O que é e como fazer uma carta de custeio para um visto canadense?

A carta custeio para visto Canadá deve ser emitida quando um postulante a viver no país, principalmente por conta de estudos, será sustentado por uma outra pessoa. Ou seja, um(a) patrocinador(a) financeiro, mais precisamente conhecido como “sponsor”.

Para viver no Canadá, é preciso dispor de uma boa quantia financeira, que deverá ser comprovada ao governo no momento da solicitação de um visto. E quando esse valor não é o suficiente, possuir um sponsor pode ser a única saída.

Essa pessoa poderá se responsabilizar por todos os recursos da sua viagem, incluindo passagens aéreas, seguros, hospedagem, alimentação e, claro, todos os gastos enquanto você estiver vivendo no Canadá. Caso possua parte do dinheiro e necessite apenas complementá-lo, saiba que esse processo pode ser viável também.

Esse(a) patrocinador(a) para a carta custeio para visto Canadá poderá ser qualquer pessoa, dependendo da situação financeira e perfil do candidato. É mais indicado que seja um parente de primeiro grau, como pai, mãe, irmãos e avós, por exemplo.

Até mesmo a empresa na qual você trabalha poderá custeá-lo no caso de se tratar de uma transferência de emprego ou algo que o valha.

A família é quem normalmente se responsabiliza pela carta custeio para visto Canadá.

Como fazer uma carta custeio para visto canadense

A carta custeio deve ser completa. Ela deverá conter a assinatura de próprio punho do sponsor. No caso do patrocínio ser ofertado por uma empresa, essa carta deverá ser redigida em papel timbrado.

É indicado que o documento seja digitado e impresso, já que cartas feitas a mão podem conter letras que sejam de difícil entendimento por parte do governo canadense. Apenas o original será aceito.

Há quem afirme que a carta custeio para visto Canadá deva possuir firma reconhecida em cartório. Mas não se trata de uma verdade absoluta.

Junto ao documento original e assinado, devem seguir cópias dos comprovantes de recursos financeiros do sponsor, o que inclui holerites, contracheques, imposto de renda, extratos bancários, entre outros.

Em resumo, tudo o que for possível comprovar que o(a) patrocinador(a) terá recursos suficientes para sustentar a pessoa patrocinada no país durante sua estada. Cópia de documentos de identificação, como RG, CPF e passaporte, devem estar também anexadas ao processo.

Modelo de carta custeio para visto canadense

Agora que já sabemos o que uma carta custeio para visto canadense deve possuir, vamos conhecer um modelo para te ajudar no momento de solicitar a sua:

(Cidade), (data completa)

Ao

Consulado Geral do Canadá

ATT.:

Setor de Vistos

Eu, (nome do responsável legal), brasileiro, profissão (preencher), RG (do responsável), CPF (do responsável), Passaporte (do responsável), residente no endereço (preencher), declaro, para os devidos fins, ser o responsável financeiro de todas despesas decorrentes na viagem a ser empreendida por meu (minha) filho(a) (ou o parentesco cabível), (nome), brasileiro, RG (número de identidade), CPF (número), Passaporte (número), residente no endereço (preencher), cujo destino será (cidade), Canadá, cursando a escola (nome da escola) durante o período de (data inicial) a (data final).

Anexo comprovação de rendimentos financeiros conforme solicitação. Coloco-me à disposição para quaisquer outras informações que se façam necessárias…….(nome completo do responsável)……(telefones de contato)……Assinatura:……Data:

Você já conhece o eTA visto para o Canadá? Agora ficou fácil viajar para o país. É rápido e, o melhor, tudo online! Entre em contato para mais informações.

E se você já precisou de uma carta custeio para entrar no Canadá, conte-nos como foi sua experiência através dos comentários.

Topo