Esses se adaptam bem às patinhas.

Vale lembrar que os sapatos são indicados não para isolamento térmico, e sim para proteger as patinhas devido ao sal jogado nas ruas para derreter a neve. E, para os animais que não conseguem usar sapatinhos de forma alguma, lave bem as patinhas ao chegar em casa para evitar queimaduras e que eles lambam os componentes químicos do sal.

Caso não queira comprar as botinhas de borracha, alguns moradores usam balões comuns de festa nas patinhas dos cães durante a caminhada da neve. Basta cortar as pontinhas e colocar nas patas do animal, porque o importante é manter a saúde de seu querido pet.

Caso use essa dica dos balões, certifique-se que não irá prender a circulação nas patinhas, visto que, se o cão tiver as patas grandes, pode ficar muito apertado. Então, talvez seja melhor não utilizá-lo e providenciar um sapatinho confortável para ele.

Banhos

Ele adora tomar um banho bem gostoso toda semana, mas no inverno só toma uma vez ao mês.

Chegou a hora do banho! A maioria dos pets não gosta de tomar banho, imagina, então, passar por uma ducha em pleno inverno canadense? O ideal é não dar banhos semanais, e sim quinzenais ou mensais, já que o banho pode ressecar ainda mais a pele.

A tendência é que durante os dias frios a pele fique mais ressecada por causa dos aquecedores ligados constantemente. Logo, os veterinários recomendam não submeter os pets a banhos frequentes.

É importante lembrar que escolher um bom shampoo e condicionador faz muita diferença na hidratação dos pelos dos animais. Outra dica é consultar o veterinário sobre hidratantes para a pele e patas. Isso complementará os cuidados para evitar ressecamentos de pele.

Alimentação

Alimente-os bem no inverno, porque nessa época gasta-se o dobro de energia.

Em tempos de frio, o nosso corpo, bem como dos animais em geral, gasta mais energia para manter a temperatura do corpo. Diante disso, o animal precisa de mais comida do que em dias normais.

Outro ponto importante é observar regularmente a vasilha com água, se está fresquinha e descongelada. E, para a ração, utilize vasilhas de plástico, já que as de alumínio podem provocar o congelamento da língua dos pets.

Vale lembrar que, se precisar sair e deixar seu cão sozinho, deixe água em dobro para ele, porque o aquecedor faz com que a água evapore mais rapidamente. Dessa forma, evita-se que o animal fique sem água para beber.

Conforme observado, são muitos os detalhes que você terá que ficar atento em relação à sobrevivência de seu animalzinho durante o inverno. Os dias com temperaturas extremas no Canadá não são muitos, então dá para passar esse período tranquilamente com o animal.

Para isso, basta seguir essas dicas e não deixe de consultar o médico veterinário sempre que for necessário ou tiver alguma dúvida, porque o importante é cuidar bem dos bichinhos que tanto nos alegram.

Agora, você já está por dentro de todos os cuidados básicos necessários para sobrevivência do seu pet no inverno do Canadá. Ficou alguma dúvida ou tem alguma sugestão para aprimorarmos ainda mais nossos artigos? Deixe aqui nos comentários que iremos responder com carinho! Até mais!

Topo