Como ir para o Canadá legalmente?

Como ir para o Canadá legalmente?

Muitas pessoas procuram saber como ir para o Canadá

Muitas pessoas desejam, mas não sabem realmente como ir para o Canadá legalmente. O fato é que o país recebe cerca de 200 mil imigrantes por ano com o intuito de manter o bom funcionamento de seus sistemas econômico e previdenciário.

Isso ocorre por diversos motivos, principalmente porque entre 1946 e 1964 a taxa de natalidade aumentou bastante no Canadá. A geração que nasceu durante esse período ficou conhecida como “Baby Boomers”.

Em 2011, os “baby boomers” começaram a se aposentar e estima-se que em 2026 todos eles estarão aposentados. Com isso, os custos relacionados à assistência social aumentarão.

Então, a solução encontrada é colocar mais jovens para trabalhar e, consequentemente, pagar impostos. Porém, os casais canadenses optaram por ter poucos ou nenhum filho nos últimos anos, o que resultou na falta de mão de obra qualificada no país.

Como ir para o Canadá de forma legal?

Visto canadense

Para imigrar de forma legal para o Canadá é necessário possuir documentos específicos e realizar algumas ações.

O primeiro passo a ser dado para saber como ir para o Canadá é entrar no site da imigração. Inicialmente, ele pode parecer um pouco diferente e confuso, mas lá há informações básicas e gerais.

Quando o motivo da imigração é estudar, é necessário que o imigrante solicite o visto de estudante. Quando o objetivo é trabalhar, o visto é o de trabalho.

No caso de casais, um dos cônjuges pode entrar com o pedido de visto como aplicante principal enquanto o outro entra como dependente.

Se o aplicante tiver filhos, eles podem buscar o visto de turismo ou de visitante. Com ele as crianças podem ingressar na rede de educação pública canadense a partir dos cinco anos de idade.

Os candidatos à imigração também precisam conhecer o Express Entry (sistema que seleciona trabalhadores que desejam se mudar para o país), já que ele é um dos principais meios de se conseguir ir para o Canadá legalmente.

Os perfis dos candidatos são analisados online e o cadastro pode ser visto pelo governo do Canadá e por empregadores. Além disso, determinados profissionais podem ser convidados para fixar residência no país.

Outros documentos também são exigidos e podem variar dependendo do caso. Porém, na maioria das vezes, os requeridos são:

  • Cópia do RG de todos os membros da família
  • Duas fotos 3×4
  • Cópia do passaporte
  • Extrato bancário
  • Cópia dos três últimos holerites
  • Cópia da declaração do imposto de renda
  • Carta-convite, no caso de visita a algum parente que reside no Canadá

Como funciona a imigração canadense?

Aprovação de imigração

O Express Entry controla os pedidos das modalidades de Imigração Federal existentes que são: Federal Skilled Worker Program (“trabalhadores com qualificação”), Federal Skilled Trades Program (“trabalhadores técnicos”) e Canadian Experience Class.

Seleção Online

Para ir legalmente para o Canadá, os candidatos devem preencher um formulário online no site da Imigração. Não existem prazos para o seu preenchimento, já que os perfis entrarão e ficarão em um banco de dados.

Os candidatos que forem aceitos pelo Express Entry receberão um convite, conhecido como Invitation to Apply for Permanent Residence, para dar entrada no pedido de residência permanente.

Apenas os candidatos que estiverem em uma colocação boa no ranking serão selecionados pela imigração e terão 60 dias para dar entrado no pedido de residência permanente no país.

O processo poderá ser concluído em até 6 meses, fazendo jus ao seu nome que, em português, significa Entrada Expressa.

O candidato poderá manter seu perfil profissional ativo no banco de dados do Express Entry por até 12 meses, segundo a Imigração Canadense. Caso não seja chamada dentre desse período, a pessoa poderá reenviar e atualizar seu perfil dentro do sistema.

A seleção é feita em dois passos:

Formulário Online

Para ir para o Canadá, os possíveis candidatos precisam preencher um formulário online com questões sobre habilidades profissionais, experiência de trabalho, domínio do inglês e/ou francês e nível educacional.

As pessoas que atenderem aos critérios de uma das modalidades federais podem ser aceitas na base de dados de candidatos, conhecida como “pool of candidates”.

Quem ainda não tiver uma oferta de emprego aprovada dentro do sistema do Labor Market Impact Assessment ou não for nomeado por uma província ou território canadense, deve se registrar no Employment and Social Development Canada’s (ESDC), o banco de emprego oficial do Canadá.

