Como conseguir o visto canadense: confira um tutorial

Assim como para viajar para outros países, saber como conseguir um visto canadense pode parecer uma tarefa difícil e que gera uma certa ansiedade. Afinal, a resposta pode ser negativa.

Como conseguir visto canadense? Há várias formas e a facilidade é grande: a maioria dos pedidos é aprovada

Além disso, há uma série de exigências, documentos e comprovação de renda, sem contar visitas ao consulado se forem necessárias e outras determinações. Isso dá a impressão de tornar a tarefa duplamente complicada, pois há o receio da recusa e também o passo a passo, com alguns itens que não podem ser esquecidos.

No entanto, ter a permissão de turista, estudante ou trabalho no Canadá não é tão complexo. A melhor palavra para definir esse processo seria “metódico”. É preciso apenas seguir algumas instruções e aguardar pelo tão esperado “sim”.

Um fato animador é que a grande maioria dos pedidos é aprovada: de cada 100, apenas 5, em média, são negados. E, se tudo transcorrer normalmente, em menos de duas semanas você já está autorizado a fazer o que se pretende no Canadá.

A seguir, você terá um tutorial de tudo o que precisa fazer para dar entrada no visto canadense, para não esquecer de nenhuma etapa e começar desde já a planejar sua viagem

Verifique o seu tipo de visto

Para o Canadá, há três tipos de visto temporário:

  • Trânsito: com duração de até 48 horas, usado para fazer escalas no país;
  • Uma entrada: tem validade de 6 meses e é usado para apenas uma viagem;
  • Múltiplas entradas: por até 3 anos, você pode entrar e sair do país com apenas um único visto.

As duas línguas oficiais (inglês e francês) não fazem diferença na requisição do visto. Isso é perguntado no teste de elegibilidade, mas não é determinante na aprovação

Após escolher o visto mais de acordo com as suas necessidades, é hora de começar o processo, que é praticamente o mesmo para todas as finalidades. Você saberá cada etapa de como conseguir visto canadense.

Como conseguir visto canadense em três maneiras

Você pode realizar o procedimento das seguintes formas:

  • Pessoalmente: se você está em São Paulo, Rio de Janeiro ou Brasília ou em regiões próximas às três cidades, poderá ir a um Centro de Solicitação de Vistos do Canadá (VAC, em inglês) ou ao Consulado, apenas na capital paulista;
  • Despachante: se não se sentir confortável para realizar todo o processo sozinho e achar que precisa de assessoria, é só contratar um despachante. Ele realizará todo o processo e dará um feedback no final;
  • Internet: tudo pode ser feito praticamente sem sair de casa, na tela do seu computador. Você poderá baixar, preencher e enviar documentos e fotos, além de pagar a taxa exigida. Apenas o passaporte deverá ser entregue pelos correios ou pessoalmente, em qualquer VAC ou no consulado.

Documentos necessários

O visto canadense é mais simples de se conseguir em relação a outros países. Porém, toda a documentação deverá estar em ordem, assim como eventuais exigências.

Tome nota da lista de documentos que são necessários para conseguir visto canadense. Fique atento e não esqueça de nenhum item, pois todos eles têm importância, e a falta certamente ocasiona atrasos na aprovação:

  • Formulário de pedido de visto de residente temporário (IMM 5257) – É como se fosse um requerimento. É individual, mesmo se a viagem for feita em grupo. Deve ser preenchida e assinada;
  • Formulário de informações da família (IMM 5645) – Através dele, você informa a respeito de familiares, mesmo que não estejam incluídos na viagem. É necessário relacionar pais, cônjuge, filhos e irmãos;
  • Duas fotos 3×4 ou 5×7 – Elas devem ser recentes (de menos de seis meses) e todos os viajantes devem ter as suas;
  • Comprovante de renda – Essa é a prova de que você terá recursos para se manter no Canadá durante sua estadia. Você pode incluir holerites, extratos bancários ou contrato social, caso tenha uma empresa. A última declaração do Imposto de Renda também é aceita;
  • Comprovante de relações com o país de origem – Isso mostra que você exerce uma atividade econômica no Brasil. Pode ser uma carta do empregador, documentos de constituição de empresa ou, em caso de estudante, comprovante de inscrição em escola ou faculdade/universidade;
  • Autorização dos pais – Para menores de 18 anos, tanto o pai quanto a mãe devem assinar uma autorização. Caso a criança ou adolescente for viajar com um deles, o que ficar deverá aprovar a viagem. Caso isso não aconteça, não é possível conseguir visto canadense
  • Passaporte com data de validade válida. Documentos antigos também podem ser mostrados e isso pode facilitar o processo;
  • Pagamento das taxas exigidas.

