Faculdade no Canadá: se especialize no exterior

Faculdade no Canadá: se especialize no exterior

Fazer um curso superior tornou-se acessível a grande parte dos brasileiros. Por isso, diferenciais obtidos por estudantes são ainda mais importantes. A qualidade da instituição é cada vez mais relevante e concluir um curso em uma faculdade no Canadá, por exemplo, faz a diferença no currículo.

O Canadá oferece cursos em todas as áreas do conhecimento. Estudar no país ainda proporciona uma bagagem cultural para toda a vida.

Fazer um curso de graduação ou pós (incluindo-se aqui mestrado e doutorado) em outro país não é apenas uma experiência enriquecedora no campo acadêmico. Muito mais pode ser desenvolvido, como a independência e uma melhor compreensão do mundo por meio do conhecimento de outras culturas e modos de vida.

Enfim, viver em outro país é uma excelente oportunidade para uma transformação como profissional e cidadão.

Tendo isso em mente, a partir de agora, você saberá tudo sobre como fazer uma faculdade no Canadá, começando pelos tipos de instituição em que você pode estudar.

College ou universidade: qual escolher?

A melhor alternativa é a que mais se encaixa nas pretensões do futuro profissional.

Não há uma opção melhor do que outra nesse caso, pois cada uma atende um perfil de estudante, principalmente no que diz respeito aos seus objetivos.

As alternativas melhores restringem-se à instituição na qual o curso é realizado, tradição e qualidade. Em um tópico a seguir, você conhecerá melhor alguns dos maiores nomes do Canadá quando se fala em universidade.

Os colleges têm uma formação mais voltada para a vida profissional cotidiana nas empresas, abordando uma área do conhecimento. Os cursos são mais curtos, de seis meses a dois anos, e têm como finalidade a especialização. Os de duração mais longa são os famosos bacharelados, como conhecemos no Brasil. Eles variam de três a quatro anos.

Há vários tipos de certificados, denominados como:

  • Certificate – Cursos de até dois semestres de duração;
  • Diploma – Até quatro semestres de estudos;
  • Advanced Diploma – Para cursos de até seis semestres;
  • Bachelor Degree – Equivalente a um curso superior, estendendo-se por oito semestres.

As alternativas acima se referem aos cursos de graduação. Para pós, é oferecido o Post-Grad, com intervalo de tempo de um a dois anos.

A universidade, por sua vez, é mais focada na pesquisa e na carreira acadêmica, e tem uma abordagem mais abrangente. Nela, os cursos de pós-graduação são voltados para o mestrado e o doutorado, ao invés de ser uma especialização em determinada área.

Financeiramente, não faz muita diferença estudar em uma faculdade no Canadá em college ou universidade (obviamente, o tempo de duração do curso interfere no investimento total). Como já mencionado, a diferença está nos planos de cada aluno.

Se você pretende seguir trabalhando em pesquisa, a melhor opção certamente é a universidade. Se busca uma especialização na sua área de atuação ou em alguma outra, o college é o ideal.

Faculdade no Canadá: quanto custa?

Custear um curso superior no Canadá, tanto de graduação quanto de pós, exige um planejamento financeiro apurado, até mesmo para comprovar renda para o visto.

Uma diferença significativa nesse aspecto é a forma de pagamento dos cursos. No Brasil, isso é feito mensalmente, enquanto que no Canadá existem as tuition fees,correspondentes às anuidades dos cursos.

Você começa a estudar com o período totalmente pago, pois a quitação acontece bem antes do início das aulas. Se elas começam em setembro, como o ano letivo canadense, os débitos já devem ser quitados pelo menos três meses antes.

Há uma boa diferença entre os preços cobrados pelas instituições, que variam de acordo com a cidade, a especialização escolhida (graduação ou pós) e também a origem do estudante. De modo geral, os canadenses pagam bem menos.

Por exemplo: fazer faculdade no Canadá, quando se é nascido no país, custa por ano cerca de 6.300 dólares canadenses, em média. Para imigrantes, o valor pode saltar para até quatro vezes mais. Evidentemente, esses valores são oferecidos apenas para quem tem visto temporário.

Veja agora um comparativo com todas as províncias:

Essa tabela mostra os preços dos cursos de graduação para estudantes canadenses nos últimos anos.

