Intercâmbio de 1 mês no Canadá- quanto custa- Vale a pena

Passar um tempo vivendo em outro país é sempre uma experiência positiva. No entanto, por razões diversas, nem sempre é possível passar muito tempo fora. E quando se trata de 30 dias? É possível aproveitar bem um intercâmbio de um mês no Canadá?

Assim como qualquer outra viagem dessa natureza, é importante planejar bem esse período, pois, mesmo que os gastos sejam maiores, é possível economizar.

Mesmo com o pouco tempo, um intercâmbio de um mês no Canadá pode mudar a sua vida.

Quando se fala em economia, todos os itens merecem atenção: aluguel, passagens aéreas, passeios, alimentação, estudos, entre outros itens. Em tudo isso, é possível otimizar gastos.

A partir de agora, saiba mais sobre intercâmbios de um mês no Canadá. Veja que você pode ter uma experiência incrível, ainda que de curta duração.

Quanto custa um intercâmbio de um mês no Canadá?

Tudo vai depender de sua finalidade ao passar esse período no país. Se você não é fluente em inglês, é quase certo que você pretende melhorar seu nível linguístico.

Mesmo porque, se você não consegue se comunicar minimamente no idioma – ou em francês, se você pretende ir para Quebec –, passará por muitas dificuldades, ainda mais se o intercâmbio for feito sem o intermédio de uma agência.

Mas se você já tem um nível avançado, pode fazer o intercâmbio de um mês no Canadá sem o curso de inglês. Para isso, você vai gastar em média de 6 a 14 mil reais, dependendo da cidade que escolher, do tipo de acomodação –homestay, hostel ou aluguel de imóvel – e do tipo de locomoção.

Vale lembrar que esses valores não incluem viagens adicionais dentro do país, pois isso é facultativo, bem como passeios e lazer. Para isso, você pode separar uma quantia extra. Faça um planejamento antes e defina os locais que deseja visitar e o tipo de programas que quer fazer.

Já para quem pretende passar esse período estudando inglês, é só adicionar de 1500 a 4500 reais aos valores mencionados.

Os custos gerais incluem supermercado (400 a 500 reais por pessoa). Claro que, se você tem refeições incluídas na hospedagem, esses números caem bastante.

Um fator que faz o investimento final variar bastante é a moradia. O tipo e a localização são determinantes para isso.

Hostel

O hostel tem ambientes compartilhados, mas é uma opção barata e pode ser positiva em função da convivência com outros intercambistas.

Esse é um tipo de hospedagem bem interessante quando se faz um intercâmbio de um mês no Canadá. Você compartilha ambientes como quarto, cozinha e banheiro – embora haja opções de quartos privativos. Assim, você socializa e conhece pessoas do mundo todo, praticando seu inglês ou francês.

Normalmente, são desembolsados 100 reais por dia, dependendo de fatores como quarto compartilhado, localização – quanto mais perto do centro, mais valorizado – e das facilidades de cada

hostel. Isso inclui número de refeições e Wifi, por exemplo.

Hotel

A mais cara das opções também tem uma ampla gama de variedades. Alguns hotéis são um pouco mais caros do que os hostels –há opções chegam a ultrapassar os 170 reais diários!

Evidentemente, são opções no centro das cidades em hotéis de 5 estrelas.

A mesma lógica dos albergues aplica-se aos hotéis: as áreas mais periféricas costumam ser as mais em conta.

Homestay

Dessas opções, é a que costuma ser mais em conta para fazer um intercâmbio de um mês no Canadá. Hospedar-se em casa de família, ao contrário do que se pensa, pode proporcionar momentos de privacidade, além das refeições incluídas, normalmente de 2 a 3, economizando um bom dinheiro.

Normalmente, os quartos são privados e os outros ambientes da casa, compartilhados com os moradores. As casas também contam com Wifi.

O preço médio de uma diária em uma casa de família é de 60 reais. Essa opção surge até mesmo como mais econômica em relação aos alojamentos estudantis, cujos valores se assemelham aos praticados pelos hostels.

Aluguel de imóvel

Alugar um apartamento pode ser uma opção viável se o intercâmbio for feito por um casal ou uma família.

Assim como as outras opções de moradia, o preço oscila de acordo com a localização e o tamanho do imóvel. A partir de 3500 reais, você pode alugar um apartamento de um quarto.

Se você vai fazer o intercâmbio de um mês no Canadá com o(a) parceiro(a) ou família, essa pode ser uma alternativa bem interessante. É uma opção a considerar.

Vale a pena fazer um intercâmbio de um mês no Canadá?

Isso depende muito do intercambista. Mesmo sendo um período curto e que passa bem rápido, dá para aproveitar muito bem essa experiência.

As prioridades dadas já em solo canadense devem ser levadas em conta. É preciso ter em mente que não se trata de uma viagem de turismo, embora você possa se divertir muito durante esse período. O período de aulas é de aproximadamente 4 horas diárias, sem contar ter que acordar cedo, fazer lição de casa e falar inglês ou francês 24 horas por dia. Tudo tem que ser levado bem a sério.

