Conheça os melhores cursos para se estudar inglês no Canadá

Estudar inglês no Canadá tem sido, nos últimos anos, praticamente um sinônimo de intercâmbio cultural para jovens brasileiros, principalmente nos estágios de graduação e pós-graduação.

As características culturais, econômicas e sociais do país têm atraído uma boa parte dos mais de 220 mil indivíduos que fizeram intercâmbio fora do seu território em 2015, de acordo com dados da BELTA – Associação Brasileira de Organizadores de Viagens Educacionais e Culturais.

Milhares de estudantes, do Brasil todo, fizeram intercâmbio no Canadá em 2015.

E as razões para essa preferência são várias:

  • Inglês autêntico – no Canadá, praticamente inexistem os famosos sotaques e regionalismos que tanto dificultam o aprendizado de línguas estrangeiras, além de uma preocupação em ensinar um inglês “puro” e que seja compreendido em qualquer parte do mundo.
  • A simpatia dos canadenses -uma vantagem apontada por dez entre dez brasileiros que decidem estudar inglês no Canadá, e que não se cansam de elogiar o respeito que eles têm pela diversidade, inclusive incentivando a imigração desde os anos 20, intensificando esse processo após a 2ª Guerra Mundial, e não parando mais de apoiar, com critérios, a entrada de imigrantes, inclusive refugiados.
  • Melhor qualidade de vida – o Canadá há anos figura em quase todas as listas como um dos dez países com melhor qualidade de vida, o que é demonstrado por um IDH de 0,914. Quase 100% da sua população é alfabetizada, sem contar os quase 40 parques nacionais, outros mil espalhados pelas suas províncias, dois milhões de lagos, entre vários outros atrativos naturais.
  • Menor distância – obviamente, por pertencer ao continente americano, o intercâmbio cultural termina sendo facilitado, resultando em menos burocracia para aquisição de vistos, além dos custos que são até 30% menores em relação a outros continentes.

Os melhores cursos para se estudar inglês no Canadá

Dentre os cursos mais procurados no país, estão:

1. PGIC

Com filiais em Vancouver e Toronto, é um dos cursos mais procurados para esse tipo de intercâmbio, muito por conta do fato de ser restrito ao ensino da língua inglesa, ter um bom custo-benefício, ambiente amigável, além de algumas vantagens em forma de bônus, como: workshops gratuitos, atividades extras e o famoso “Setor para Aconselhamento”.

Criado no ano de 1994, segue beneficiando mais uma geração de jovens sonhadores e empreendedores que chegam de todas as partes do mundo em busca do privilégio de estudar em um dos cursos de inglês mais cobiçados do Canadá.

Mensalidade: R$ 500 por semana

Carga horária: 15 aulas semanais

Turno: Matutino

2. ILSC

Fundada em 1991, a International Language School of Canada é considerada uma escola Premium, detentora de vários prêmios pela excelência do seu ensino e por ser um dos melhores lugares para se estudar a Língua Inglesa no Canadá.

Possui unidades em Vancouver, Toronto e Montreal.

Mensalidade: R$ 495 e R$ 566*

Carga horária: 18 e 17 aulas por semana

Turno: Noturno e Matutino

(*) Números para Toronto e Vancouver, respectivamente.

3. ALI

A Academie Linguistique Internationale possui sede na cidade de Montreal, cidade bastante atraente pelo seu baixo custo de vida.

Com quase 25 anos de história, gaba-se de ser a segunda colocada em número de alunos de toda a América do Norte, além do fato de que metade dos seus atuais estudantes estão lá por indicação dos que terminaram o curso; razões que também a fazem ser uma das preferidas.

Mensalidade: R$ 710 por semana

Carga horária: 20 horas semanais

Turno: Matutino

A cidade de Vancouver hoje é a preferida por quem busca estudar inglês no Canadá.

4. ILAC

Já esse curso, também com unidades em Toronto e Vancouver, caracteriza-se pelo seu estilo mais refinado, chegando a ser considerada uma “Escola Boutique”, gozando, por isso mesmo, de uma das melhores reputações do mercado.

Sob o lema “Qualidade, Diversidade e Respeito”, vem acumulando uma série de prêmios desde 2009, ano da sua fundação, além da preferência de indivíduos de quase 80 países.

Mensalidade: R$ 769 por semana

Carga horária: 30 aulas semanais

Turno: Matutino

5. Escola Internacional House Vancouver

Essa é considerada uma escola tradicional, fundada em 1953, e membro da International House World Organization, fundada com o intuito de “ampliar os padrões de ensino de línguas”.

