Educação em Toronto: tudo o que você precisa saber

Posted in Educação

Desde 2017, o Canadá é considerado uma superpotência em educação, tendo seu ensino público reconhecido em todos os níveis oferecidos. Neste texto mostraremos mais sobre como é a educação em Toronto, sua maior cidade e centro financeiro.

Essa é uma informação importante, já que muitos brasileiros que decidem se mudar para a cidade tendem a levar toda a sua família ou ingressar no ensino superior, por exemplo.

Tudo sobre a educação em Toronto

Vamos começar explicando como escolher a melhor escola para seu filho. Em Toronto, há uma divisão das escolas públicas de acordo com a área em que estão, ou seja, seu filho será direcionado para uma escola de acordo com seu endereço residencial, ortanto é importante avaliar esse ponto quando estiver escolhendo onde irá morar. Para consultar um ranking das escolas, basta acessar o Fraser Institute e, caso queira descobrir qual escola atende sua região, visite o Toronto District School Board.

Como o programa educacional oferecido é o mesmo em todas as escolas, os critérios para considerar uma melhor do que outra são a infraestrutura, os funcionários e as atividades extras que o local propõe. Para analisar esses pontos pessoalmente, você pode agendar uma visita e dirigir-se ao local.

Depois de escolher a escola de sua preferência, será necessário apresentar alguns documentos para concretizar a matrícula de seu filho. No caso de estrangeiros, será preciso apresentar seu visto junto ao visto da criança, além de seu Social Insurance Number (SIN), um documento similar ao CPF, histórico escolar do aluno em inglês e carteira de vacinação – esta não precisa estar em inglês.

Algumas crianças chegam ao país sem nenhum conhecimento sobre a língua inglesa, para elas são oferecidas aulas de suporte gratuitas, chamadas ‘ESL- English as a Second Language’. As escolas em Toronto e em qualquer lugar do Canadá não tratam com diferenças as pessoas nativas canadenses das que são estrangeiras, por isso a principal necessidade de adaptação será com relação à nova cultura e aos novos costumes.

Um exemplo desses novos costumes é o que levar de material, já que o governo canadense fornece tudo o que é utilizado dentro da escola, desde os livros até os lápis. Sim, sua maior preocupação deverá ser com o período de inverno, quando é recomendado que as crianças levem uma calça de neve e um tênis toda segunda-feira.

Nessa época do ano, as crianças chegam ao colégio com botas de neve que devem ser trocadas pelos tênis quando entram na sala de aula. A peça retorna para a casa do aluno às sextas-feiras.

Agora que você entendeu os pontos principais sobre a educação em Toronto, vamos falar sobre os diferentes níveis dela, ou seja, como são divididas as séries no Canadá.

O Canadá é considerado uma superpotência no ensino mundial, oferecendo um serviço público de grande qualidade para seus habitantes. Foto: Catraca Livre

Pré-escola (Kindergarten)

Começa geralmente aos 4 anos da criança e dura até seus 6 anos, quando ela iniciará a primeira série. O Kindergarten oferece atividades focadas no desenvolvimento intelectual e motor da criança, portanto ela será incentivada a desenhar, a cantar e a fazer outras atividades que se encaixem na metodologia de ensino da escola escolhida e do programa do governo.

O jardim de infância é dividido em dois anos: o Junior e o Senior, onde os alunos estudam em tempo integral, chamado de full-day. Há algumas curiosidades que podem variar de escola para escola, por exemplo, caso seja um ambiente católico, as crianças terão que rezar ao chegar; em outras, são proibidas festinhas de aniversário em sala e que os alunos levem pratos preparados em suas casas para dividir com seus coleguinhas.

Ensino Fundamental (Elementary School)

Passado o Kindergarten, aos 6 anos a criança inicia seus estudos na Elementary School, conhecido por aqui como Ensino Fundamental e que corresponde ao período do 1° ao 8° ano. Aqui, as aulas também ocorrem em período integral, sendo dividida do Grade 1 ao Grade 8.

O ano letivo começa em etembro e as férias ocorrem nos meses de julho e agosto. Há, ainda, o Winter Break (Recesso de Inverno), que dura de duas a três semanas durante o mês de dezembro, e o Spring Break (Recesso de Primavera), uma semana de março.

Aqui os alunos estudarão coisas semelhantes ao que é estudado em qualquer país, como gramática, história, geografia, matemática e afins. Eles sempre serão preparados para o High School, tendo suas principais aptidões incentivadas para que escolham as matérias que estudarão nese período e também o curso de ensino superior que escolherão, pois uma coisa estará sempre relacionada à outra.

O principal foco da Elementary School, porém, é formar pessoas com senso crítico para questões variadas, não apenas fazer com que elas se saiam bem em provas e vestibulares.

Para saber qual escola escolher para seu filho, é possível visitar um ranking no Fraser Institute. Isso pode ajudar a escolher em qual área de Toronto morar. Foto: Wikipedia

Ensino Médio (High School)

Não só no sistema de educação de Toronto, mas em todo o Canadá, o High School equivale ao 9° ano e ao ensino médio brasileiro, ou seja, é cursado por jovens que tenham de 14 a 18 anos, em média. A diferença, porém, é que no ensino médio não é iniciada uma nova contagem, ou seja, se o último ano da Elementary School foi o Grade 8, o High School continuará como Grade 9, Grade 10, Grade 11 e por fim o Grade 12.

Até o Grade 10, o aluno tem matérias obrigatórias para cumprir, sendo as mais tradicionais História, Geografia, Matemática, Física, etc. A partir do Grade 11 o conteúdo passa a ser construído com base nas áreas de preferência dele, ou seja, é possível escolher entre Ciências Sociais, Matemática, Ciências e Artes ou outras combinações.

