10 dicas do que fazer durante um ecoturismo no Canadá

Posted in Entretenimento, Eta Canada Blog, Fauna e Flora

Assim como qualquer outra modalidade de turismo, o ecoturismo no Canadá é uma inesquecível opção de viagem, pois no país há muitos lugares belíssimos para visitar.

Em todo o mundo, esse tipo de turismo vem crescendo a cada ano. Enquanto os passeios convencionais têm um crescimento de pouco mais de 7% ao ano, o ecológico chega ao dobro dessa taxa.

Essa é uma alternativa perfeita para quem vive em grandes cidades e precisa de um tempo para estar em um contato mais frequente com a fauna e a flora de um determinado local.

Se essa ideia agradou, considere fazer ecoturismo no Canadá. A seguir, você saberá mais sobre isso e certamente ficará encantado com as opções oferecidas.

O que é ecoturismo?

O ecoturismo se caracteriza por usar o patrimônio natural e cultural com incentivo à sua preservação e à conscientização sobre a importância do meio ambiente para a população em geral.

Além do contato com a natureza, há uma série de atividades que proporcionam maior conhecimento dos recursos naturais, com valores baseados na sustentabilidade. Também é importante para habilitar os locais a se desenvolver sem prejudicar os recursos naturais.

Parques ecológicos e ecossistemas diversos são roteiros frequentes desse tipo de passeio.

Como se não bastasse, o ecoturismo é uma forma de divulgar, para habitantes locais e estrangeiros, as belezas naturais de um determinado país, por mais heterogêneas que sejam.

O turismo ecológico, outra denominação bastante usada para esse tipo de viagem, começou a se popularizar nas últimas décadas, quando houve uma preocupação maior com o meio ambiente e sua importância.

Desde então, esse conceito só cresce, até chegar no momento que vive hoje.

5 atividades que você deve fazer durante o ecoturismo no Canadá!

O melhor de se fazer ecoturismo no Canadá é a possibilidade de conferir paisagens que normalmente não são encontradas no Brasil. Enquanto o país conta com a floresta Amazônica e chapadas como a Diamantina e a dos Guimarães, o território canadense é repleto de parques nacionais, e há a possibilidade de fazer rafting entre icebergs.

Ambas são experiências magníficas, porém distintas entre si.

Saiba mais sobre o ecoturismo no Canadá através das opções que serão listadas a partir de agora.

1 – Fazer trilhas pelas reservas

Este é o cenário que você pode encontrar em uma trilha.

Não há maneira melhor de se conectar com a natureza do que caminhando. No Canadá, você encontra inúmeros locais com paisagens cinematográficas. São belezas realmente incríveis.

A maior trilha do mundo, inclusive, se encontra no país. Trata-se da Trans Canada Trail, que conta com impressionantes 24 mil quilômetros.

Conhecê-la não é apenas uma oportunidade de visitar belos locais. Para quem é acostumado a fazer trekking, por exemplo, a trilha é um verdadeiro desafio.

Como já mencionado, o Canadá tem diversos parques nacionais. Dentre eles, pode-se destacar o maior transfronteiriço do mundo, com uma área de mais de um milhão de hectares. Fica bem próximo do Parque Glacier Bay, no Alasca.

2  – Passear de caiaque ou rafting entre icebergs

Para quem gosta de esportes radicais, esse item não pode faltar na viagem de ecoturismo pelo Canadá. Esse programa é muito comum nos rios Alsek e Tatshenshini, próximos ao Alasca.

O rafting no Canadá proporciona conhecer paisagens incríveis.

Vale mencionar as paisagens locais, compostas principalmente pelas florestas de tundra. Durante a prática, você pode ver ursos e alces, sem falar, claro, dos icebergs.

3 – Observar os animais selvagens

Os ursos são animais bem comuns de serem encontrados. Porém, para observá-los e fotografá-los com calma, é preciso ter alguns cuidados.

Primeiramente, os melhores períodos para encontrá-los em algum parque nacional são o início da manhã e o final da tarde. Você pode visitá-los de carro, com total cuidado – alguns animais costumam permanecer no meio da estrada. Os locais sempre contam com sinalização adequada informando a respeito.

O urso é um dos animais mais encontrados nos parques nacionais.

É importante também parar o carro no acostamento e nunca sair dele. Para tirar a foto, use o zoom da câmera. Também é imprescindível lembrar que é terminantemente proibido alimentar os animais durante a estadia no parque.

4 – Fazer escaladas

As Montanhas Rochosas oferecem locais apropriados para quem é iniciante ou experiente no esporte.

Ao fazer uma viagem de ecoturismo no Canadá, a escalada é um programa que não pode faltar em seu roteiro. É uma experiência totalmente diferente de outros lugares do mundo, pois, dependendo do local, você enfrenta inúmera adversidades, ideais para quem gosta de uma boa aventura.

Dentre os cenários mais comuns, pode-se destacar neve, gelo e rocha. As Montanhas Rochosas atraem praticantes de escalada de todos os cantos do planeta e há muitos lugares para relizar a atividade.