Presente em mais de 50 países, é famosa pelo seu padrão rigoroso de ensino e respeito pelas tradições linguísticas, o que lhe ajudou a ser uma das filiadas da “Languages Canada”, a mais importante organização para o reconhecimento de instituições canadenses que ensinam as Línguas Inglesa e Francesa.

Mensalidade: R$ 951 reais por semana

Carga horária: 35 aulas semanais

Turno: Integral

6. CES

Fundada em outubro de 2012, a Capital English Solutions, com apenas uma unidade em Toronto, é conhecida pela sua “obsessão” por resultados, com base numa metodologia que avalia o progresso do aluno do ponto de vista prático a cada período.

Para isso, oferece modalidades como: Inglês para Negócios, Preparatório para Faculdades, Inglês como segunda língua, entre outras.

Mensalidade: R$ 550 por semana

Carga horária: 20 horas semanais

Turno: Matutino

7. Global Village English Centres

Já esse curso, com unidades em Vancouver, Calgary, Toronto e Victoria, tem uma filosofia que eles chamam de “Os três As”: Acadêmico, Acomodação e Atividade, o que a caracteriza como uma instituição que preza por um ensino que contemple todas as necessidades dos estudantes.

Também considerada Premium, é famosa desde 1979 por “aliar seriedade e divertimento”, além de preparar candidatos a uma vaga na prestigiosa Universidade de Cambridge. O que também a faz figurar entre as melhores opções para se estudar a Língua Inglesa no Canadá.

Mensalidade: R$ 700 (em média)

Carga horária: 20 aulas por semana

Turno: Matutino

8. Corner stone

Aqui trata-se de uma faculdade particular, fundada no ano de 1980, e que atua em várias frentes, incluindo um dos melhores cursos de inglês do Canadá.

Sua unidade fica em Toronto, e é muito conhecida pela sua abordagem prática e a personalização do ensino, que é ministrado com um formato bastante familiar e por meio de uma série de atividades extras que oferece.

Mensalidade: R$ 530 por semana

Carga horária: 20 aulas semanais

Turno: Matutino

9. Escola Tamwood Vancouver

No centro de Vancouver, está esse curso também reconhecido pela sua excelência, já que oferece o que há de mais moderno em tecnologia, com um laboratório completo de informática, além de um espaço reservado para o descanso dos alunos.

De acordo com seus representantes, a instituição tem por objetivo, além de formar indivíduos proficientes na Língua Inglesa, cidadãos conscientes e com participação ativa em suas comunidades.

Mensalidade: R$ 986 por semana

Carga horária: 28 aulas semanais

Turno: Integral

Um intercâmbio de inglês pode fazer toda a diferença no competitivo mercado de trabalho.

10. CCEL

A Canadian College of English Language, na região central de Vancouver, nos arredores do Stanley Park, é considerada uma das mais modernas escolas para o estudar inglês no Canadá, principalmente quando se trata da tecnologia utilizada.

Mas o que chama mesmo a atenção é que, apesar de tanto investimento, oferece descontos em seu estacionamento, no restaurante, um clube para conversação, além dos seus cursos voltados para o mundo Acadêmico, Executivo e de Negócios.

Mensalidade: R$ 1.200 por semana

Carga horária: 28 aulas semanais

Turno: Integral

11. KGIC

Uma das que oferece o melhor custo-benefício, tem filiais em Vancouver, Victoria, Halifax e Toronto, e seu destaque são os vários programas que oferece, como: “Inglês como Segunda Língua” (o ESL), o “Programa de Férias” (que alinha o ensino do inglês a atividades culturais e artísticas), o “Preparação para Exames”, além do “Inglês para Negócios”, um dos mais concorridos da instituição.

Mensalidade: R$ 710 por semana

Carga horária: 28 horas semanais

Turno: Integral

12. ZONI Vancouver

Com unidades também nos EUA e Reino Unido, é um dos que mais investem no aprimoramento da aprendizagem fora do banco escolar, por meio de atividades extras, jogos, ações sociais, viagens (inclusive para fora do país), além de várias outras formas de ensinar o “caminho das pedras” na prática.

No Canadá, possui unidade apenas em Vancouver, no centro da cidade, especificamente na Seymour Street; e é o preferido por aqueles que possuem menos recursos ou que procuram um curso que se encaixe em seu orçamento.