Há, ainda, uma preparação para o tipo de ensino superior que o jovem seguirá e ele tem liberdade para escolher o nível de dificuldade das matérias que cursará em seus últimos anos de High School. Os níveis disponíveis para escolha são o university level e o college level e significam diretamente o que dizem, ou seja, o primeiro prepara o aluno para entrar em universidades, enquanto o segundo o prepara para faculdades.

A partir da escolha de seu curso, o aluno saberá quais são as matérias que a universidade ou a faculdade de sua preferência pede que ele estude durante o High School para ingressar na área desejada.

Diferentemente das faculdades e universidades brasileiras, os Colleges e Universities canadenses não exigem um vestibular para que os alunos ingressem em seus cursos, em vez disso, eles fazem uma análise detalhada de seus desempenhos nas matérias essenciais para o curso que o jovem escolheu e definem se ele está apto ou não a entrar na instituição.

Além da possibilidade de morar no país, há diversos programas de intercâmbio para os jovens que desejam cursar o High School no Canadá. Foto: Goal Intercâmbio

Faculdade (College)

Os Colleges oferecem cursos mais técnicos e práticos, com foco em estudos com estágios e uma preparação mais rápida para que o aluno entre no mercado de trabalho. Cada curso pode ter uma duração diferente, mas no geral eles podem durar de seis meses a três anos, oferecendo, ao final, diplomas, certificados e pós-graduações.

Sendo estrangeiro, você precisará comprovar seu nível de inglês. A exigência é que ele seja avançado e comprovado com certificados de TOEFL ou IELTS. Esse requisito também é aplicado para o processo de entrada em uma University.

Uma curiosidade sobre os Colleges canadenses é a flexibilidade de horários. É comum que uma mesma matéria seja oferecida em mais de um horário, então você poderá montar sua própria grade e adaptá-la à sua rotina. Além disso, nem sempre você terá aula todos os dias, mas ainda terá bastante para estudar.

Estudantes estrangeiros têm permissão para trabalharem até 20 horas por semana durante o período de aulas, sendo possível conciliar trabalho e estudo tranquilamente, mas lembre-se que essa permissão passa a contar apenas a partir de seu primeiro dia de aula. Muitos, porém, preferem começar a trabalhar apenas no segundo semestre do College, para se adaptarem melhor ao ensino e à carga de tarefas.

Se você estiver sentindo dificuldades com o inglês, não se preocupe! Os professores canadenses estão acostumados a lidar com alunos de diferentes países, por isso suas notas não serão prejudicadas. Muitos Colleges oferecem serviços de apoio aos estudantes estrangeiros, que incluem verificação de trabalhos e o modelo de curso Pathway, para aprimoramento da língua.

Universidade (University)

Há algumas semelhanças entre uma University e um College, como as formas de ingresso nas instituições, a disponibilidade de apoio a alunos internacionais e o oferecimento do Pathway. Suas diferenças, entretanto, serão mais notadas em seus métodos de ensino, por exemplo. Aliás, a educação de uma University em Toronto pode ser bastante parecida a de uma faculdade ou universidade brasileira.

As Universities oferecem programas mais acadêmicos, para quem deseja manter-se nesse meio, por isso há licenciaturas, bacharelados, mestrados e doutorados como opções de cursos, que duram em média de três a quatro anos e necessitam que o aluno se dedique em período integral. Basicamente, o ensino desses lugares é bastante abrangente e teórico, tendo seu foco em pesquisas e extensões.

Em Toronto, é possível até mesmo estudar Letras (português) na University of Toronto, mas esa não é a única opção. Você poderá escolher outros cursos na York University ou na Ryerson University. Inclusive, é importante ressaltar que esta tem se especializado em cursos profissionais, visando a preparar seus alunos para que ele possam trabalhar.

Caso você tenha Permanent Resident Status ou cidadania canadense, seu período na universidade pode ser custeado pelo governo canadense, porém, caso não possua esses documentos, o valor de uma graduação por aqui pode variar de CAD$5 mil a CAD$7 mil por ano, e esses valores podem até quadruplicar para alunos estrangeiros, pois o governo não subsidia seus custos nesse caso. Esteja preparado!

A University of Toronto é considerada a melhor universidade na cidade de Toronto, oferecendo até mesmo o curso de Letras-Português para seus alunos. Foto: Wycliffe College

Agora que já falamos sobre todos os níveis de ensino canadenses, vamos entrar em algumas mudanças que ocorreram do ano letivo de 2018 para o de 2019 e têm sido bastante divulgadas, começando pelo fim dos extended days nas escolas católicas de diferentes partes do país. Isso significa 30 minutos a menos na carga horária diária dos alunos.

Outras duas medidas têm gerado alguma polêmica, como a reversão do sistema de educação sexual para o que era utilizado no ano de 1998, considerado pelos pais e educadores um material desatualizado, já que não trata de questões como bullying, identidade de gênero, etc.

Por fim, o governo da província de Ontário decidiu cancelar os estudos sobre as First Nations canadenses, ou seja, sobre os povos indígenas que habitavam o país no início. Essas mudanças tendem a afetar mais crianças do ensino fundamental.

E aí, já decidiu se Toronto será seu próximo destino? Não deixe de consultar a eTA Canadá para obter a Autorização Eletrônica de Viagem, necessária para viajar para o país. O processo é totalmente online, prático e seguro! Em nosso site, você pode encontrar todos os detalhes sobre a emissão do documento e como nós atuamos para tornar esse processo mais simples.

Continue acompanhando nosso blog para ter acesso a mais informações sobre o Canadá e não deixe de compartilhá-las com seus amigos. Nos vemos em breve!

Topo