Biólogo: saiba o que fazer para trabalhar no Canada

Posted in Emprego, Eta Canada Blog

O Canadá é um dos países que mais investem em pesquisas ligadas às áreas de meio ambiente e de saúde humana. Com isso, trabalhar como biólogo no Canadá pode ser um bom negócio, já que os investimentos em pesquisa e na contratação desses profissionais são muito grandes.

Apesar disso, conseguir um emprego no Canadá pode não ser tão fácil quanto parece. Os processos seletivos são tão ou mais rigorosos do que os das empresas brasileiras. Há diversas exigências para estrangeiros, e dominar o idioma talvez seja uma das principais delas.

Conheça o que é preciso para trabalhar como biólogo no Canadá

Saiba como trabalhar como biólogo no Canadá

O Canadá possui, atualmente, o terceiro maior IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do mundo e oferece uma excelente qualidade de vida para a sua população.

Muitos brasileiros têm sido atraídos para o país não apenas pela qualidade de vida, mas também porque muitas profissões estão em alta e prometem bons salários e carreira sólida.

Mas, para conseguir uma boa oportunidade lá e na sua área de formação e atuação, é preciso prestar atenção em alguns requisitos do país. Veja a seguir quais são, para o cargo de biólogo.

Tenha o domínio do inglês

Independentemente da sua área de especialização ou de interesse, para trabalhar no Canadá, é essencial que você tenha o domínio do inglês.

Então, é preciso estudar muito, e não se contente apenas com as aulas em escolas de idioma: treine a escrita em casa, assista a filmes sem legendas e procure aulas particulares, se o seu orçamento permitir. Isso vai fazer a diferença na hora do recrutamento!

Além disso, é preciso provar que você tem o domínio do idioma quando for solicitar o visto. É exigido que você tenha feito algum teste de proficiência (IELTS ou TOEFL, por exemplo). Quanto maior a sua nota nesse teste, maior será a sua pontuação na hora de solicitar o visto.

Formação prévia é importante

Para atuar como biólogo no Canadá, é preciso que você tenha, no mínimo, o título de Bacharel em Biologia.

Já se a sua intenção for trabalhar na área de pesquisa, você precisa ter feito, no mínimo, o mestrado. E, se a área acadêmica for a sua meta, então, é precisa ter alguma experiência prévia como pós-doutorando.

Processos seletivos

É essencial que, ao procurar uma vaga, você mande não apenas o seu currículo, mas também uma carta de apresentação (ou cover letter). Nessa carta, você precisa explicar porque é a pessoa mais indicada para a vaga, porque está motivado a trabalhar na empresa e como poderá contribuir para o seu desenvolvimento.

Se o contratante gostar do seu currículo, entra em contato com você e dá continuidade ao processo seletivo, que pode ter várias etapas e requerer diversas comprovações.

Além da entrevista, as empresas podem solicitar que você faça testes de escrita em inglês, para se certificarem de que você realmente é capacitado no idioma. Eles também pedem que você indique referências de trabalhos anteriores, inclusive brasileiros. E pode ter a certeza de que eles entrarão em contato para saber mais a respeito do seu perfil profissional.

Caso tenha alguma carta de recomendação de outros lugares em que você trabalhou, não hesite em apresentá-las: elas podem fazer toda a diferença! Mas, lembre-se que elas precisam estar em inglês.

Regulamentação da profissão

É preciso ficar atento, porque cada uma das províncias canadenses possui diferentes exigências e a profissão de biólogo não é regulamentada em todas. Ela é regulamentada na Colúmbia Britânica e em Alberta, mas não em Ontário e Manitoba, por exemplo.

Para conseguir informações confiáveis, o ideal é entrar em contato diretamente com os órgãos competentes de cada província ou com o órgão regulador responsável pela sua área. Alguns desses contatos são: College of Applied Biology – BC e Alberta Society of Professional Biologists.

Caso a província para a qual você quer imigrar não tenha a profissão de biólogo regulamentada, vale a pena pesquisar se ela tem alguma associação. Essas entidades podem auxiliar no fornecimento de informações, divulgação de vagas e networking.

É possível obter maiores informações no site da Universidade de Toronto e da Universidade de Manitoba sobre os diversos cursos e especializações em biologia.

O que é preciso para trabalhar na Colúmbia Britânica?

A expectativa é que a área de Biologia cresça cerca de 1,2% até 2022, o que significa 2.900 novas vagas para biólogos na província da Colúmbia Britânica.

Para quem não teve formação e experiência profissional fora do Canadá, é preciso contatar o College of Applied Biology, que é o órgão regulador da profissão na Colúmbia Britânica.

Através do site deles é possível fazer uma autoavaliação para saber se você possui as qualificações exigidas para o exercício da profissão na província. Caso você não atenda esses requisitos, pode ser necessário passar um período de adaptação aos padrões canadenses, chamado de educação continuada.

Eles exigem que o profissional possua algumas competências acadêmicas específicas: Sistemática (Systematics or Classification), Biologia cellular (Cellular Biology), Biologia Organismal (Organismal Biology), Ecologia (Ecology), Biologia aplicada (Applied Biology), Estatística (Statistics) e Comunicação (Communications).

