Conheça a cidade subterrânea de Toronto, no Canadá

Posted in Cidades, Cultura, Entretenimento, Eta Canada Blog, Gastronomia, Transporte

A temperatura do Canadá é muito baixa, principalmente nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro, quando ultrapassa -10 0C, com sensação térmica pior do que isso. Assim sendo, para viver melhor no frio, Toronto acabou achando uma ótima solução: a PATH, uma das cidades subterrâneas do Canadá, que foi eleita pelo Guinness Book como a maior cidade subterrânea do mundo.

Nos meses citados acima, com a temperatura bem abaixo de zero, é muito difícil para a população transitar pelas ruas normais das cidades para realizar as compras e tarefas básicas do dia a dia. Então, a cidade subterrânea soluciona esse problema, pois o clima se mantém bem agradável e as pessoas conseguem circular normalmente, sem sofrimento.

PATH: a cidade subterrânea do Canadá possui quatro pisos subsolos e uma arquitetura encantadora.

Toronto é a maior cidade do Canadá, com o maior centro financeiro, e nela está localizada a PATH. Toronto sempre encantou os turistas por causa de sua arquitetura moderna e histórica. E sua estrutura faz com que continue sendo referência para encontros de culturas, negócios, artes, entre outros.

Então, se você pretende viajar para Toronto durante o período de inverno rigoroso, vale a pena conhecer a PATH. Se você perceber que as ruas de Toronto estão vazias, não se preocupe, é porque as pessoas estão andando pelas ruas abaixo dela. Lá a temperatura é suportável e tem tudo o que as pessoas precisam para as necessidades diárias.

Neste artigo você verá todos os detalhes sobre esta cidade que atrai muitos turistas pela sua bela arquitetura e estabelecimentos diferenciados.

PATH: a cidade subterrânea do Canadá

No complexo subterrâneo de Toronto há mais de 50 mil estabelecimentos de diversas categorias.

Este complexo localizado na cidade de Toronto existe há mais de 40 anos e nunca ocorreu nenhum problema que venha a impedir o seu funcionamento. A cidade foi muito bem projetada para abrigar as pessoas do frio rigoroso que castiga a população em determinada época do ano. A PATH é um termo inglês e quer dizer “caminho”. O sistema funciona tão bem que foi copiado por outras cidades, tais como Montreal (situada também no Canadá), Minneapolis, Houston, Osaka, Cingapura.

Os relatos são de que a PATH teve sua origem há 109 anos, devido a uma passagem subterrânea que foi criada entre a loja de departamento Eaton e um prédio anexo. Após algum tempo, mais especificamente em 1917, já existiam cinco túneis que interligavam prédios da cidade de Toronto. Com o passar dos anos, os prédios foram tomando conta da cidade e os pequenos comerciantes foram afastados das ruas. Diante disso, começaram a construir pequenas lojas no subsolo, dando origem à PATH.

Hoje, a cidade é composta por quatro pisos subsolos, 30 quilômetros de extensão, em corredores que comportam mais de 50 mil estabelecimentos. Ao caminhar entre os corredores, parecerá que você está em um shopping, pois há comércio de todos os tipos, como lojas de vestuário, academias, supermercados, restaurantes, bares, cinemas, clínicas médicas e muito mais.

Há vários pontos de acesso à cidade, tais como estações de metrô, terminal de trem e dois shoppings centers. O Eaton Centre é o maior shopping de Toronto e é um dos que ligam a cidade subterrânea com o mundo externo. Seis hotéis, 50 prédios, estacionamentos e alguns pontos turísticos importantes também estão conectados com a PATH.

As principais passagens da cidade estão paralelas às ruas Yonge Street e Bay Street. Para quem ainda não conhece o lugar, pode parecer bem complexo no início andar pelos corredores, e muitas pessoas têm medo de se perderem. Mas saiba que há um mapa e o complexo é muito bem sinalizado e com informações de fácil acesso.