O objetivo de realizar o registro no banco de empregos canadense é ajudar o candidato a conseguir uma oferta de trabalho de um empregador do país. Eles também são encorajados a realizar uma autopromoção de várias formas, como em sites de emprego e empresas de recrutamento, para que potenciais empregadores se interessem por sua candidatura.

Quando um emprego é oferecido a um candidato, o empregador requisita uma aprovação oficial através do Labor Market Impact Assessment. Isso acontece para garantir que não existam trabalhadores canadenses disponíveis para preencher tal vaga.

Ter um perfil profissional no banco de dados do Express Entry não garante o recebimento de um convite de entrada no país. Para que isso ocorra, é necessário atender aos critérios de elegibilidade que são definidos pela Imigração Canadense.

Convite

Existe um sistema de pontuação chamado Comprehensive Ranking System, que ranqueia os perfis dos candidatos dentro do Express Entry. Os pontos são conferidos de acordo com o perfil informado no formulário online.

Ao pesquisar como ir para o Canadá, é importante saber que apenas os perfis mais bem ranqueados serão convidados para dar entrada no pedido de imigração.

O candidato também pode somar mais pontos se já tiver uma oferta de emprego de uma empresa do país ou um convite oficial de um território ou província canadense.

Como funciona a pontuação do Express Entry

Existem perfis de pontuação do Express Entry

O Express Entry tem uma escala de pontuação, em que o número máximo de pontos que pode ser somado é 1200 no Ranking da Imigração Canadense. A distribuição de pontos é divida entre 4 fatores:

1. Habilidades e experiência

O primeiro fator varia de acordo com o estado civil de cada candidato. Quando ele é solteiro, a pontuação máxima nesse fator é de 500 pontos e depende dos seguintes aspectos:

  • Idade: 110 pontos possíveis
  • Nível educacional: 150 pontos acessíveis
  • Domínio da língua inglesa e/ou francesa como língua principal: 136 pontos possíveis
  • Domínio da língua inglesa e/ou francesa como língua secundária: 24 pontos possíveis
  • Experiência anterior de trabalho no Canadá: 80 pontos possíveis

Quando o candidato é casado e é o aplicante principal, sua pontuação nesse primeiro fator pode chegar a 460 pontos dependendo dos seguintes tópicos:

  • Idade: 100 pontos possíveis
  • Nível educacional: 140 pontos acessíveis
  • Domínio da língua inglesa e/ou francesa como língua principal: 128 pontos possíveis
  • Domínio da língua inglesa e/ou francesa como língua secundária: 22 pontos possíveis
  • Experiência anterior de trabalho no Canadá: 70 pontos possíveis

2. Habilidades e experiência do cônjuge (não aplicável para candidatos solteiros)

A pontuação máxima nesse fator é de 40 pontos, variando conforme os aspectos a seguir:

  • Nível educacional: 10 pontos
  • Domínio da língua inglesa e/ou francesa: 20 pontos possíveis
  • Experiência anterior de trabalho no Canadá: 10 pontos possíveis

3. Habilidades transferíveis (Skill Transferability Factors)

O aplicante principal, casado ou solteiro, pode ganhar pontos extras se tiver habilidades que possam auxiliá-lo a ter sucesso profissional no país. Essas habilidades podem somar até 100 pontos e são elas:

  • Bom domínio da língua inglesa e/ou francesa + formação pós-secundária (post-secondary degree): 50 pontos possíveis
  • Experiência anterior de trabalho no Canadá + Formação pós-secundária: 50 pontos possíveis
  • Bom domínio da língua inglesa e/ou francesa + ter experiência profissional no exterior: 50 pontos possíveis
  • Bom domínio da língua inglesa e/ou francesa + certificado de qualificação profissional: 50 pontos possíveis.

4. Pontos adicionais

  • Oferta de trabalho/Nomeação provincial

O candidato também pode somar pontos extras se tiver uma oferta de emprego de uma empresa canadense, podendo obter até 200 pontos a mais, ou se tiver sido nomeado por um território ou província canadense, somando até 600 pontos a mais.

  • Experiência prévia de estudo no Canadá

Estudantes internacionais que estudaram e concluíram a graduação no Canadá podem receber mais 15 pontos para cada diploma (vale para cursos com duração de 1 a 2 anos), e mais 30 pontos extras para cada programa de 3 anos ou mais, como mestrados e doutorados.

Qual a máxima pontuação que se pode obter no Express Entry?

Express Entry é fundamental para quem quer ir para o Canadá

A pontuação máxima no Express Entry varia conforme a idade do candidato, nível educacional, domínio da língua inglesa e/ou francesa, experiência prévia de trabalho no Canadá e estado civil.

