8 dicas do que fazer em Hamilton

Posted in Cidades, Entretenimento

O Canadá é um dos países mais interessantes para se explorar, com algumas das melhores cidades para turistas em todo o mundo. Há opções para quem busca aventura, cultura, culinária, vida noturna, o que for! Hamilton, por exemplo, é um ótimo destino, independentemente das suas preferências. A questão é: o que fazer em Hamilton? Acompanhe a resposta para essa questão a seguir!

8 dicas do que fazer em Hamilton

Localizada na província de Ontário, a apenas uma hora de viagem pela estrada da capital, a cidade de Hamilton é um destino comum, não apenas para turistas internacionais, mas também para cidadãos do país que desejam tirar um fim de semana de folga enquanto ficam mais próximos à natureza. Suas principais atrações são as excelentes trilhas e valor histórico. E, como tudo está em um mesmo espaço, não é difícil revezar as opções de entretenimento.

Quer descobrir um pouco mais sobre o que você pode fazer em sua viagem para Hamilton? Então, fique de olho e tire todas as suas dúvidas.

O que fazer em Hamilton?

O mais importante antes de sair para qualquer viagem é ter um planejamento. Não apenas com relação à sua agenda e finanças, mas principalmente quanto às atividades que você pretende realizar com o tempo que tiver disponível. Se você já fez qualquer viagem internacional, sabe muito bem como é um pesadelo conseguir tempo para tudo.

Para te ajudar um pouco com essa parte, separamos aqui uma lista com 8 dicas de atividades para realizar em sua viagem para Hamilton. Escolha aquelas que mais te agradam e prepare a viagem dos seus sonhos:

Trilha Bruce

Boas trilhas sempre te deixam mais próximo da natureza

Primeiro, uma atividade para quem está a fim de conseguir um contato mais próximo com a natureza e passar mais tempo ao ar livre. A Trilha Bruce é um espaço natural de proteção ambiental, com um total de 900 km de extensão, em trilhas ao longo da borda da Escarpa Niagara, uma das grandes joias naturais desta cidade e destino certo para os turistas mais aventureiros. E tudo isso sem nenhum custo!

Ela foi criada, originalmente, em 1959 como parte da Reserva Mundial de Biosfera da UNESCO, o que também garante que a área continue verde e receptiva ao público por muitos anos no futuro. Se 900 km são um pouco mais do que você esperava, não se preocupe, pois eles não precisam ser feitos de uma vez. Há vários pontos de acesso, o que significa que você pode aproveitar programas com diferentes dificuldades e durações, de acordo com a sua preferência. Basta visitar o site da Bruce Trail para conferir o mapa e as recomendações.

Canadian War plane Heritage Museum

A história destes aviões vai te surpreender | Imagem: Warplane

Se o clima de aventura não te atrai muito em relação ao que fazer em Hamilton, talvez algo mais voltado para a história local seja do seu agrado. Nesse caso, a primeira recomendação é o Canadian Warplane Heritage Museum, ou, em tradução livre, o Museu da História dos Aviões de Guerra Canadense. Como o nome já diz, trata-se de um museu que conta a história da aviação militar do país.

O museu conta hoje com mais de 40 aeronaves em exposição. Para manter a qualidade das visitas e do museu, de forma geral, cada uma delas é cuidadosamente restaurada e preservada ao longo dos anos. De todos os exemplares, aquele que mais recebe destaque é o Avro Lancaster, aeronave utilizada durante a Segunda Guerra Mundial, que foi pintada em homenagem a Andrew Mynarski, ganhador da Victoria Cross.

Se você quiser visitar o museu, pode encontrá-lo no endereço: 9280 Airport Road, Mount Hope, Hamilton. Ele abre todos os dias, das 9h às 17h. O preço varia de acordo com a idade do visitante, mas você pode conferir os detalhes no site do museu.

Castelo de Dundurn

Quem nunca sonhou em viver em um castelo?

Continuando a lista de passeios culturais e históricos, a próxima recomendação para a sua viagem é o Castelo de Dundurn, outro destino que não pode faltar em sua lista. Construído em 1830, o prédio foi criado para ser a casa do ex-primeiro-ministro da província do Canadá, Sir Allan Napier MacNab. O espaço é amplo, com 40 quartos bem espaçosos e um jardim no qual são cultivados frutas e vegetais até hoje.

É possível receber uma visita guiada por todo o castelo, sendo que os passeios consomem a maior parte do dia. Sendo assim, chegue bem cedo para poder aproveitar melhor o seu tempo. O local fica aberto de meio-dia às 14h, de terça a domingo. Fica localizado no York Boulevard, nº 610.

HMCS Haida

Os navios da segunda guerra sempre carregam bastante história | Imagem: Wikimedia.

