10 museus em Toronto que você precisa conhecer!

É nos museus de Toronto que estão guardados o que há de mais caro à tradição do povo canadense. Os museus são considerados espaços únicos, pois somente neles é possível admirar, por exemplo, os vestígios de civilizações pré-históricas; o modo de vida de um cidadão ateniense do séc. 5 a.C.; os gostos de uma cortesã inglesa do séc. XVII; ou mesmo o dia a dia de uma comunidade isolada nos confins do Tibete.

Através de objetos, peças de vestuário, documentos, entre outros inúmeros artefatos que os compõem, o visitante passa a ter uma ideia mais abrangente do mundo que o cerca. Além disso, os museus têm a capacidade de alargar os horizontes e estimular o respeito e a tolerância para com as mais diversas culturas.

Pensando nisso, elaboramos uma lista com os 10 principais museus da cidade de Toronto. Alguns deles são considerados, sem sombra de dúvidas, referências do turismo mundial.

10 museus em Toronto

1. Royal Ontario Museum

Com mais de 100 anos de história, esse pode, tranquilamente, ser considerado um dos mais importantes museus de história natural das Américas e uma referência quando se trata de arqueologia, culturas antigas, biologia, artes e ciências de um modo geral.

A sua principal característica é fazer uma espécie de conexão entre a história do homem e da natureza que o circunda, por meio de investigações acerca dos reinos vegetal, animal e mineral.

O museu fica localizado na 100 Queens Park, Toronto, Canadá.

  • Funciona de segunda a domingo das 10h às 17:30 (até as 20:30h, nas sextas-feiras);
  • Valores:
  • adultos: $ 17;
  • crianças: grátis;
  • desconto para idosos, deficientes físicos e estudantes;
O Royal Ontário Museum é uma referência no Canadá quando o assunto é arqueologia e culturas antigas.

2. Art Gallery of Ontario em Toronto

Degas, Modigliani, Cézanne, Van Gogh, Picasso, Rodin, Renoir, além de uma imponente coleção de arte dos povos inuítes. Seria necessário gastar um bom tempo aqui para elencar as quase 80 mil obras de grandes vultos da arte antiga e contemporânea expostas nesse que é considerado um dos museus mais importantes da América do Norte.

Incrustado em plena Dundas Street West, o museu possui uma das fachadas mais singulares da cidade, assinada pelo cultuado arquiteto canadense Frank Gehry, que é apenas o ganhador do Prêmio Pritzker, considerado o “Oscar” da arquitetura.

  • Endereço: 317 Dundas St. West;
  • Funciona de terça a domingo, das 10:30 às 17:00h;
  • Valores:
  • adultos: $ 19,50;
  • menores de 5 anos: grátis;
  • desconto para idosos, deficientes físicos e estudantes;
O Art Gallery é uma obra do renomado arquiteto canadense Frank Gehry, considerado um mestre da arquitetura contemporânea.

3. Aga Khan Museum

Toronto é conhecida como uma das cidades mais cosmopolitas do planeta. Só para se ter uma ideia, metade dos trabalhadores da cidade são imigrantes.

Todos os anos, uma legião de indivíduos de todas as partes do planeta invade a cidade em busca de qualidade de vida e oportunidades profissionais.

Logo, não é de espantar que um dos principais museus da cidade seja todo ele uma homenagem à cultura muçulmana, disposta em 2 andares, 1 teatro, além de restaurante, café, lounge, entre outros espaços.

Aga Khan localiza-se na 77 Wynford Dr, North York. Adultos pagam $ 14 para entrar. Uma dica é conhecer o local às quartas-feiras à tarde, quando a entrada é gratuita.

A arte muçulmana está bem representada neste que é um dos mais importantes museus de Toronto.

4. Gardiner Museum

Outro que também está entre os principais museus da cidade é o Gardiner Museum, localizado na 111 Queens Park, bem em frente ao Royal Ontario Museum.

São quase 3 mil obras, que estão entre as peças mais importante da arte cerâmica dos continentes europeu, asiático e americano.

Composto por exposições permanentes e temporárias, ainda oferece atividades bastante curiosas, como a tradicional “Family Sundays” – atividades realizadas aos domingos, cujo principal objetivo é estimular pais e filhos a manipularem a argila com a qual são elaboradas diversas peças.

  • Funciona de segunda a domingo, das 10h às 17h e sexta até às 21h.
  • Entrada: US$ 15,00, com direito a descontos para idosos e estudantes.
  • Crianças com menos de 12 anos não pagam.
  • Informações: www.gardinermuseum.on.ca
Quase 3 mil obras em cerâmica e argila dos continentes europeu, asiático e americano, fazem um panorama dessa técnica através dos tempos.

5. Bata Shoe Museum

Esse é um evento para quem gosta de algo que, digamos, foge do lugar-comum, pois trata-se de um museu todo ele composto por cerca de 12.500 pares de sapatos de várias épocas e lugares do mundo.

É uma verdadeira “viagem insólita” por mais de 4 mil anos de história, que contam um pouco sobre a moda referente a esse artefato ao logo dos séculos.

