8 dicas do que se fazer em Toronto no inverno

Posted in Entretenimento, Eta Canada Blog, Fauna e Flora

Alguns países do hemisfério norte, como o Canadá, são famosos pelo frio rigoroso e baixas temperaturas, que descem para níveis abaixo de zero em boa parte do ano. Algumas cidades são ainda mais frias, como Toronto. Por isso, é importante saber o que se fazer na cidade no inverno.

Visitar qualquer localidade canadense entre os meses de dezembro a março é ter a quase certeza de encontrar neve e muitas possibilidades de diversão. Afinal, esse é um grande atrativo, tanto para quem vive no país quanto para seus milhares de visitantes de todas as partes do mundo.

O rigor do inverno não é uma característica que afasta os turistas brasileiros, muito pelo contrário. Por ser totalmente distinto do que se encontra naturalmente no país, vale a pena a viagem e tudo o que uma experiência como essa traz de interessante.

Conheça agora 8 dicas do que se fazer em Toronto no inverno e comece já a planejar as suas próximas férias.

8 dicas do que se fazer em Toronto no inverno

Como já mencionado, visitar o Canadá no frio é uma experiência inesquecível, mesmo com as praias e o verão brasileiro nessa mesma época do ano. Essa experiência é potencializada pelo fato de se encontrar paisagens diferentes e fazer programas que são raros, ou até mesmo inexistentes no Brasil, mesmo em seu inverno.

Confira 8 passeios para se fazer em Toronto no inverno. São dicas que valem para pessoas de todas as idades e tipos de turistas.

1 – Pistas de patinação no gelo

Esse é certamente um dos passeios mais frequentes não só em Toronto, como também em diversas cidades ao redor do país. O melhor de toda essa experiência é que não é necessário gastar muito dinheiro – os outdoor rinks, como são chamadas as pistas abertas, são gratuitos.

No entanto, é necessário levar os patins ou, caso não tenha o seu par, alugar ali mesmo no local – a taxa costuma ser de 5 dólares canadenses, que não chegam a 15 reais.

Em caso de chuva ou neve incessantes, este não é um programa que você deixar de fazer em Toronto no inverno. A cidade ainda conta com 40 indoor rinks, além das 52 pistas abertas. A popularidade desse esporte no país é impressionante – dificilmente você encontrará um local de patinação vazio ou com poucas pessoas.

As pistas de patinação no gelo são uma das grandes atrações para moradores e turistas em Toronto.

Para os mais inseguros na modalidade, vale a pena ter umas aulas antes de tentar patinar. Você pode ter informações nas próprias pistas.

2 – Festivais

Toronto recebe inúmeros eventos ao longo do ano. São programas bem diferentes entre si e que atraem muitos visitantes.

Um deles é o Icefest, que, como o próprio nome diz, é um típico evento de inverno. É normalmente realizado no centro de Toronto, perto da Bay Station, no qual são apresentadas esculturas feitas de gelo.

Durante o dia é possível ver os artistas fazendo suas criações. Ao final, as pessoas votam na melhor delas.

É possível ver a preparação das esculturas de gelo ao longo do dia no Icefest.

Para os amantes de cerveja, o Beerfest, também conhecido como Toronto Festival of Beer, apresenta 300 marcas da bebida, originárias das mais diversas localidades ao redor do mundo. Cerca de 30 mil pessoas comparecem ao evento todos os anos.

O Beerfest já virou uma tradição na cidade, pois acontece desde 1996.

O Winterlicious tem também uma versão de verão, o Summerlicious. É um festival que consiste em comer nos melhores restaurantes de Toronto pagando uma taxa única para entrada, prato principal e sobremesa. Você tem acesso ao melhor da cozinha local economizando um bom dinheiro.

São mais de 200 restaurantes participantes do evento, logo as opções são muitas e bastante variadas. É possível fazer reserva e os lugares mais conhecidos do público são os primeiros que lotam, por isso é importante planejar bem e garantir sua presença com antecedência.

Uma peculiaridade do Winterlicious é que o almoço costuma ser mais barato do que o jantar, embora seu menu seja relativamente mais simples.

3 – Estações de ski

Esquiar em Toronto e arredores é sinônimo de diversão para toda a família.

Esse é um programa que não pode faltar na lista do que se fazer em Toronto no inverno. Seus arredores têm uma infinidade de opções de dia ou à noite.

A Mount St. Louis Moonstone fica a 1h30 da cidade e tem 36 pistas com bastante espaço, e não ficam tão cheias. Os preços costumam ser convidativos, mas há a restrição de não contar com atividades paralelas. Portanto, o local é perfeito para quem deseja exclusivamente esquiar.

A Hockey Valley, por sua vez, fica a 80 quilômetros da cidade e tem pistas para praticantes de todos os níveis, além de aulas do esporte. É uma alternativa mais completa, pois tem um resort bem próximo para quem não deseja voltar para Toronto à noite e enfrentar o cansaço do passeio.