Veja abaixo o novo mapa da PATH que está disponível para todos que desejam andar pelas ruas do complexo subterrâneo de Toronto.

Novo mapa da PATH: o círculo vermelho indica que o caminho pode ser percorrido em 5 minutos.

Vale ressaltar que as pessoas utilizam os caminhos dessa cidade não somente para frequentar os estabelecimentos, mas para irem em outros locais externos à cidade. Pois, se passarem pelas ruas normais, irão se deparar com muito gelo. Dessa forma, é bem melhor transitarem pelos corredores do subsolo com uma temperatura mais suportável.

Nem todo mundo quer enfrentar o gelo, ainda mais porque há muitas nevascas que dificultam o trânsito. A maioria prefere um ambiente mais aconchegante, com aquecedores funcionando, e ainda poder contemplar as lojas, passar em uma boa cafeteria e tomar um chocolate quente sem preocupação com o frio.

Andar pelos corredores da PATH faz com que as pessoas esqueçam do frio que castiga o Canadá. Apesar de já terem se acostumado com um clima gelado, é sempre bom poder desfrutar de um local mais quentinho em dias de inverno intenso.

Além de vários prédios comerciais onde os cidadãos precisam ir para trabalhar, eles utilizam o caminho para visitarem também pontos turísticos, como o Hockey Hall of Fame, o Air Canada Centre, o Rogers Centre e a CN Tower.

Sempre existiram mapas para os cidadãos e turistas se orientarem durante o percurso, mas muitas pessoas ainda ficam perdidas na cidade subterrânea, logo, o mapa foi remodelado e ficou mais intuitivo. Foram colocadas as imagens de alguns prédios e atrações importantes para referenciar o caminho.

O novo mapa foi projetado em cima da cidade de Toronto, então ficou mais fácil entender a disposição da PATH. Novos ícones foram inseridos para identificar banheiros, metrôs e lojas, por exemplo. Isso deixou o mapa mais visual e de fácil compreensão.

Antes de ser lançado oficialmente, ouviu-se a opinião de mais de 2 mil usuários que passam pelo local todos os dias. Pesquisas também foram feitas para questionar as pessoas sobre o novo layout do mapa. Além disso, foi criada a hashtag #PATH360 para ouvir o público, em geral.

Mas, mesmo com um mapa moderno, é sempre bom ficar de olho para não se perder. Então, uma boa dica é observar o piso, visto que, quando ele muda, significa que você está debaixo de outro prédio da rua na área externa. Então, se você já conhece as ruas acima da cidade subterrânea, ficará fácil identificar quando chegar ao lugar de destino.

A imagem mostra um dos pontos que conecta a PATH com a área externa.

Uma outra dica é que a PATH possui um aplicativo para melhor orientar os turistas, de forma que não se percam pela cidade. Além disso, você poderá também conferir as promoções das lojas e obter muito mais informações importantes para fazer do seu passeio o melhor possível.

Uma curiosidade sobre o nome da cidade é que cada letra é simbolizada de uma cor, onde o “P”, em vermelho, indica o Sul; o “A”, em laranja, representa o Oeste; o “T” em Azul, representa o Norte; e o “H”, em Amarelo, indica o leste.

Como você percebeu, o complexo subterrâneo de Toronto é mais do que uma cidade para as pessoas se refugiarem do frio, é também uma atração turística. Ao planejar a sua viagem, inclua também no roteiro uma visita a este local.

Lá você encontrará várias lojas com preços acessíveis, poderá desfrutar de uma boa comida e ainda pegar um cineminha com os amigos ou a família. Tudo isso sem sofrer com a mudança de clima, já que sair de um clima tropical, como o do Brasil, para um totalmente oposto não é fácil de se acostumar.

Após ter lido este artigo, ainda ficou com dúvida ou tem alguma sugestão? Deixe a sua opinião nos comentários. Ela é muito importante para nós!

Além disso, continue seguindo nossas publicações para saber mais curiosidades desse assunto.

Até mais!

Topo