Normalmente, os programas de intercâmbio de um mês são mais caros do que o mesmo período em permanências mais longas. Esse é mais um motivo pelo qual o investimento precisa ser bem feito, afinal de contas é um planejamento que está sendo concretizado – muitas vezes, levam-se anos para isso.

Portanto, além de organizar os custos com escola, moradia e outros, o ideal é também preparar o psicológico, para que esse mês de intercâmbio seja realmente transformador em sua vida.

Veja agora os prós e contras.

Vantagens

A própria vida no Canadá e a chance de praticar o idioma estudado a todo momento é a primeira e possivelmente a principal vantagem de fazer um intercâmbio de um mês no Canadá.

Mesmo que você saia do Brasil com uma certa insegurança de manter uma conversa em inglês ou francês, há grandes chances de esse receio desaparecer após a experiência.

E, ainda que o período seja curto, passar um mês longe da família e da vida cotidiana no Brasil é uma saída da zona de conforto. O crescimento pessoal é notável. Você aprende a aprender, e, com isso, ao fazer cursos no Brasil após esse período, o aproveitamento costuma ser bem maior.

Como pessoa, você também desenvolve um senso de autonomia, sendo mais ativo em todos os aspectos da vida.

Desvantagens

A principal delas é em relação ao tempo. Como toda experiência diferente, é necessário um tempo para adaptação. Dependendo do intercambista, quando esse período já está se encerrando, é hora de fazer as malas para voltar. E, dessa maneira, o desempenho diminui bastante.

Outro empecilho podem ser os custos. Aprender um idioma estrangeiro fora do Brasil exige um investimento bem maior do que no país. Obviamente, o tempo de fluência também diminui, mas mesmo assim se exige um investimento bem maior.

Sem contar que, como já citado, um mês de intercâmbio no Canadá tem um preço maior do que o mesmo período em uma permanência de mais tempo.

E por falar em valores, saiba quanto custa aproximadamente um curso de inglês ou francês no Canadá.

Quanto custa um curso de inglês de um mês de duração? E um de francês?

Normalmente, as escolas oferecem cursos de inglês de 4 semanas, que podem ter diferentes focos:

  • Convencionais – Neles, você melhora suas habilidades linguísticas (conversação, escrita, audição e leitura)
  • 30+ – Para quem tem 30 anos de idade ou mais;
  • Business – Como o próprio nome diz, é voltado para o âmbito profissional, abordando esses assuntos, bem como a linguagem pertinente;
  • Preparatórios para certificação -– Através deles, você consegue se preparar melhor para exames como IELTS, TOEIC e TOEFL.

Os custos, como já mencionado, dependem bastante da cidade e da escola, assim como da carga horária e modalidade. Em Calgary, por exemplo, um curso de inglês para negócios na escola Global Village custa aproximadamente 3 mil reais, com carga horária de 25 horas semanais.

Já na capital, Ottawa, um curso General English – o geral – custa cerca de 2800 reais, na escola Sprachcaffe, com 20 horas por semana.

Toronto é uma das cidades mais procuradas por quem quer viver no Canadá por um período.

Toronto, uma das cidades mais procuradas por quem deseja fazer um intercâmbio de um mês no Canadá, tem a opção da escola PGIC, no valor de 1900 reais. No entanto, a carga horária é de 15 aulas por semana.

Vancouver, uma cidade também bastante requisitada, tem uma opção com valor semelhante, também em inglês geral, na escola VIC. O curso também tem 15 horas semanais.

Victoria, por sua vez, oferece na escola Global Village um curso no valor de 2700 reais, com 20 horas por semana. Também é estudado o inglês geral, com foco nas habilidades linguísticas.

Esses valores podem sofrer alterações, de acordo com o valor do dólar canadense.

Para estudar francês, você deve permanecer na província de Quebec, cuja cidade mais procurada pelos intercambistas é Montreal. Os cursos são também oferecidos nas mesmas modalidades das aulas de inglês, com uma ampla variedade de opções.

Para ter uma ideia de valores, a Bouchereau Língua Internacional, escola de Montreal, oferece um curso de 18 horas semanais no valor de cerca de 3 mil reais.

Um curso de francês voltado para os negócios, porém, custa aproximadamente 4800 reais na EC LanguageSchools, também em Montreal, com carga horária de 30 horas semanais.

Independentemente do curso e do local onde você queira permanecer, fazer um intercâmbio de um mês no Canadá exige um planejamento muito bem feito. Preparar-se financeiramente e psicologicamente para este momento é essencial para que essa experiência seja muito melhor aproveitada.

Saiba mais sobre o Canadá de uma forma geral através de nossos outros textos. Você tem informações úteis sobre tudo relacionado ao país.

Enquanto se planeja para o intercâmbio, você pode visitar o site constantemente, pois sempre há conteúdo novo. E não se esqueça de entrar em contato em caso de dúvidas, tanto através dos comentários como por outros canais.

Topo