1. Fator idade

Os valores abaixo são referentes à pontuação de um candidato casado e de um solteiro, respectivamente:

  • 17 anos: 0
  • 18 anos: 90/99
  • 19 anos: 95/105
  • De 20 a 29 anos: 100/110
  • 30 anos: 95/105
  • 31 anos: 90/99
  • 32 anos: 85/94
  • 33 anos: 80/88
  • 34 anos: 75/83
  • 35 anos: 70/77
  • 36 anos: 65/72;
  • 37 anos: 60/66
  • 38 anos: 55/61
  • 39 anos: 50/55
  • 40 anos: 45/50
  • 41 anos: 35/39
  • 42 anos: 25/28
  • 43 anos: 15/17;
  • 44 anos: 5/6
  • 45 anos ou mais: 0

2. Nível Educacional

Os valores abaixo também são referentes à pontuação de um candidato casado e de um solteiro, respectivamente:

  • Ensino médio incompleto: 0
  • Ensino médio completo: 28/ 30
  • Curso superior de 1 ano: 84/90
  • Curso superior de 2 anos: 91/98
  • Curso superior de 3 anos ou mais: 112/120
  • Dois ou mais cursos superiores (pelo menos um curso tem que ter durado 3 ou mais anos): 119/128
  • Nível mestrado: 126/135
  • Nível doutorado: 140 /150

3. Domínio do inglês e/ou francês

A pontuação deste tópico é obtida através da soma das 4 habilidades especificas avaliadas: leitura, escrita, fala e compreensão.

Ou seja, para obter a pontuação máxima, o candidato precisa conseguir alcançar a pontuação máxima em cada habilidade.

A pontuação abaixo é referente a candidatos principais casados e solteiros, nesta ordem:

  • Nível CLB 4: 0
  • Nível CLB 4 ou 5: até 24/24
  • Nível CLB 6: até 32/36
  • Nível CLB 7: até 64/68
  • Nível CLB 8: até 88/92
  • Nível CLB 9: até 116/124
  • Nível CLB 10 ou mais: até 128/136

4. Experiência anterior de trabalho no Canadá

  • Nenhuma ou menos de 1 ano: 0
  • 1 ano: 35 (casado)/40 (solteiro)
  • 2 anos: 46/53
  • 3 anos: 56/64
  • 4 anos: 63/72
  • 5 anos ou mais: 70/80

5. Pontos do cônjuge

  • Nível educacional (pontuação máxima: 10 pontos)…
  • Ensino médio completo: 2
  • Curso superior de 1 ano: 6
  • Curso superior de 2 anos: 7
  • Curso superior de 3 anos ou mais: 8
  • Dois ou mais cursos superiores (pelo menos um tem que ter durado 3 anos ou mais): 9
  • Mestrado: 10
  • Doutorado: 10.
  • Domínio da língua para cônjuge (pontuação máxima: 20 pontos)
  • Nível CLB 4 ou menos: 0
  • Nível CLB 5 ou 6: 4
  • Nível CLB 7 ou 8: 12
  • Nível CLB 9 ou mais: 20
  • Experiência prévia de trabalho no Canadá para cônjuge (pontuação máxima: 10 pontos)
  • Nenhuma ou menos de 1 ano:0
  • 1 ano: 5
  • 2 anos: 7
  • 3 anos: 8
  • 4 anos: 9
  • 5 anos ou mais: 10
  • Experiência prévia de trabalho no Canadá para cônjuge (pontuação máxima: 10 pontos)
  • Nenhuma ou menos de 1 ano: 0
  • 1 ano: 5
  • 2 anos: 7
  • 3 anos: 8
  • 4 anos: 9
  • 5 anos ou mais: 10

Qual o perfil de imigrante que o Canadá realmente busca?

Candidatos com até 35 anos tem mais chances de imigrar para o Canadá

A imigração canadense costuma dar preferência a candidatos que tenham até 35 anos e perfil profissional bem colocado no ranking do Express Entry.

Com isso, o governo canadense tem incentivado a ida de estrangeiros para o país, principalmente os que são estudantes, a fim de realizar uma graduação ou pós-graduação por lá.

Você já conhece o ETA visto para o Canadá? Agora ficou fácil viajar para o país. É rápido e o melhor, tudo online! Entre em contato para mais informações.

Você está pesquisando ou já sabe tudo sobre como ir para o Canadá? Comente abaixo sobre sua experiência e continue seguindo nossas publicações para saber mais sobre o país.

Topo