Conhecer todos os requisitos para biólogos da Colúmbia Britânica é essencial

Há cinco tipos diferentes de registros realizados pelo College of Applied Biology:

  • Registered Professional Biologist (RPBios): onde devem ser registrados os biólogos propriamente ditos.
  • Registered Biology Technologist (RBTechs): nesta categoria se enquadram os tecnólogos, que trabalham em equipes, incluindo os RPBios, além de outros profissionais. O trabalho independente também é possível, desde que autorizado pelo College.
  • Biologist in training: são para profissionais que atendem aos critérios exigidos pelo órgão regulador, mas que ainda precisam adquirir experiência profissional. Essa licença tem validade de até 6 meses.
  • Registered Biology Technologist in Training: similar à categoria anterior, mas aplicada para RBTechs.
  • Student: esse registro é para quem ainda não tem o diploma universitário. Para ter direito a esse registro, é necessário estar matriculado em, pelo menos, 3 matérias (courses) por semestre em algum programa na província que atenda às exigências do College.

Veja quais são os passos para aplicar para a categoria Professional Biologist (RPBio). O processo leva entre 8 a 10 semanas, desde que todos os requerimentos e documentos estejam de acordo com o requerido.

  • Preencher o formulário e ter credenciais reconhecidas pelo WES ou ICES;
  • Enviar histórico escolar da universidade e a descrição de cada uma das disciplinas durante a sua formação;
  • Preencher o formulário Work Experience Worksheet, com o histórico de experiência de trabalho de forma cronológica, descrevendo as atividades exercidas em cada um dos cargos;
  • Preencher o Professional Experience Worksheet
  • Fornecer, pelo menos, 3 contatos de referências profissionais (professores ou colegas de trabalho);
  • Pagar as taxas necessárias;
  • Traduzir todos os documentos solicitados para o inglês. Cada documento deve ter, pelo menos, um resumo em inglês;
  • Participar de um seminário em ética profissional que seja aprovado pelo College.

O que é preciso para trabalhar em Alberta?

Há um acordo entre a província de Alberta e a Colúmbia Britânica para os biólogos no Canadá. O profissional que estiver habilidade em uma das províncias poderá atuar também na outra. Basta apenas se registrar junto ao órgão responsável da província.

No caso de Alberta, o órgão regulador é o Alberta Society of Professional Biologists. Há 10 categorias diferentes de registros para os biólogos, sendo que 7 delas são as principais e as demais, para profissionais não atuantes:

  • Professional Biologist: necessário atender às exigências de educação (no mínimo, bacharel), experiência profissional (pelo menos, 3 anos de prática) e profissionalismo. Tudo deve ser comprovado através de cartas de referência.
  • Biologist in Training: para quem já possui as credenciais acadêmicas necessárias, mas ainda sem a experiência profissional necessária (de 3 anos).
  • Registered Biologist: esse registro é para quem ainda não possui os requisitos acadêmicos necessários para ser um Professional Biologist. Nesse registro, a pessoa precisa ter entre 12 e 14 matérias em um curso de bacharelado em biologia.
  • Registered Biologist in Training: para aqueles profissionais que não atendem a todos os requerimentos acadêmicos do Biologist in Training.
  • Registered Technologist in Biology: para o tecnólogo diplomado em curso de 2 anos e com 2 anos de experiência na área após ter se graduado.
  • Registered Technologist in Training: para quem já possui o diploma de tecnólogo, mas ainda não completou os 2 anos de experiência exigidos para a categoria acima.
  • Student Biologist: para os estudantes matriculados em universidades ou outras instituições de ensino reconhecidas pelo Alberta Society of Professional Biologists.

Se toda a sua formação e experiência profissional foram adquiridas fora do Canadá, é preciso ter o seu histórico avaliado pelo Internatinal Qualifications Assessment Service (IQAS).

No site do Alberta Society of Professional Biologists, é possível encontrar maiores detalhes sobre as taxas, anuidades, categorias e processos para novos membros.

O sonho de trabalhar como biólogo no Canadá pode estar mais próximo

Qual a média salarial do biólogo no Canadá?

O salário médio inicial de biólogo de vida selvagem no Canadá é de cerca de C$ 47.500, ou seja, quase C$ 4.000 por mês. Após cinco anos de experiência, ele pode chegar a C$ 75.000.

Os valores podem variar de acordo com a cidade e a sua área específica de atuação. Portanto, é melhor pesquisar e entrar em contato com pessoas que já trabalham na área para ter uma estimativa mais precisa.

Para pesquisar no Google, você pode digitar “Average salary + profissão + cidade”. Por exemplo: “Average salary biologist Montreal”. Aparecerão diversos resultados, mas sites como o Payscale e o Glassdoor são importantes fontes de pesquisa, não apenas de valores de salário, mas também de vagas disponíveis.

Ainda tem alguma dúvida sobre o que é preciso para atuar como biólogo no Canadá? Deixe seu comentário abaixo. Conhece alguém que quer ter essa experiência fora do Brasil? Compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude essas pessoas!

Topo