12 curiosidades sobre o vocabulário canadense para não se enrolar

Posted in Cultura, Eta Canada Blog

Mesmo sendo pouco comentado, o Canadá possui duas línguas oficiais: inglês e francês, ambas com suas peculiaridades e expressões próprias. Acompanhe este texto com algumas curiosidades sobre o vocabulário no Canadá, para que você possa tirar as suas dúvidas e se preparar melhor para quando for visitar o país.Você sabe por que o país tem dois idiomas oficiais?

Enquanto buscavam novos caminhos, exploradores franceses e ingleses atravessaram as águas da América do Norte. Após construir vários postos ao redor dos rios, os franceses ficavam próximos dos rios São Lourenço, Mississipi e Grandes Lagos, enquanto os ingleses ficavam na Baía de Hudson e na costa atlântica.

As colonizações começaram a se tornar permanentes perto do ano de 1600, tanto para os franceses quanto para os ingleses, aumentando durante o século. Conforme o crescimento, a atividade econômica também foi se desenvolvendo, entretanto, as colônias de Nova França e Nova Inglaterra ainda eram dependentes do comércio e de suas metrópoles.

Após um movimento que tornou a América do Norte o foco da rivalidade entre Inglaterra e França, depois da queda da Cidade de Quebec, no século XVIII, o Tratado de Paris acabou entregando à Inglaterra o território situado a leste do Mississipi, exceto as ilhas de St. Pierre e Miquelon.

Com o governo inglês, os habitantes de língua francesa, que eram aproximadamente 65 mil pessoas, tinham que guardar suas tradições, língua e cultura. Como as pessoas não queriam esconder suas tradições, em 1774 foi aprovado o Ato de Quebec pela Grã-Bretanha, que reconhecia, de forma oficial, os direitos dos franceses, garantindo liberdade tanto religiosa quando linguística.

Agora que você já entende o porquê dos dois idiomas, veja algumas curiosidades sobre o inglês canadense.

6 curiosidades sobre o inglês canadense

Bandeira do Canadá feita com folhas.

Todo idioma tem características distintas e específicas, o que faz a peculiaridade de cada língua. No Canadá isso não é diferente.

Aqui você verá algumas curiosidades e peculiaridades sobre o inglês canadense.

1. Ele é diferente do inglês americano e do inglês britânico

Não é exagero dizer que o inglês canadense é uma mistura do inglês britânico com o inglês americano. A influência britânica se deve ao fato de que o Canadá foi governado pelo Reino Unido. Além disso, a proximidade entre os países também pesa na caracterização do Canadá.

As mudanças variam desde pronúncia, hábitos e até escrita. Por exemplo, no inglês americano a palavra color, que significa “cor”, se escreve colour. Os canadenses raramente falam restroom quando se referem a banheiro, já que usam a palavra washroom e no inglês americano, a letra “z” é pronunciada como “zi”, enquanto no canadense se diz “zed”.

O multiculturalismo é muito presente nas ruas, variando idiomas e trazendo uma experiência mais rica para a sua viagem.

2. Serão necessárias algumas adaptações

Mesmo que seu inglês seja fluente, aparecerão algumas palavras novas no seu vocabulário. Essa nova linguagem é chamada de “Can-Speak”, que é uma abreviação de “Canadian-Speak”, se tornando uma forma de as pessoas diferenciarem o inglês canadense do inglês que o resto do mundo fala.

3. Em algumas cidades, todos falam inglês

Issoo depende muito da região, claro, mas se for para a província da Colúmbia Britânica, a terceira maior do Canadá, só encontrará pessoas conversando em inglês. Nesses lugares, o inglês é tido como primeira língua. Aproximadamente 17 milhões de pessoas têm o inglês como língua materna.

Já a cidade de Vancouver, a terceira maior do país, é reconhecida como a maior cidade asiática fora da Ásia, devido ao número de estrangeiros que moram lá.

4. É comum usar uma entonação no final das frases

Uma entonação específica é usada no final de cada sentença, como se fizesse uma pergunta. Por exemplo, na frase “I think it is time to stop talking aloud, eh?” a palavra “eh” pode ser traduzido por “né”. Logo, a frase fica “Acredito que seja hora de parar de falar tão alto, né?”

É mais visto como uma característica, mas se transformou em algo marcante, que chama bastante atenção.

5. Há palavras usadas apenas no Canadá

Assim como a entonação no final das frases, algumas coisas são mais específicas quando se trata do inglês falado no Canadá. Por exemplo, as palavras loonie e toonie

Na moeda de $1 canadense, existe um pássaro chamado Loon, sendo apelidado pelos locais como Loonie. No caso da moeda de $2, algumas pessoas dizem que usam Toonie apenas para rimar, entretanto outros dizem que $2 são two loonie, se transformando, assim, em Toonie.