A exposição permanente “All About Shoes” é considerada uma experiência, graças às suas seções que exibem sapatos de artistas famosos dos últimos 100 anos.

  • Endereço: 327 Bloor St. West;
  • Funciona de segunda a domingo, das 10h às 17h (às 20h na quinta-feira e às 12h no domingo);
  • Entrada: $ 14, com descontos para crianças, idosos e estudantes;
  • Menores de 4 anos não pagam;
  • Obs: Nas noites de quinta-feira, o visitante tem a oportunidade de pagar o valor que puder, a partir de $ 5.
Conhecer o Bata Shoe Museum é considerado uma “viagem insólita” pelo universo desse artefato.

6. Toronto Railway Museum

A cidade de Toronto gaba-se de possuir uma das 10 maiores ferrovias do mundo: a Toronto-Vancouver, Railway. São 4.466 km de extensão — um verdadeiro colosso, que liga as cidades de Toronto e Vancouver.

Obviamente, essa característica da cidade não poderia passar despercebida — e sem uma homenagem à altura. E ela veio com a criação de um dos mais importantes museus da cidade de Toronto: o Toronto Railway Museum, que exibe várias peças relacionadas às ferrovias canadenses em todas as suas fases, além de réplicas de locomotivas que podem ser visitadas em seu interior.

  • O museu fica na 255 Bremner Blvd, Unit 15 (perto da CN Tower);
  • Entrada: $ 5.
Um dos melhores museus de Toronto, ajuda a preservar essa longa tradição canadense em ferrovias.

7. Museu Hockey Hall of Fame

O Hockey no gelo é o esporte mais praticado no Canadá e, mais que isso, possui o status de verdadeiro Patrimônio Nacional.

Logo, não custa conhecer um pouco mais da sua história, nesse museu que abriga inúmeros objetos, materiais esportivos, troféus, medalhas, manchetes de jornais, entre vários outros documentos referentes ao tema “Hockey no Gelo”.

  • Localização: 30 Yonge Street, Toronto, Brookfield Place, nos arredores da Union Station e da St. Lawrence Market;
  • Entrada: $ 19.
O Hall of Fame é uma homenagem a uma espécie de “orgulho nacional” do Canadá.

8. Ontario Science Centre

Sob o lema “Aprender brincando”, o Ontario Science Centre surge como um dos principais museus da cidade de Toronto.

Fundado em 1969, já encantou quase 40 milhões de pessoas que o visitaram, graças às atividades que oferece, e que envolvem astronomia, geologia, arqueologia, anatomia humana, antropologia, meio ambiente, entre várias outras temáticas.

Na verdade, o objetivo da sua criação é ser um espaço onde a ciência seja tratada como arte pura, para o deleite de crianças e adultos, que se perdem em seções como o The Living Earth, Science Arcade, o Gerador de Van Graff, KidSpark, Human Body, o Great Hall, entre outros.

  • Endereço: 770 Don Mills Road Rd, North York;
  • Aberto diariamente, das 10 às 16:00h (até as 17:00h, nos finais de semana);
  • Entrada: $ 22 (adultos ), $ 16 (estudantes, idosos e crianças) e grátis para crianças com até 3 anos de idade.
No Ontário Science Centre há muita ciência, arte e diversão.

9. Canadian Canoe Museum

As canoas fazem parte da história do Canadá. Investigações apontam que, já no séc. XV, elas eram utilizadas por nativos, franceses e ingleses, durante a saga da colonização canadense, para enfrentar os arriscados rios e corredeiras do país.

E como o respeito ao passado é uma das marcas desse gigante da América do Norte, é óbvio que esse artefato mereceria uma exposição permanente, que mostre como ele foi responsável por influenciar o modo de ser de um povo.

Para completar, na “Galeria de Habilidades”, é permitido ao visitante ensaiar a construção da sua própria réplica, além de receber instruções semelhantes às que recebiam os exploradores daquele período.

  • Endereço: 910 Monaghan Rd, Peterborough;
  • Entrada: $ 14.
O objetivo do museu é fazer uma conexão entre esse meio de transporte e o jeito de ser do povo canadense.

10. Textile Museum of Canada

Finalmente, este que, entre os museus de Toronto, é o único a tratar, especificamente, da indústria têxtil do país.

São quase 2 mil anos de história, curiosamente retratados em cerca de 12 mil peças, entre as quais: roupas, chapéus, tapetes e outros artefatos que, de alguma forma, ajudam a traduzir a cultura canadense.

  • O espaço funciona diariamente, das 9h às 17h30, na 55 Centre Avenue, Toronto;
  • A entrada custa $ 15 (adultos);
  • Às quartas-feiras funciona o chamado “pay-what-you-can” ou, em uma tradução rasteira, “pague o quanto puder”. Nesse sistema, o visitante paga o quanto quiser, a partir de $ 5.
O visitante do Textile Museum é convidado a fazer uma viagem por quase 2 mil anos dessa relação entre o homem e os diversos tipos de tecidos já produzidos.

Você gostou deste artigo? Então deixe seu comentário e compartilhe em suas redes sociais.

A tradição de criar e conservar museus faz parte da cultura dos países desenvolvidos. Para você qual a ociais.

Topo