Teste de elegibilidade

Trata-se de uma espécie de triagem e é usado para quem opta por realizar o processo na internet. Para preenchê-lo, acesse este link e clique em “Check your eligibility”.

Um ponto importante é que todas as informações estão em inglês. Se você não domina o idioma, tente traduzir as informações por meio de um tradutor online ou peça a ajuda para alguém com mais fluência. É muito importante entender todas as informações, pois esse teste indicará se você poderá continuar a fazer o procedimento pelo site.

O preenchimento é rápido e leva de 10 a 15 minutos. Contudo, todas as perguntas merecem atenção.

Lembre-se: uma reprovação nessa etapa não significa a negação do visto. Caso isso aconteça, tente responder novamente às questões, com informações claras e completas, ou tente os outros modos de se conseguir visto canadense: com a ajuda de um despachante ou pessoalmente.

As informações que você deverá fornecer nessa etapa são relacionadas a:

  • Nacionalidade
  • Membros da família
  • Nível de fluência nas línguas oficiais do Canadá (inglês e francês)
  • Experiência profissional e acadêmica
  • Idade
  • Renda.

Com a aprovação, você poderá seguir com as outras etapas e conseguir o visto canadense.

Entrega de documentos

Se você prefere contar com os serviços de um despachante, é só entregar toda a documentação e ele cuidará do resto. Você apenas acompanha o processo de acordo com o retorno dado pelo profissional.

Já para conseguir o visto canadense sozinho, você pode fazê-lo pessoalmente ou pela internet.

Na primeira forma, há dois lugares onde você poderá entregar a documentação, conforme já mencionado: o Centro de Solicitação de Visto (VAC) e o Consulado canadense. O primeiro está nos seguintes endereços:

São Paulo

Av. das Nações Unidas, 12551, World Trade Center São Paulo, 18º andas, salas 1809 e 1810

Brooklin Paulista – São Paulo – SP

CEP 04579-903

info.cansao@vfshelpline.com.br

Rio de Janeiro

Av. das Américas, 3500, Edifício Le Monde Offices – Hong Kong 100, salas 612 a 615

Barra da Tijuca – Rio de Janeiro- RJ

CEP 22640-102

info.canrio@vfshelpline.com.br

Brasília

Brasília Shopping and Tower

Quadra 5, Setor Comercial Norte – SCN/lote sala 1126

Brasília – DF

CEP 70715-900

info.canbra@vfshelpline.com

Através dos VAC, você pode entregar os documentos nos endereços acima ou enviar por um serviço de motoboy. Há também um serviço de coleta e, para ter esse serviço, envie um e-mail para o VAC mais próximo. Nesse caso, é cobrada uma taxa além das que já devem ser pagas por todos os aplicantes que pretendam conseguir visto canadense.

Se você tiver dificuldades com o preenchimento dos formulários, poderá fazê-lo no próprio VAC, com todo o auxílio necessário. Você também poderá tirar as fotos no local, bem como cópias. Como são serviços adicionais, o pagamento é realizado à parte.

Os consulados canadenses no Brasil ficam em São Paulo e Rio de Janeiro, mas apenas o primeiro recebe a documentação pessoalmente. Entretanto, é necessário agendar a data de entrega. Por meio do telefone (11) 5509-4343, ramal 3410, você pode marcar o dia e horário de sua visita diariamente, entre 11h e 12h30.

A visita pode ser agendada entre segunda e quinta-feira, entre 8 e 11 horas, e às sextas-feiras, entre das 8 às 9h30.

