Como é e o que fazer em Montreal no verão

Posted in Eta Canada Blog

Como é o verão em Montreal?

Se você já viajou para o Canadá ou já ouviu falar bastante sobre o país, sabe como algumas partes de lá são bem frias. Afinal, é o país mais ao norte de todas as Américas. Mas, apesar dessa fama, você ainda pode aproveitar o calorzinho do verão em Montreal. Basta conhecer os programas disponíveis na época.

A temperatura não costuma passar dos 23°C durante o dia, o que é bem ameno para quem vive em algumas partes do Brasil, especialmente no Nordeste. Isso dá bastante tempo e disposição para visitar parques e vários eventos que ocorrem na época. E não faltam opções na lista! Apenas tome cuidado, pois o verão também é a época mais chuvosa em Montreal.

O que fazer no verão em Montreal?

Montreal é famosa como a cidade mais francesa do Canadá. Você certamente vai se surpreender quando contar quantas vezes comeu croissant. Mas, claro, há outros atrativos além da excelente culinária, especialmente nos meses mais ensolarados do ano.

Está em dúvida sobre o que fazer em Montreal durante o verão? Então veja aqui dez programas que você pode buscar:

Old Montréal

Old Montreal é a parte mais antiga da cidade, contendo vários monumentos históricos. Fonte da imagem: Wikimedia.

Se você procura uma viagem mais “histórica”, com visitas a prédios antigos e de grande significância para a cultura local, então Old Montréal será um destino certo para sua viagem. Como você já deve estar imaginando, essa é a parte mais antiga da cidade, contendo vários monumentos históricos, a arquitetura da época e um pouco do sentimento de viver em outra época.

Lá você vai poder visitar a Place d’Armes, que fica bem perto da igreja Notre-Dame (não a da França, mas outra, que tem a mesma estrutura e arquitetura). Se você é fã de arquitetura ou religioso, vale a pena fazer uma visita. Caso contrário, basta aproveitar o espaço para tirar fotos e tomar um café em qualquer das várias cafeterias ao redor.

Canal de Lachine

O Lachine foi revitalizado para receber pessoas, e hoje é uma área residencial de alta qualidade. Fonte da imagem: Wikimedia.

O Canal de Lachine tende a ser bem movimentado no verão em Montreal, e é por um bom motivo. A área, originalmente, era altamente industrializada, com o canal servindo para escoar a produção das fábricas e trazer material. Porém, depois de vários anos, essas fábricas mudaram para outros lugares e o Lachine foi revitalizado para receber pessoas. Hoje, é uma área residencial de alta qualidade.

Ela possui uma das melhores ciclovias da cidade, que pode levar você a vários outros pontos turísticos de Montreal. E se a bicicleta não é o seu meio de transporte favorito, você ainda pode fazer um passeio de caiaque pelo canal. Aquilo que mais agradar!

Les Francofolies de Montreal

No Les Francofolies de Montreal, você vai encontrar não só artistas do Canadá, como também de vários outros países. Fonte da imagem: Wikimedia.

Outro passeio cultural que você só pode fazer no verão é o Les Francofolies de Montreal. É um festival de música voltado totalmente para a língua francesa, que é a língua materna da província de Quebec. O povo local se orgulha muito de seu idioma e promove o festival todo ano para celebrar sua tradição.

Lá, você vai encontrar não só artistas do Canadá, como também de vários outros países cuja língua oficial é o francês. Uma ótima oportunidade se você é um entusiasta do idioma ou só quer aproveitar para visitar um dos maiores festivais musicais da cidade. E mesmo que esteja com um orçamento um pouco fechado, há concertos pagos e também gratuitos entre os mais de 170 que ocorrem ao longo de dez dias.

Vieux-Port

A Clock Tower, ou “Torre do Relógio”, oferece uma vista panorâmica, especialmente da ponte Jacques Cartier. Fonte da imagem: Wikimedia

O “Porto Velho”, como pode ser traduzido, é um porto que fica ao lado do rio St-Lawrence e é uma das grandes atrações do verão em Montreal. Ele possui um calçadão bem extenso, cheio de pequenas lojas e lanchonetes locais. Naturalmente, também é um bom lugar para caminhar ou andar de bicicleta. Você pode, inclusive, alugar uma por lá mesmo.

Também recomendamos fortemente que você faça uma visita à margem do rio onde fica a Clock Tower, ou “Torre do Relógio”. Ela oferece uma vista panorâmica da área, especialmente da ponte Jacques Cartier. Lá perto também tem uma praia urbana, inaugurada em 2012. Se você achava que a experiência não estaria completa sem antes dar um mergulho, então já está tudo resolvido!

McGill University

A Universidade McGill é uma das instituições de ensino superior mais antigas e bem-conceituadas do Canadá. Fonte da imagem: Wikimedia

As universidades do Canadá já são algumas das mais conceituadas em todo o mundo, sendo destino para vários intercambistas de vários países, inclusive o Brasil. Então, já que você está por lá, não custa nada fazer uma visita à Universidade McGill, uma das instituições de ensino superior mais antigas e bem-conceituadas do Canadá. Nunca se sabequando será hora de buscar outra formação.