Mais longe da cidade, a Blue Mountain requer uma viagem de 2h30. Recebe mais visitantes, mas tem um complexo de entretenimento e lazer, como spa, patinação, praça de alimentação, shopping center e até montanha-russa.

Agora, se você não pretende sair de Toronto para fazer seus programas de lazer no inverno, vale a pena visitar o Centennial Park. Nas proximidades, há uma pequena colina que atrai muitas pessoas no período de baixas temperaturas.

É possível alugar o equipamento, caso não o tenha, e ter a ajuda de instrutores especializados, caso ainda seja iniciante no esporte.

4 – Cidade subterrânea

Para quem quer aproveitar o inverno de Toronto plenamente e fazer de tudo na viagem, essa experiência é magnífica. Imagine uma cidade que fica literalmente debaixo da terra. Ela existe e é denominada Path (caminho, em inglês).

É o maior local com essa característica em todo o mundo, sendo chancelado pelo Guinness Book.

A Path foi a primeira cidade subterrânea do Canadá. As outras foram inspiradas nela.

A temperatura no local é bem agradável, independentemente de quantos graus está fazendo lá fora. O acesso é completo, com estações de metrô, terminal de trem, 2 shoppings, hotéis, prédios e estacionamento.

Até mesmo pontos turísticos, como a CN Tower e o The Air Canada Centre, estão ligados à Path de alguma forma.

A Path é um verdadeiro complexo que fica abaixo do nível do solo.

São mais de 1200 estabelecimento, como lojas e serviços, que formam esse grande complexo. Tudo é muito bem sinalizado e muito receptivo por quem o visita pela primeira vez.

5 – Promoções de inverno

Para quem quer fazer algo em Toronto no inverno relacionado a compras é fundamental guardar essa data: 26 de dezembro. Todos os anos, o dia é marcado pelo Boxing Day, que pode ser tranquilamente comparado à Black Friday nos Estados Unidos.

A data é estratégica: exatamente no dia seguinte ao Natal, o período quando as pessoas mais fazem compras em todo o mundo.

Você pode encontrar ofertas dos mais diversos tipos: roupas, acessórios, calçados, tecnologia, enfim, as mercadorias agradam a todos os estilos de consumidor.

Um dia após o Natal, muitas pessoas saem de casa para aproveitar as promoções do Boxing Day.

A tradição não é apenas comum no Canadá. Aliás, o Boxing Day é importado do Reino Unido por muitas de suas ex-colônias.

6 – Cafés

Baixas temperaturas combinam com uma bebida bem quente e muita conversa. Baseado nisso, um programa excelente para se fazer em Toronto no inverno é aproveitar os variados cafés da cidade.

Desde os mais originais, com o Poop, até os mais tradicionais, Toronto oferece diversas opções de cafés.

Todas as redes de cafés conhecidas no mundo têm uma filial na cidade, como Tim Hortons, Starbucks e Second Cup. Você pode apreciar bebidas como expresso, lattes, chocolate quente, cappuccino, macchiato, entre outros.

Aproveite também para conhecer os cafés temáticos, como o Poop (cocô, em inglês), decorado com o respectivo emoji do Whatsapp. Você pode apreciar também o Uncle Tetsu, inspirado na cultura japonesa, o For the Win, onde se pode brincar com jogos de tabuleiro, e o Nutella, onde você pode provar diversos doces.

7 – CN Tower

Se você quiser ter uma visão ampla de como é uma cidade na estação mais fria do ano, vale a pena fazer este programa no inverno de Toronto. Do topo da CN Tower, é possível ver todos os arredores da cidade e fazer belas fotos.

Para se ter uma ideia, há um chão de vidro a 350 metros de altura, através do qual você consegue ver o chão, no térreo, apenas ao olhar para baixo. Ainda é possível ver as Niagara Falls, que estão a aproximadamente 100 quilômetros de distância, mas para isso é preciso um céu limpo, o que é mais difícil de acontecer no inverno.

A CN Tower é um programa clássico para se fazer em Toronto no inverno.

Ainda se pode visitar o Sky Pod, que está mais acima, a quase 500 metros de altura.

8 – Neve

Esse é um item que não pode faltar de forma alguma nessa lista do que se pode fazer em Toronto no inverno. Embora seja um evento menos presente do que em localidades como a capital Ottawa e Montreal, dá para aproveitar bastante, pois em média se tem cerca de 40 dias por ano de neve na região.

Ela começa a aparecer no mês de novembro, mas em alguns anos pode ser vista já em outubro. Permanece até por volta de abril, com picos de dezembro a fevereiro. De maio a setembro normalmente não neva.

A neve oferece possibilidades diversas para os turistas que visitam a cidade.

Você viu 8 programas diferentes para curtir o inverno de Toronto. Se você quer conhecê-los melhor, aproveite e leia os outros textos do blog que tratam de visto e outros detalhes referentes à sua viagem.

Leia conteúdo novo e exclusivo ao visitar o site regularmente e não se esqueça de comentar para esclarecer qualquer dúvida.

Topo