Se a sua lista de o que fazer em Hamilton ainda carece um pouco da história militar do Canadá, então o HMCS Haida é uma parada obrigatória em sua viagem. Como o nome já deixa a entender, o HMCS Haida é um antigo navio de guerra, usado de 1943 a 1963. Hoje, depois de várias empreitadas, ele está aposentado, ancorado no porto de Hamilton, onde recebe visitantes como uma atração histórica.

O navio pode ser visitado de 10h às 17h, mas os dias disponíveis variam ao longo do ano. Nos meses de maio e junho, de quinta a domingo; de julho a setembro, ao longo de toda a semana; e de setembro a outubro, apenas nos fins de semana. Em qualquer uma dessas visitas, você será recebido por um dos veteranos do navio, que servem como guias voluntários.

Seu endereço é: Sítio Histórico Nacional, Píer 9, 658 Catharine Street North.

Royal Botanical Gardens

Com um jardim desses, não há como não relaxar | Imagem: The Heart of Ontario

Para aqueles buscando um meio termo entre “natureza” e “civilização”, um bom lugar para visitar é o Royal Botanical Gardens, ou “Jardins Botânicos Reais”, em tradução livre. Marcado como o maior jardim botânico em todo o país, incluindo também um santuário de vida selvagem e um jardim de pedras. Ótimo para quem quer aprender um pouco mais sobre a biodiversidade local, mas não está tão a fim de fazer uma longa caminhada na floresta.

O jardim está aberto para visitantes todos os dias da semana, de 10h às 20h. Porém, como as plantas não estão floridas o tempo todo e o Canadá possui um clima mais variado que a maior parte do Brasil, o local só pode ser visitado de maio a outubro, época que engloba o final da primavera, verão e começo do outono. Seu endereço é: Plains Road West, 680, Burlington.

Tew’s Falls

Hamilton é também conhecida como “Cidade das Cachoeiras” | Imagem: Wikimedia

Hamilton é também conhecida como a Cidade das Cachoeiras”. E isso fica bem fácil de entender depois de fazer uma pequena visita à Área de Conservação do Desfiladeiro de Spencer, onde estão localizadas as Cataratas de Tew, ou Tew’s Falls. Esse é mais um grande destino para quem deseja explorar a natureza única ao redor desta cidade.

Embora seja bem menos famosa do que as Cataratas do Niágara, um dos principais pontos de referência mundial da província de Ontário, a Trew’s Falls não fica muito para trás. São apenas alguns metros a menos de extensão, possuindo ainda 41 metros de altura – uma estatura respeitável que pode ser muito bem apreciada durante a primavera, já que ela pode secar durante os meses mais quentes.

As visitas são livres, bastando buscar a Área de Conservação do Desfiladeiro de Spencer.

Bayfront Park

Se você quer ar livre sem ir para a floresta, este parque é para você | Imagem: Wikimedia

Se você já possui outros planos para o que fazer em Hamilton, mas ainda quer aproveitar um pouco do ar livre que estiver mais próximo à cidade, o Bayfront Park é a primeira sugestão. Trata-se de uma área verde construída próxima ao extremo oeste do porto de Hamilton. O local conta com um amplo habitat de peixes, plantas nativas e bastante espaço para visitantes. Há também uma faixa de areia de 6 metros ao longo dos quase 2 quilômetros de faixa de água.

O parque também possui várias opções de entretenimento, incluindo locais apropriados para pescar, andar de bicicleta, caminhar, fazer passeios de barco, entre outras atividades. Se você estiver na cidade na época certa, pode ser que encontre um dos vários festivais e concertos que ocorrem no local todo verão. Baste visitar o porto e você, eventualmente, vai encontrar o parque.

Tiffany Falls

Hamilton é um dos melhores lugares para conhecer cachoeiras | Imagem: Wikimedia

Para encerrar a lista, nada melhor do que mais um exemplo de beleza natural da cidade de Hamilton que indica por quê ela é conhecida como “a Cidade das Cachoeiras”. Tiffany Falls é uma das áreas de conservação ambiental da cidade, o que significa que há uma biodiversidade única para ser apreciada no local. Na verdade, essa área inclui duas cachoeiras: Tiffany Falls e Washboard Falls.

A área se estende por boa parte da cidade, passando por algumas áreas urbanas e outros trechos de floresta, o que também leva a uma grande diversidade de vida animal, insetos e plantas. E você não precisa pagar muito para visitar o local. O preço do estacionamento é de apenas 5 dólares canadenses por dia de visita. Algo bem em conta para quem só quer mais contato com a natureza!

Com essa grande lista de pontos turísticos, você já está mais do que preparado para planejar o que fazer em Hamilton durante a sua viagem. Lembre-se que, se você procurar um pouco mais no caminho, certamente vai achar outras coisas que te interessam.

Quer continuar bem informado sobre o tema? Então, assine nossa newsletter e receba tudo em primeira mão!

Topo