Mensalidade: R$ 537 por semana

Carga horária: 15 aulas semanais

Turno: Matutino e Vespertino

13. Milla

Essa também é uma das opções para quem procura estudar inglês no Canadá sem comprometer o bolso, mas garantindo a qualidade e eficácia do conteúdo.

Com uma filial na cidade de Montreal, o Milla chama a atenção pelo ambiente colorido, divertido, com não mais que dez estudantes por sala, cursos Premium, além de um preparatório para exames universitários.

Mensalidade: R$ 492 por semana

Carga horária: 18 aulas semanais

Turno: Matutino

É possível estudar e trabalhar ao mesmo tempo?

Desde o dia 1º de junho de 2014, de acordo com informações do Consulado do Canadá, em São Paulo, entraram em vigor as novas regras concernentes à possibilidade de trabalhar e ao mesmo tempo estudar inglês no Canadá.

De acordo com o órgão, só poderão praticar as duas atividades simultaneamente os alunos que ingressarem em cursos com duração superior a seis meses, a fim de evitar supostas viagens de intercâmbio que, na verdade, eram pretexto para viver ilegalmente no país.

O que ocorria é que, chegando lá, muitos sequer iniciavam o curso, o que contribuía para desprestigiá-los, pois serviam como fachada para um longo movimento de imigração.

Além disso, ao impedir o aluno de trabalhar antes dos seis meses de curso, ele não terá desculpas para se dedicar ao máximo e aproveitar uma oportunidade que pode ser única, que é a de concluir um curso de inglês em um dos países mais requisitados para intercâmbio cultural no mundo.

Em alguns casos especiais, como os Programas de Carreira ou Vocational Program, nas Carrer College (espécies de cursos profissionalizantes), entre outros, a dupla jornada é permitida. Porém, nos demais casos, deverão necessariamente completar os seis meses de curso para terem direito a 20 horas semanais de trabalho fora das dependências da escola, geralmente em funções básicas, como: atendimento, bares, restaurantes, entre outros.

E qual visto pedir?

Com relação aos vistos para os pretendentes a uma vaga para estudar inglês no Canadá, a novidade é que eles são dispensados quando o curso tem duração inferior a seis meses, de acordo com as novas regras divulgadas pelo Consulado Geral do Canadá no Brasil.

Acima desse período, o postulante terá que optar por um “Visto de Turismo” ou de “Estudante”.

E, para isso, deverá dar os seguintes passos:

a)Visto de Turismo

Para a obtenção desse visto, também conhecido como “Visto de Residência Temporária”, o candidato deverá possuir alguns documentos.

São eles: cópia do passaporte, duas fotos 3×4, alguma comprovação de que tem condições de manter-se no país (extratos bancários, contracheques, uma carta de algum responsável pelas suas despesas etc.), cópia de certidão de casamento (se for o caso), além de explicar resumidamente os motivos da viagem.

Só então poderá acessar o site do Governo do Canadá e escolher a opção “English”, criar uma conta pessoal (com usuário e senha), preencher o formulário que é disponibilizado, imprimir o boleto para pagamento de uma taxa em torno de 100 dólares canadenses e, o mais importante, escanear todos os documentos listados acima, inclusive o comprovante de pagamento da taxa, para que só assim o formulário possa ser encaminhado.

b)Visto de Estudante

Para o visto de estudante, terá que percorrer praticamente os mesmos caminhos anteriores, acrescentando uma Carta de Aceitação emitida pela instituição, fator determinante para a obtenção do visto.

Deverá, também, possuir um passaporte atualizado, comprovar sua capacidade de manter-se no país (geralmente o valor exigido fica entre US$ 800 e US$ 1.000 mensais), providenciar uma passagem de volta (exigência que não será esquecida pelo fiscal da imigração), realizar os exames médicos exigidos, e, de posse desses documentos, acessar o site para o preenchimento do formulário.

E então é só aguardar por volta de 15 dias para obter o famoso “Study Permit”, a porta de entrada para estudar inglês no Canadá. É uma experiência que, para muitos, não tem preço, e que certamente será um diferencial para toda a vida, tanto do ponto de vista profissional, acadêmico como até mesmo para satisfação pessoal.

Um intercâmbio de inglês pode servir para o acúmulo de várias experiências. Conte-nos a sua, por meio de um comentário logo abaixo. E não se esqueça de acompanhar nossos posts, para ficar sabendo tudo sobre intercâmbio no Canadá.

Topo