Quem tem a cidadania do país ou visto permanente consegue obter descontos. Como mostra a tabela, cada província exige um investimento diferente. Para canadenses, Newfoundland and Labrador é a mais em conta. Já Ontario é a que exige mais gastos.

Quanto ao investimento para pós, a média nacional é de 6.700 dólares canadenses.

Esses valores referem-se à pós-graduação. A oscilação é ampla.

Como já relatado, o investimento de estrangeiros para fazer faculdade no Canadá é muito maior. Newfoundland and Labrador e Ontario aparecem novamente como os locais onde se gasta menos e mais dinheiro, respectivamente.

Veja agora os números para estudantes internacionais. O gráfico abaixo traz informações sobre aulas de graduação.

O investimento aumenta muito para estudantes de outros países. Mesmo assim, estudantes de todo o mundo fazem faculdade no Canadá.

Para pós-graduação, um estudante com o tipo de visto correspondente desembolsa cerca de 15.000 dólares canadenses por ano. Ontario novamente aparece com o maior número: 20.600 dólares canadenses.

Vale lembrar que cidades como Toronto e a capital canadense, Ottawa, se localizam nessa província.

O reajuste é anual e não deve ser diferente em 2018.

Além das anuidades, há os gastos com materiais e a application fee, taxa para se inscrever para uma vaga na instituição. A maioria das faculdades canadenses cobra de 50 a 200 dólares canadenses e não ressarce o valor em caso de não aprovação ou desistência.

Também é necessário fazer o exame de proficiência em inglês – TOEIC, IELTS ou TOEFL, de acordo com a universidade ou college. Nesse caso, há a cobrança de taxa para fazer o exame e também para que o resultado seja enviado para a instituição – muitas delas têm essa exigência.

A documentação também requer despesas, como tradução juramentada de históricos escolares e outros papéis, além de cartas de recomendação. O valor pode variar entre 25 e 50 dólares canadenses.

As principais universidades canadenses

Estudar em uma das universidades mais conceituadas do mundo é um sonho e uma chance de se destacar no mercado de trabalho do Canadá e do Brasil.

A partir de agora, você saberá quais são as principais instituições canadenses de ensino superior, as características de cada uma, os cursos que oferecem e os valores. Vale ressaltar que apesar de diversas universidades serem públicas, os alunos pagam anuidades ao estudar nelas.

Com essas informações, escolher uma faculdade no Canadá, de acordo com a carreira que você pretende seguir, será uma tarefa mais simples e certeira.

British Columbia

Instituição pública com campi em Kelowna e Vancouver, tem mais de 100 anos de tradição, sendo a mais antiga de sua província, que leva o mesmo nome da universidade. A British Columbia tem mais de 60 mil alunos, sendo 10 mil deles de 151 outros países.

Apesar de ser uma universidade e, nessa condição, estar voltada para a pesquisa, a instituição conta com 11 faculdades, além de uma escola técnica e outras 10 regulares. Oferece cursos dos mais variados, incluindo os mais procurados, como administração, economia e artes.

No que se refere a preços, uma anuidade do curso de Direito custa cerca de 32.000 dólares canadenses, sem contar os 2.000 em taxas administrativas e material didático.

Toronto

Uma tradição de quase dois séculos em um local em que foram feitas descobertas importantes na área da saúde.

…Também pública, foi fundada em 1827 e tem entre os feitos a descoberta das células-tronco e da insulina, além do primeiro microscópio eletrônico. Logo, se você planeja mesmo fazer uma faculdade no Canadá, essa é uma excelente alternativa.

Apesar de ter toda essa tradição em pesquisa, é uma instituição bastante heterogênea, com oportunidades para praticamente todos os perfis de estudantes. A administração é descentralizada, o que significa que cada faculdade tem mais autonomia para tomada de decisões.

Dessa maneira, cursos teóricos e colleges atendem os alunos de uma maneira muito mais eficaz e voltada para o objetivo final do curso: oferecer uma formação completa e que corresponde às expectativas do mercado de trabalho.

Assim como a British Columbia, a instituição abriga estudantes das mais diversas partes do mundo – eles vêm de 160 países – e tem mais de 700 cursos de graduação e 200 opções de mestrado e doutorado.