Um outro exemplo são o Freezies, picolés de saquinho, que aqui no Brasil são conhecido como geladinho, sacolé, chupe-chupe, entre outros.

Uma palavra que tem vários significados lá é Keener, podendo ser puxa-saco, nerd ou alguém que se esforça demais para algo.

6. É mais formal do que o inglês estadunidense

Um ponto que deve ser observado é que os canadenses usam menos gírias do que os americanos, o que traz a sensação de formalidade. Alguns afirmam que o inglês canadense é mais próximo ao inglês britânico devido ao fato de o Canadá ser uma ex-colônia e também pela proximidade geográfica da terra da rainha

Apesar disso, não há como se confirmar, já que o movimento do idioma traz peculiaridades de cada região.

Veja agora algumas curiosidades sobre o francês canadense.

6 curiosidades sobre o francês canadense

Uma curiosidade sobre o vocabulário no Canadá é que as placas dos estabelecimentos estão em dois idiomas.

Como você já viu, o franceses resistiram para manter seu idioma e suas tradições, tanto linguísticas quanto religiosas.

Mesmo que o francês canadense soe idêntico ao francês europeu para os leigos, as peculiaridades são muitas, transformando a língua em um francês com influência da língua inglesa.

1. Existe uma província onde a maioria da população fala francês

Na província de Quebec, cerca de 80% da população fala francês, tornando-o o idioma oficial. É a segunda província mais habitada do Canadá e a maior do país, acompanhada de Montreal.

Em função dos laços históricos e culturais criados com a França, Quebec é considerada diferente do restante do país. Tão diferente que a província tem um lema: Je me souviens, que significa “eu me lembro”, sendo associado à lembrança dos moradores de Quebec, devido ao domínio britânico no passado.

2. Francês canadense tem suas próprias características

Mesmo com todas as variações linguísticas no mundo, o francês canadense é diferente do falado nos outros lugares.

O idioma manteve uma pronúncia arcaica, bem próxima da forma francesa de falar na época da colonização. Ganhou também um tom mais anasalado, devido à influência do inglês. O idioma começou a se diferenciar quando o francês europeu se desenvolveu com influências europeias, enquanto o canadense se desenvolveu com influências da língua inglesa.

3. Algumas palavras são usadas apenas no Canadá

É importante mencionar palavras que são usadas apenas pelos canadenses que falam francês. Veja agora alguns exemplos:

Chum, no lugar de petit-ami, e blonde, para petite-amie, que significa “namorado” e “namorada”.

Char, no lugar de voiture, que significa “carro”.

Peanu,t no lugar de cacahuète, que significa “amendoim”.

Existe diferença também quando se denomina as refeições. No Canadá, começa no déjeuner até o diner, terminando no souper, porém na França começa no pétit déjeuner, passa pelo déjeuner e termina no diner.

4. Québecois é um idioma

Não é apenas um dialeto, mas sim sua própria forma de falar, com palavras diferentes. É possível fazer uma comparação quando se trata do português brasileiro com o português europeu, de Portugal. Da mesma forma, com o espanhol falado nas Américas e o espanhol falado na Espanha.

São idiomas parecidos, mas com seu próprio vocabulário, que inclui alterações na gramática e na pronúncia. No entanto, as diferenças se resumem ao sotaque e às expressões.

5. Eles criaram suas próprias expressões

Essas expressões se tornam inconfundíveis quando se conhece um pouco do local. As influências se tornam claras graças às misturas de palavras em inglês que surgem no meio das frases em francês. Veja alguns exemplos de expressões comuns em francês apenas no Canadá:

Ambitionner su’ I’pain béni significa ter vantagem sobre os outros, se assemelha muito à expressão “jeitinho brasileiro”.

Capoté se associa à expressão “curtir”.

Faire dur se assemelha à ideia de passar vergonha. Na forma coloquial, é o mesmo que “pagar mico”.

Tiguidou é o mesmo que “algo que já está certo, combinado”.

6. Não é só no Quebec que se fala francês

A parte leste do país, onde a província é localizada, não é o único lugar que o idioma é tido como predominante. Porém, não há como saber exatamente onde cada língua é falada. Esse fato traz várias dúvidas para os futuros visitantes.

Apesar disso, algumas outras províncias também usam o francês como idioma principal. Lugares como New Brunswick, Manitoba, Ontário, Nova Scotia, entre outros.

Um estabelecimento fechado com uma placa à mostra.

Devido ao tamanho do país e à diversidade cultural, é comum encontrar estabelecimentos onde tudo está escrito nos dois idiomas. Se o seu medo é não encontrar alguém que fale a mesma língua que você, não se preocupe! O país é receptivo e todos irão te ajudar!

Conhece mais alguma curiosidade sobre o vocabulário canadense? Surgiu algum dúvida? Conte nos comentários e não se esqueça de compartilhar com os amigos!

Topo