Não é preciso ser profissional. Squamish, por exemplo, tem locais apropriados para iniciantes – nem todos são aconselháveis, vale destacar. Alguns são exclusivos para pessoas com mais bagagem.

Outra cidade bastante conhecida por ter locais propícios para escalada é Banff, também nas Montanhas Rochosas.

5 – Acampar

Se um passeio em meio à natureza é incrível por si só, o que dizer sobre se hospedar em um cenário natural estonteante? E isso é possível ao acampar em algum parque nacional.

Basta alugar um spot, que geralmente tem preços bem menores do que um hotel, por exemplo. Cada um deles tem capacidade para 6 pessoas.

Para a viagem de ecoturismo no Canadá ser completa, nada melhor do que se hospedar em um parque nacional.

Em alguns locais você pode fazer a clássica fogueira no acampamento – inclusive o próprio parque oderece madeira  à vontade para isso.

Você terá que investir em barraca e outros itens normalmente usados em camping. Mesmo assim, é uma experiência que vale a pena.

Conheça os 5 melhores parques e reservas canadenses

Enquanto alguns parques são bastante visitados por canadenses e turistas de todo o mundo, outros passam despercebidos, mas são tão interessantes quanto os demais.

A seguir, você verá uma lista de 5 locais que você pode incluir em seu roteiro de viagem de ecoturismo no Canadá sem medo.

1 – Jasper e Banff

Uma paisagem que lembra uma obra de arte. Assim pode ser descrita a região desses parques nacionais, que ficam nas Montanhas Rochosas.

Seus montes têm neve em seus picos e apreciá-las já faz o passeio valer a pena. Os lagos glaciais têm uma impressionante coloração azul turquesa.

A tonalidade de cor dos lagos é um dos principais atrativos do local.

A fauna do parque é bem rica e durante a visita você pode ver ursos, veados, caribous, alces e outras espécies.

Apenas o Jasper National Park tem uma área que ultrapassa 10 mil quilômetros quadrados e também abriga a montanha mais alta da província de Alberta, a Mt. Columbia. Logo, a região oferece muitas atrações para ecoturismo no Canadá.

Você também encontra geleiras, lagos, fontes termais, quedas d’água, trilhas e rios.

2 – Point Pelee

O parque fica próximo a Toronto e tem fácil acesso.

A grande vantagem é ser perto de Toronto, uma das principais cidades canadenses  – fica a apenas 3 horas de distância. Assim, você consegue fazer ecoturismo no Canadá sem deixar de visitar as metrópoles.

O local possui um tipo raro de vegetação, a Floresta Carolinian, que vale a pena conhecer.

Na primavera, é possível observar a migração das aves, ao passo que no outono se podem ver as borboletas monarcas. Já no verão, uma das principais atividades é o caiaque.

3 – Grasslands National Park

Este já é um local mais afastado, plano e com espécies de animais que não são encontradas em qualquer lugar. É um parque bastante silencioso e praticamente sem poluição noturna, o que permite observar o céu de forma mais detalhada.

Trata-se de uma das mais novas reservas onde é possível pratcar ecoturismo no Canadá – foi fundada em 1981. Fica no sul da província de Saskatchewan, perto da fronteira com o Estado norte-americano de Montana.

É possível encontrar a paz interior neste parque canadense.

O local é parte do sistema patrimonial de proteção canadense. No total, são 39 regiões preservadas em todo o território canadense.

4 – Arquipélago de Mingan

Dessa lista, é um dos locais mais difíceis de serem acessados – apenas de barco é possível chegar lá. Fica na província de Quebec e é famoso por ter a maior concentração de monolitos do país.

É uma opção de ecoturismo no Canadá bastante original. Tem aproximadamente mil ilhas e ilhotas, que se espalham por 150 quilômetros.

Possui rochas cujos sedimentos têm mais de 500 mil anos.

O arquipélago possui uma beleza impressionante.

A melhor época para visitar o local é entre os meses de junho e o início de setembro, quando ocorre o verão no hemisfério norte.

5 – Niagara Falls

Um dos locais mais conhecidos para ecoturismo no Canadá, fica bem na fronteira com os Estados Unidos. São três grupos de cataratas: as Canadenses, as Americanas e a Bridal Vell (Véu da Noiva).

São cachoeiras bem largas, embora não sejam tão altas. Atraem turistas há mais de 100 anos e hoje é um destino frequentado por pessoas de todos os continentes.

As cataratas formam um dos pontos turísticos mais visitados do mundo.

Pelo seu grande volume de água, não pode ser considerado apenas um ponto turístico, mas uma fonte de energia hidrelétrica. Por isso, conta com um projeto de preservação ambiental.

Você conheceu melhor alguns locais onde você pode fazer ecoturismo no Canadá. Para conhecer mais sobre o país e ter detalhes de visto e imigração, leia os outros textos e visite o site.

Comente em caso de dúvidas ou acrescente informações caso conheça alguns dos pontos mencionados.

Topo