Se você deseja cursar Ciência da Computação, poderá desembolsar 46.000 dólares canadenses anualmente para estudar em Toronto.

Montreal

Com cerca de 66 mil alunos, a instituição forma aproximadamente 11 mil todos os anos. Diferentemente das anteriores, cujo idioma oficial é o inglês, para estudar nessa universidade é necessário se comunicar em francês, pois ela se localiza na província de Quebec. Alguns cursos de pós-graduação são oferecidos em inglês.

A Universidade de Montreal tem uma forte tradição na área de saúde, sendo um dos principais centros canadenses na área. Mais de meio bilhão de dólares americanos são investidos em pesquisa anualmente.

As outras áreas do conhecimento também não ficam de fora. Para quem quer fazer faculdade no Canadá e prefere o lado francês do país, são oferecidos mais de 250 cursos de graduação e 350 de pós.

Na instituição, as mensalidades de um curso de mestrado, por exemplo, custam semestralmente quase 8.000 dólares para alunos de outros países. Canadenses pagam bem menos: pouco mais de 1.000 dólares. Mas, felizmente, o governo do Canadá oferece bolsas de estudo, ampliando chances de estudantes de todo o mundo.

Calgary

Com aproximadamente 28 mil alunos, a Universidade de Calgary fica na província de Alberta. A mais nova das instituições que você está conhecendo melhor aqui – foi fundada em 1966 – tem ex-alunos por praticamente todo o planeta, em mais de 150 países.

A universidade tem projetos interessantes, como os voltados para energia sustentável, tecnologia espacial, saúde cerebral e engenharia na medicina. São mais de 200 cursos de graduação, além de cursos profissionalizantes e pós, sem contar os centros de pesquisa.

O investimento é alto, mas há alguns programas de bolsas de estudo que também aceitam alunos internacionais. Para você ter uma ideia de valores, um ano de MBA em Calgary custa 25.000 dólares canadenses para quem é de outro país, sendo que para canadenses o valor cai para pouco menos da metade.

Como se candidatar?

Diferentemente do Brasil, o ingresso não se dá por meio de vestibular. Atendendo aos requisitos da universidade ou college, você já pode se candidatar. O critério de avaliação da candidatura consiste basicamente na análise das notas do histórico para a aprovação.

As principais exigências são a conclusão da fase escolar (no Brasil, o Ensino Médio) e fluência em inglês, na maioria das instituições. O lado francês do Canadá, evidentemente, exigirá um nível avançado desse idioma.

Um certificado de proficiência em inglês ou francês é requisito obrigatório para candidatar-se a uma vaga em uma faculdade no Canadá.

O nível linguístico pode ser comprovado, por exemplo, por meio de exames como o TOEIC ou IELTS (no caso do inglês), que podem ser feitos no Brasil. Algumas instituições têm testes próprios com essa finalidade, mas, para fazê-los, é preciso estar no Canadá.

No histórico, devem constar as disciplinas cursadas no Brasil, mas, caso você tenha estudado ainda no sistema antigo (oito anos no Ensino Fundamental), será necessário fazer mais um ano de High School.

Isso porque o Canadá tinha um ano escolar a mais que o Brasil. Com o novo sistema, no qual o Ensino Fundamental chega ao nono ano, os dois países se igualaram e novos alunos não precisarão mais completar seus estudos para poder fazer faculdade no Canadá.

É importante saber que toda a documentação precisa ser traduzida por um profissional juramentado.

Fazer faculdade no Canadá exige um investimento muito alto, tanto em dinheiro quanto em requisitos e estudos anteriores. Porém, tudo isso vale a pena. Felizmente, graças aos programas de bolsas de estudo oferecidos por praticamente todas as instituições, as vagas estão muito acessíveis.

Se você planeja estudar em locais seculares, por onde já passaram profissionais renomados das mais diferentes áreas do conhecimento, vale investir em uma das quatro sugestões de universidades deste artigo. Mas, claro, existem ainda muitas outras que recebem todos os anos pessoas de todo o mundo, incluindo brasileiros.

Para saber mais sobre as oportunidades que o Canadá oferece, leia os outros textos do blog e visite-o sempre, pois constantemente temos conteúdo novo. Aproveite e comente para tirar quaisquer dúvidas ou contar experiências pessoais. É um prazer receber seu contato.

Topo