Mesmo que você não esteja buscando outra faculdade no futuro próximo, a universidade ainda merece uma visita por si só. O campus é amplo, possui vários prédios históricos que podem ser visitados e bastante espaço para fazer piqueniques e andar de bicicleta. E você ainda terá a oportunidade de conhecer algumas das atividades dos estudantes nesse meio tempo.

Festival de Jazz

No Festival, os shows mais populares saem de graça no Place dês Artes. Fonte da imagem: Wikimedia

Quem ainda prefere ouvir um pouco da música local em grande estilo, saiba que não faltam oportunidades. Montreal possui dezenas de festivais anuais. O maior deles é o Festival de Jazz de Montreal, que engloba muito mais ritmos do que o nome indica. Ele começa na última semana de julho e dura um total de dez dias, então você ter tempo de sobra para aproveitar.

Mais uma vez, você vai encontrar tanto shows pagos quanto gratuitos, e os mais populares saem de graça no Place dês Artes. Se prepare para ficar junto da multidão e aproveitar o melhor que os artistas canadenses têm a oferecer no mundo da música!

Parc du Mont-Royal

O Parc Du Mont-Royal é o lugar perfeito para ver o anoitecer em panorâmica. Fonte da imagem: Wikimedia

Mont-Royal, ou “Monte Real”, é o nome de uma colina proeminente no coração da cidade. No topo dela, você vai encontrar o Parc Du Mont-Royal, uma praça bem ampla que tem uma ótima vista da cidade. O lugar perfeito para ver o anoitecer em panorâmica. E como os dias são mais longos durante o verão em Montreal, terá bastante luz até a hora de ir embora.

Chegar lá em cima já é parte da atração do local. Você tem duas opções para visitar o parque: ir de carro por uma estrada ou fazer uma trilha perto da vegetação. Obviamente, recomendamos que você faça a caminhada. Isso vai ser bem melhor do que dirigir e deixará a sua chegada ao topo ainda mais recompensadora.

Marché Atwater

Você pode começar sua viagem no Canal de Lachine, pegar uma bicicleta pela ciclovia local e passar pelo Marché Atwater. Fonte da imagem: Wikimedia

Em toda viagem, é sempre uma boa ideia visitar os centros comerciais locais para entender o que as pessoas costumam usar e levar algumas lembranças para casa. Em Montreal, esse centro comercial é o Marché Atwater, o maior mercado público da cidade, inaugurado em 1933. O típico lugar onde você consegue comprar de tudo, desde as compras de mês até as iguarias mais estranhas.

Um dos principais motivos par você incluir este mercado em sua lista é o quão conveniente ele é de se visitar. Você pode começar sua viagem no Canal de Lachine, pegar uma bicicleta pela ciclovia local e passar pelo Marché Atwater no caminho. Tudo isso no mesmo dia de viagem. E, se gostar, nada impede de voltar lá nos próximos dias.

Le Plateau-Mont-Royal

O comércio e a gastronomia são bem mais intensos no Plateau-Mont-Royal. Fonte da imagem: Wikimedia.

Bem perto do Mont-Royal, você vai encontrar também o Plateau-Mont-Royal, um dos bairros mais boêmios da cidade. O lugar perfeito para visitar durante a noite, beber e comer petiscos com os amigos durante o verão em Montreal. É um dos bairros mais tradicionais de Montreal, onde o francês é muito mais escutado na rua e vários artistas fazem suas performances nas ruas, em restaurantes e em bares locais.

Falando nisso, o comércio e a gastronomia são bem mais intensos por aqui. Há vários locais para aproveitar os sabores locais. Alguns são tão populares que dificilmente você conseguirá um lugar para sentar lá dentro. Mas não fique achando que será desperdício. Há muitas guloseimas que você pode pedir e ir comendo enquanto explora esta parte da cidade.

Parc La Fontaine

O Parc La Fontaine é repleto de árvores e grama, onde você pode fazer um piquenique. Fonte da imagem: Wikimedia

Para encerrar a nossa lista, nada melhor do que um programa mais calmo, relaxado e ao ar livre. Para isso, recomendamos o Parc La Fontaine, ou “Parque da Fonte”, localizado no Plateau-Mont-Royal. Um bom espaço para dar uma descansada depois de caminhar e aguardar a hora certa para visitar os bares e pubs locais. Além, é claro, de aproveitar ao máximo o calorzinho do verão.

O parque é repleto de árvores e grama, onde você pode fazer um piquenique, caminhar, praticar esportes, entre muitas outras coisas. Ele também possui dois lagos, caso você prefira a aparência e o barulho da água de vez em quando. É o equivalente de Montreal a uma tarde ao lado da praia, mas sem pode nadar. Mas continua sendo um ótimo lugar para descansar sob a sombra de uma árvore.

Claro que essas são apenas algumas das opções disponíveis para você. Há vários outros lugares e festivais para visitar. Basta procurar e encontrar aquele que você mais curte.

Quer continuar aprendendo mais sobre o verão em Montreal e outras coisas sobre o Canadá? Então assine nossa newsletter e fique sempre por dentro dos nossos melhores conteúdos.

Topo