Entrar nas dependências do consulado requer revista dos visitantes, sendo proibida a entrada com objetos como câmeras fotográficas, pen drives e celulares, por exemplo.

Você economiza a taxa de processamento, de pouco mais de R$ 80 por pessoa, quando realiza o processo pessoalmente e no consulado. No entanto, pode haver uma demora entre o agendamento e a entrega de documentos, dependendo da demanda. E, se você tiver pressa em conseguir visto canadense, este poderá não ser um bom negócio.

Já pela internet, você precisa primeiramente ter um login e senha no site oficial do Consulado Canadense. O procedimento é semelhante a abrir uma conta de e-mail. Cadastrado no site, você poderá acessá-lo posteriormente.

Com a conta já aberta, você precisa carregar os documentos digitalizados para envio, com exceção do passaporte, que deverá ser enviado pelo correio em caso de aprovação. No momento, não é necessário se preocupar com isso.

Temos um artigo que explica detalhadamente conseguir visto canadense via internet. Clique aqui e saiba mais.

Pagamento de taxa

Para pagar a taxa de processamento, você precisa ir até qualquer agência do Banco Santander. Não são aceitas transações pela internet ou depósitos em caixas eletrônicos. Tudo deve ser feito diretamente no caixa.

O comprovante de pagamento deverá estar entre os documentos entregues.

Em caso de ir pessoalmente até um dos escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro ou Brasília, o pagamento pode ser feito através de cartão de crédito ou débito. Esse modo também pode ser feito quando o visto for solicitado pela internet.

O processo

Com essa etapa realizada, conseguir visto canadense depende apenas de tempo e algumas exigências adicionais.

Cada pedido é analisado, assim como os documentos. Se nada estiver pendente, ainda há alguns itens adicionais, dependendo do motivo da viagem:

  • Exame médico:em alguns casos, é necessário verificar as condições de saúde, além do preenchimento de um formulário adicional
  • Atestado de antecedentes criminais: se isso for necessário, você será informado pelo setor de vistos
  • Entrevista:mesmo com a maior parte dos casos dispensando essa etapa, ela pode ser necessária se o oficial de imigração assim considerar.

Prazos&lt

Em média, conseguir visto canadense demora 10 dias úteis. O prazo não varia se o processo é feito via VAC, consulado ou pela internet.

No entanto, algumas exigências adicionais, como as já mencionadas, podem adiar o resultado. Outros fatores também são responsáveis por isso:

  • Verificação mais detalhada da documentação;
  • Formulários sem o código de barras;
  • Apuração de condições de segurança.

Conseguindo o visto canadense

Com a obtenção do visto, é hora de se planejar para a viagem e conhecer tudo o que o Canadá pode oferecer

O próximo passo depois da aprovação é enviar o passaporte para incluir o seu novo visto. Quando o processo é feito pela internet, isso pode ser feito pelo correio. Já nas outras modalidades, o documento precisa ser entregue pessoalmente.

Preste atenção nas datas: na primeira linha está explícita a data limite para você chegar ao Canadá. No campo “Expiry date” está o último dia no qual você deverá retornar ao Brasil.

Em caso de resposta negativa, você saberá as razões por meio de uma carta. Com isso especificado, você poderá verificar alguma eventualidade e tentar novamente.

Mas não se preocupe: como já dito, apenas algumas eventualidades são motivos para que o visto canadense seja negado. O processo é bem mais fácil do que tirar o visto americano, por exemplo.

Agora que você já sabe como conseguir visto canadense, é hora de separar a documentação, providenciar as pendências, preencher os formulários e planejar a sua viagem!

Você já conhece o eTA visto para o Canadá? Agora ficou fácil viajar para o país. É rápido e o melhor, tudo online! Entre em contato para mais informações.

Ao se preparar para uma viagem para o país, não deixe de visitar o blog e ler os nossos outros textos. Você terá informações preciosas sobre tudo o que antecede o seu embarque.

Se você já conseguiu o seu visto canadense, conte-nos como foi a sua experiência! Diga como foi feito, o prazo e se houve alguma exigência adicional. Você ajudará muitos viajantes que ainda não tiveram essa experiência.

Topo